Posted in:

Como as aulas de Pilates em grupo podem ser seu diferencial?

aulas-de-Pilates-em-grupo-blog-pilates
Como as aulas de Pilates em grupo podem ser seu diferencial?
Gostou? Avalie!

O ambiente acolhedor de estúdios de Pilates é um dos motivos que leva indivíduos que não se identificam com o clima de academias a iniciar a atividade. É visível a preferência dos clientes e instrutores por aulas particulares, aulas individuais a parte das aulas de Pilates em grupo, onde todo o foco e atenção é voltado para o aprendizado daquele cliente.

Sendo assim, como, afinal, como as aulas de Pilates em grupo podem ser a solução para que seu Studio seja destacado da concorrência?

Quero começar este artigo com uma situação: escuto com frequência comentários de clientes dizendo que, além dos benefícios do método, o que os leva a permanecer praticando Pilates por tanto tempo é o ambiente diferenciado, com menor apelo estético e a presença do instrutor com um grau de atenção individual elevado.

Por outro lado, uma das queixas principais está na necessidade de buscar outra atividade para contemplar o condicionamento cardiovascular.

Você certamente também já passou por uma situação parecida, não é?

Suprir essa necessidade de atividade extras ao Pilates pode ser uma carta na manga enorme para o dono do Studio, um grande diferencial.

Na tentativa de atender a demanda, estúdios apostam em estratégias como adicionar esteiras, bicicletas – e outros equipamentos – criar grupos de corrida ou realizar parcerias com grupos já existentes na região.

Hoje gostaria de focar em outra solução: as aulas de Pilates em grupo.

Não me refiro a aulas em grupo nos equipamentos de Pilates, e sim a aulas em grandes grupos, com mais de 6 participantes. Há poucos anos, chegaram ao Brasil modalidades de aula de Pilates em grupo que prometem alto trabalho cardiovascular, sem abrir mão dos cuidados com os alinhamentos corporais – como, por exemplo, as aulas de barra.

Inserindo as aulas de Pilates em grupo no seu repertório

O segredo para incluir a modalidade em seu repertório está em oferecer variedades e metodologias diferenciadas para seus clientes – que sirvam como complemento às aulas essenciais de Pilates.

Diversas empresas de Pilates desenvolveram suas metodologias de aulas, que combinam os movimentos da dança com uma preocupação com alinhamentos corporais – Pilates com dança. Meu primeiro contato com esse tipo de aula foi em 2006. Durante a faculdade, estagiei num estúdio só de aulas de barra que pertencia a uma canadense. Nem sonhava em abrir um Studio naquele tempo.

Por muito tempo estive de olho nas marcas lançadas nos EUA e, assim que os primeiros cursos chegaram ao Brasil, contratei instrutoras formadas na modalidade e iniciei o processo de aulas em grupo. Foi um grande sucesso e alavancou o negócio do Studio.

As aulas de Pilates em grupo têm a capacidade de contemplar uma necessidade interna e também de atrair novos clientes.

Daí em diante, introduzi outras variedades de aulas de grandes grupos e verifiquei resultados positivos, tanto na satisfação dos clientes como no fechamento do caixa. A aula de Pilates em grupo tem um valor de venda mais acessível e também permite elevar o salário do instrutor. Por ser mais acessível, o cliente tende a aumentar a frequência de duas para três, quatro aulas por semana. Em resumo, todos saem ganhando.

Concluindo este artigo com dica de ouro:

Eis a minha grande dica para implementar o seu negócio, visando aumento da clientela sem perder a qualidade e excelência nas aulas:

Apesar de vender separadamente cada modalidade, incentivo a compra de pacotes mistos, nos quais o cliente alterna aulas nos equipamentos e aulas de Pilates em grupo.

Com isso, o processo de ensino-aprendizagem é potencializado e tende a acelerar. Percebe que não teria todos esses resultados com as estratégias anteriores, como comprar uma esteira?

Minha última dica é: para dar um upgrade, no negócio, é preciso pensar fora da caixa, conversar com os vizinhos de negócio, escutar a sua clientela, filtrar as informações e arriscar um pouco. Minha aposta está nas aulas de Pilates em grupo.

E a sua? Quais são seus planos para 2016?

Letícia Marchetto é proprietária do Studio Let’s Pilates, instrutora certificada PMA-CPT

Pós-Graduada em Gestão Estratégica de Pessoas pelo SENAC.

Written by Leticia Marchetto

Leticia Marchetto

Letícia Marchetto Zarate é Bacharel e Licenciada em Dança e Movimento pela UAM, Pós-graduada em Gestão Estratégica de Pessoas pelo SENAC-SP e graduanda em Educação Física. Formada no método Stott Pilates em 2011 e certificada pela Pilates Method Aliance desde 2012, licenciou-se na primeira turma brasileira o método Buff Bones – Pilates para ossos fortes, de Rebekak Rotstein. Criadora do método Ballet Fly, método performático que combina elementos da dança com circo, também é sócia-fundadora do Studio Let’s Pilates. Atualmente atua na administração e gestão de pessoas do Studio, ministra aulas focadas em dança, consciência pelo movimento e é intérprete-tradutora em congressos de Pilates, para Master Trainers como Madeline Black e Shery Long, bem como para Eva Rincke, a historiadora e biografa de Joseph H. Pilates.

5 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário
  1. Olá…adorei o artigo…porque quando fiz minhas formações em Pilates e iniciei meu stúdio, olhei ao “redor” e vi muitos stúdios de aparelhos e acabei optando só pelo grupo…com o Mat Pilates…sou licenciada em Ed. Física e Graduanda no bacharelado…então recebo alunas pós fisioterapia ou para condicionar para o dia a dia mesmo e assim…é um sucesso!!! E ano passado iniciei com o Suspenso em duplas, que também está bem legal!!1 Respeitando SEMPRE o limite de cada um e a história de cada um…beijão!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *