Posted in:

Como se tornar um instrutor de Pilates

Como se tornar um instrutor de Pilates
Gostou? Avalie!

Se você é um fisioterapeuta ou um educador físico e quer expandir o seu campo de atuação, já pensou em se tornar um instrutor de Pilates? Criada por Joseph Pilates, a prática chegou ao Brasil em 1991 e, desde então, vem ganhando cada vez mais adeptos. Aproveitando essa alta demanda, o instrutor de Pilates tem um mundo de possibilidades em suas mãos. Saiba mais sobre o assunto:

Afinal, o que um instrutor de Pilates faz?

instrutor-de-pilates-2Antes de levar adiante o seu desejo de se tornar um instrutor de Pilates, reflita: você realmente conhece a descrição da função? Os profissionais que estão interessados em dar aulas de Pilates devem conhecer profundamente a técnica, tanto no aspecto teórico quanto no prático.

Os movimentos do Pilates têm como objetivo melhorar o estado geral de saúde dos alunos por meio do aumento da flexibilidade do corpo e do fortalecimento muscular, atuando sempre em conjunto com os 6 princípios que norteiam o Método: Concentração, Centralização, Respiração, Controle, Fluidez e Precisão.

O Pilates pode ser utilizado tanto para o desempenho quanto para a reabilitação. Do aluno sedentário ou em condição de dor até ao atleta de alto rendimento. São mais de 1.ooo exercícios do nível básico ao super avançado.

Os atendimentos/aulas, geralmente acontecem com turmas de 2 a 4 alunos com 1 hora de duração.

As mensalidades dos alunos variam entre R$200 a R$ 600 por mês para o aluno praticar Pilates 2x na semana.

Claro, isso depende muito do local e do que você vai oferecer ao cliente. Existem Studios de Pilates nas capitais que chegam a cobrar R$1.200, mas claro que isso é mais raro.

Um Studio de Pilates tem em média 55 alunos. Existem Studios maiores com 120, 150 e até mesmo 250 alunos, mas são situações excepcionais.

A maior parte dos Studios fica mesmo na média de 50 a 60 alunos por mês.

Os alunos fecham contratos de 3 meses a 1 ano.

 

Os exercícios são feitos em aparelhos específicos, que foram desenvolvidos por Joseph Pilates, o criador da técnica, há mais de 60 anos. Obviamente, os aparelhos sofreram modificações e foram aprimorados ao longo do tempo.

Também temos o Mat Pilates, que são exercícios feitos no chão com um tatame. Estes exercícios podem ser feitos com ou sem acessórios.

Os 4 equipamentos principais, mais conhecidos, são: Cadillac ou Trapézio, Step Chair, Ladder Barrel e Reformer.

Pois bem, após esta breve introdução….

Agora, veja o que é necessário para se tornar um instrutor de Pilates:

Quem pode se tornar um instrutor de Pilates?

De acordo com a legislação brasileira, somente fisioterapeutas e educadores físicos, no entanto não é necessário estar formado. O estudante de um dos cursos também pode se tornar um instrutor de Pilates.

O mais aconselhável é que você só faça o curso a partir do terceiro semestre da faculdade, pois no curso você precisa entender de anatomia, biomecânica, cinesiologia e fisiologia.

Pilates segundo o Conselho Federal de Educação Física – CREF

No Conselho Federal de Educação Física, o Pilates é reconhecido como modalidade de ginástica por meio da resolução nº 201. Sendo assim, a prática pode ser orientada por um profissional de educação física.

Pilates segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – CREFITO

No Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional, está disposto na resolução nº 386, que ao fisioterapeuta compete o emprego e a orientação da técnica. O fisioterapeuta, ainda, pode prescrever, conduzir e avaliar o tratamento que usa as técnicas da cinesioterapia e da mecanoterapia.

Além de cursar fisioterapia ou educação física, é preciso um curso específico de formação em Pilates para habilitar esses profissionais e capacitá-los como instrutores.

O que fazer antes de ministrar aulas de Pilates?

instrutor-de-pilates-3Como dissemos, primeiramente você precisa fazer um Curso de Formação Completa em Pilates. Procure algum em sua cidade. Este site aqui reune todos os cursos de Pilates do Brasil, dê uma olhada:

Cursos de Pilates pelo Brasil

Aconselhamos também que você que pretende se tornar um instrutor de Pilates, tente frequentar as aulas para que possa adquirir todo o conhecimento prático necessário e poder repassá-lo para os seus alunos. Agende “aulas experimentais” em alguns Studios de Pilates.

Sentir no próprio corpo o efeito que cada movimento, cada aparelho e cada acessório proporciona é um diferencial para quando você for passar as técnicas adiante. Além disso, o conhecimento prévio das posições, o seu nome e os seus efeitos pode ajudá-lo na obtenção da certificação para se tornar um instrutor.

Após iniciar o seu curso de formação em Pilates, você também pode trabalhar como assistente de um instrutor de Pilates certificado mais experiente, para poder compreender melhor a dinâmica das aulas e começar a criar a sua própria.

Claro, isso não é uma obrigação. É uma dica apenas.

Essa experiência também lhe proporcionará trabalhar com mais criatividade na montagem das suas aulas e entregar aos seus alunos treinos mais desafiadores e totalmente inovadores.

Ser praticante de Pilates pode ser um fator determinante para que você se sobressaia da concorrência. Poucos profissionais que são Instrutores de Pilates compreendem a importância de participar das aulas como forma de conhecimento da prática.

Muitos apenas dão aulas, mas não praticam…

E esse conhecimento prático é reconhecido pelos seus alunos durante as aulas. Saber que o seu professor compreende a sua dificuldade (ou a sua facilidade) na execução de um movimento, estreita os laços de confiança entre as partes.

Como obter uma certificação como instrutor de Pilates?

Existem instituições no Brasil que oferecem a certificação em instrutor de Pilates para fisioterapeutas e educadores físicos que é reconhecida e válida internacionalmente, além da tradição na formação desses profissionais.

São mais de 100 Escolas no Brasil que oferecem uma certificação, portanto, pode gerar muita confusão na hora de escolher.

Se você quer saber mais especificamente sobre “Como Escolher um Curso de Pilates“, clique aqui que temos um artigo feito somente para isso.

Espaço Vida Pilates – A Maior Escola de Pilates do Brasil

Espaço Vida Pilates — membro corporativo da Pilates Method Alliance — oferece cursos de formação completa em Pilates. Já são mais de 20 mil profissionais formados no Brasil, em 80 cidades diferentes.

A Associação Brasileira de Pilates

Associação Brasileira de Pilates oferece cursos com o objetivo de capacitar fisioterapeutas e educadores físicos para a aplicação correta da técnica de Pilates com a realização de exercícios globais para a reeducação da postura, alongamento e fortalecimento muscular.

A Polestar

Polestar é uma organização muito conceituada na formação de instrutores de Pilates.

Durante todos os cursos de Pilates, os alunos também são motivados a observar, praticar os movimentos e as técnicas de ensino. Dessa forma, a visão do instrutor se expande e o aprendizado ocorre da maneira mais natural possível.

Como é o curso de formação de instrutores de Pilates?

Os cursos de formação de professores são, geralmente, divididos entre os seguintes módulos:

  • Módulo Teórico: Você aprende desde a história de Joseph Pilates até o embasamento científico dos dias atuais.
  • Módulo Prático: Cada exercício explicado detalhadamente, entendendo a biomecânica e aplicação de cada movimento individualmente.

Dentro de cada módulo existe uma série de sub-módulos, que vai variar de escola para escola.

  • Educação continuada: São workshops, programas e cursos de aprimoramento relacionados a assuntos específicos para que os profissionais formados tenham contato com as novas práticas e informações da área. São assuntos que serão esmiuçados pelo professor, por exemplo, “Pilates Aplicado a Gestante” – ou seja –  você entenderá como utilizar o Pilates a favor da gestante.

Os cursos da educação continuada só podem ser realizados por profissionais formados em Pilates.

Entre os cursos de aprimoramento estão também outras modalidades da prática, como o Mat Pilates e o Pilates suspenso.

Como é o mercado de trabalho para o instrutor de Pilates?

instrutor-de-pilates-4Vários estabelecimentos oferecem aulas de Pilates. O profissional pode trabalhar em spas, academias, studios de Pilates, centros de reabilitação, atendimentos domiciliares, aulas de Personal, hospitais e até mesmo em Escolas.

O mais comum são os chamados Studios de Pilates.

Studios de Pilates são, geralmente, pequenos espaços, que variam entre 30 a 60m2, que trabalham apenas um ou dois profissionais e lá dão as aulas de Pilates.

Além dessa opção mais conhecida, outra que cresce muito no Brasil atualmente, é trabalhar de forma autônoma como um instrutor de Pilates personalizado ou Personal Pilates. Assim, poderá também ministrar as aulas em condomínios, residências e até locais de trabalho, seja para alunos individuais ou para grupos.

O bom desta opção é que o valor da hora/aula é em média 30% maior que nas outras situações.

Não é raro que um instrutor combine 2 formas de atuação: aulas em studio e aulas particulares. Essa prática contribui para que o profissional consiga uma renda satisfatória fazendo o que mais gosta.

Agora que você já sabe como se tornar um instrutor de Pilates, conte para a gente: o que você espera de um curso de formação em Pilates? Deixe um comentário e compartilhe as suas expectativas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *