Posted in:

Como trabalhar o Condicionamento Físico no Pilates

CONDICIONAMENTO-FISICO

Para podermos entender a importância do Pilates na melhoria da qualidade de vida de um indivíduo, devemos primeiramente conceituar a relação entre o Pilates e o condicionamento físico.

Então, o que é condicionamento físico?

Partiremos de três conceitos diferentes para avaliar e nos guiar. Cada um é baseado em uma área diferente de conhecimento em atividade física. Vamos lá?

O que é Condicionamento Físico?condicionamento-fisico

O primeiro conceito do condicionamento físico é baseado nas 10 capacidades ou aptidões físicas reconhecidas pela sociedade mundial de fisiologistas do exercício, que podem ser melhoradas através de adaptações neurológicas e orgânicas. São elas:

Quanto melhor estiver em cada uma delas, mais condicionado o aluno estará. Ou seja, um bom programa de aulas de Pilates deve conter estas diferentes aptidões – claro que podendo dividi-las em diferentes aulas desde respeitando os princípios do treinamento físico.

O Segundo Conceito

O segundo conceito é essencialmente a execução de qualquer atividade física de uma maneira mais ampla, ou seja, poder fazer bem qualquer tipo de tarefa que a vida nos propõe.

Esse modelo sugere que o condicionamento físico pode ser medido pela capacidade de desempenhar bem uma tarefa em relação a como fazia antes ou até mesmo comparado a outras pessoas.

Terceiro Conceito

O terceiro conceito engloba as três vias metabólicas que provêm energia para qualquer tipo de ação física.

O ATP e a creatina-fosfato presentes no músculos são fonte da energia que é responsável pelas atividades de maior potência, e dura aproximadamente 10 segundos.

O glicogênio circulante como energia que rege as atividades de potência moderada, com duração de poucos minutos pelo via glicolítica anaeróbia.

E a via oxidativa, também conhecida como aeróbia, responsável por mobilizar energia principalmente da gordura estocada em nosso corpo e nos permite executar atividades de baixa potência, porém de média e longa duração.

Um condicionamento físico total deve então promover e desenvolver um treinamento que seja executado em cada um dos três sistemas de energia, buscando o melhor efeito possível do equilíbrio entre eles.

Entendendo esses aspectos do condicionamento poderemos, assim, transportá-los para o método criado por Joseph Pilates que foi um ardoroso fã dos cuidados da mente e do corpo.

Seu método, a Contrologia, que é hoje conhecido pelo nome de seu criador, representa uma opção de aula de condicionamento com benefícios comprovados cientificamente:

  • Melhoria de desempenho e condicionamento físico em atletas, indivíduos saudáveis e idosos
  • Aumento de massa óssea e auxilio na calcificação de ossos em idosos
  • Manutenção de tônus muscular
  • Aumento da resistência muscular
  • Treinamento de mecanismos proprioceptivos
  • Controle muscular e postural
  • Melhora de estabilidade lombo-pélvica
  • Flexibilidade da coluna lombar e membros inferiores
  • Ganho de flexibilidade em geral
  • Aumento de consciência corporal
  • Autonomia/independência funcional em idosos
  • Melhoria do bem-estar
  • Melhora do humor e do sono
  • Redução dos níveis de dor
  • Promoção da qualidade de vida, entre outros

Trabalhando Condicionamento Físico no PilatesCONDICIONAMENTO-FISICO 01

No Método Pilates, além desses benefícios, devemos também utilizar corretamente os princípios, podemos então dizer que o método atua diretamente no condicionamento físico de seu aluno/paciente.

E quais são estes Princípios?

  • Concentração: uma melhor concentração trará um melhor resultado tanto na execução quanto na qualidade do exercício realizado.
  • Centralização: contrair o centro de força ou POWER HOUSE nos protege principalmente das lesões e fortalece os músculos essenciais.
  • Respiração: músculos e organismo bem alimentados pelo oxigênio terão resultados melhores.
  • Fluidez: qualidade de movimento = economia de energia e menos risco de lesão.
  • Precisão e controle: 100% de eficiência na execução dos movimentos.

Visto isso, após avaliarmos nosso aluno, poderemos agir positivamente no aumento do condicionamento físico.

Nas aulas, serão trabalhados os princípios e aptidões como, por exemplo, equilíbrio, força, flexibilidade entre outras, tirando o melhor proveito possível em prol do seu aluno, criando uma aula que se adeque às informações obtidas na avaliação, somados aos objetivos relatados durante a anamnese, trazendo assim maiores benefícios e melhores resultados.

Lembre-se então de realizar a avaliação nos primeiros atendimentos feitos para que suas aulas possam ser preparadas e estruturadas de forma segura e objetiva.

Preparando sua Aula de PilatesCONDICIONAMENTO-FISICO-PILATES 4

Partindo de uma estrutura básica de aula dividida em aquecimento, trabalho de flexibilidade e mobilidade de coluna, fortalecimento de membros inferiores e superiores, trabalho de abdominais e relaxamento, poderemos atuar a todo momento na colocação das aptidões do condicionamento físico.

As aulas serão mais objetivas e atraentes, levando a melhores respostas.

Para uma maior eficácia, o instrutor deverá preparar a sessão sempre com o objetivo de atuar e direcionar na progressão da aula tomando cuidado de estruturá-la com maior número de aptidões a serem trabalhadas.

Pode-se também programar aulas específicas para cada aptidão.

Outra consideração importante é orientar os alunos da importância da constância dos mesmos nas aulas, para que os benefícios sejam atingidos mais rapidamente.

No caso do condicionamento físico complementar, a orientação deverá ser feita pelos educadores físicos, instrutores de Pilates, dando suporte para adquirir outras aptidões como por exemplo resistência aeróbia.

Muitos relatos foram observados:

  • Em atletas, melhora nos gestos técnicos, equilíbrio e diminuição de lesões;
  • Em idosos, diminuição de quedas e a execução das tarefas diárias;
  • Nas gestantes, diminuição de dores lombares e preparação muscular para o parto, além do trabalho de assoalho pélvico e prevenção da diástase abdominal;

Bem como relativa melhora na qualidade de vida em todos os indivíduos praticantes do Pilates.

Concluindo…CONDICIONAMENTO-FISICO 03

Monitorar o desenvolvimento de seu aluno dará subsídios para motivá-lo a avançar dentro do método, pois na maioria dos casos muitos deles podem ter avançado em uma aptidão com maior eficiência do que em outra.

Poderemos assim ter um paciente com uma melhora significativa em flexibilidade e menor em força, maior em equilíbrio e menor em consciência corporal.

Colocando dessa maneira, sempre precisarão de aulas focadas em suas deficiências.

Um leque gigante de possibilidades abre para desenvolver aulas motivantes e criativas trazendo ótimos resultados e grandes transformações na vida de seus clientes.

Aluno bem condicionado é aluno feliz! Pense nisso!

Para os praticantes do Pilates vai o nosso recado:

“Concentre-se nos movimentos certos cada vez que você faz um exercício. Caso contrário, você os executará de forma inadequada e eles perderão seu valor”. Pilates, 1945.

Written by Paulo Márcio Fucci

Paulo Márcio Fucci

Formação- Educação Física UFPR. Pós-Graduado em Massoterapia Instrutor no Orion Studio Pilates e Academia Sion. Curso de Mat Pilates Phisycalmind Institute. Pilates de Aparelhos. Metacorpus. Espaço Vida Pilates. Pilates na Gestação – Silvia Gomes e VOLL. Pilates Avançado VOLL. Treinamento Funcional Aplicado ao Pilates –VOLL. Entre outros Contato – odepm@hotmail.com Facebook: Paulo Márcio Fucci Pilates

15 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *