Posted in:

5 Dicas para ensinar Exercícios de Pilates

5 Dicas para ensinar Exercícios de Pilates
Gostou? Avalie!

Ter o conhecimento das técnicas é o passo fundamental para a solidez de um instrutor, afinal é preciso conhecer os princípios do Método para ensinar corretamente os exercícios de Pilates.

Mas para ser um bom profissional de verdade, não basta traçar o caminho para os seus alunos e esperar que eles cumpram o plano de cada aula, ainda que sua didática seja excepcional, é preciso se empenhar e fazer com o que aluno entenda o porquê de cada exercício.

Basicamente: o que ele precisa fazer, como e porquê, são informações importantes para o aprendizado do seu aluno.

Quer saber como acompanhar da melhor maneira os exercícios de Pilates? Confira a lista que preparamos com as dicas para você assegurar a prática correta de seus alunos!

Antes dos Exercícios de Pilatesexercicios-de-pilates-03

A avaliação é uma etapa muito importante antes do início das aulas, todos os exercícios de Pilates  que você passar para o seu aluno podem variar, por isso é necessário conhecer o histórico de saúde do cliente para que você ensinar os exercícios de Pilates sem causar lesões ou dores no aluno.

Quando você souber cada uma das limitações, as orientações constantes sobre como fazer os exercícios corretamente, irão trazer os melhores resultados e a maior satisfação possível dos alunos.

Com isso, você mantém alto seu índice de fidelização, e a probabilidade dos seus serviços ou do Studio serem indicados só aumenta!

Não se esqueça de sempre anotar os dados que forem recolhidos durante a avaliação, meses depois você irá reavaliar seu aluno e terá naquele documento os números que mostram o avanço do cliente.

É interessante você também sempre perguntar das mudanças em relação ao dia-a-dia, porque o Pilates pode reabilitar muitos pacientes, e fortalece o corpo e a mente para realizar tarefas que antes pareciam muito difíceis.

1) Não dê aulas para muitos alunos simultaneamenteexercicio de pilates 4

Os horários das aulas que você montar deverão ser sempre para poucos alunos.

Se você tiver várias pessoas para dar atenção e orientar, isso certamente prejudicará a transmissão do conteúdo e a concentração na execução dos exercícios.

Aulas individuais ou com turmas de 2 ou 3 pessoas sempre têm melhores resultados, isso porque você consegue dar mais atenção a um grupo pequeno e garantir que todos estejam realizando o movimento de forma correta.

Outro benefício, é que a chance de dispersão também diminui. Com poucos alunos, a concentração de todos será melhor, já que as conversas fora de hora, teoricamente, são menores.

2) O ambiente deve se manter leve, mas sem perder o focoexercicio de pilates 5

É preciso manter sempre bem definida a linha entre a descontração e a falta de foco. Seus alunos devem ficar confortáveis e com a confiança em alta, mas perder-se em ideias paralelas à aula nunca é legal.

Os exercícios do Pilates devem sempre ser realizados com toda a atenção, tanto do praticante como do instrutor.

Só tome cuidado para não transformar sua aula em um lugar que os alunos não consigam se divertir, ou ter algum diálogo um com os outros.

Você verá como o equilíbrio encontrado num clima de bem-estar geral com concentração total faz toda a diferença para a rotina das aulas!

3) A respiração é a base de tudoexercicios-de-pilates-02

Não é novidade que a respiração faz parte dos princípios do método criado por Joseph Pilates.

Por isto, Pilates em seu trabalho enfatizava a respiração como um fator essencial no início do movimento, fornecendo a organização do tronco pelo recrutamento dos músculos estabilizadores profundos da coluna na sustentação pélvica e favorecendo o relaxamento dos músculos inspiratórios e cervicais

É que a respiração prepara o corpo para qualquer momento.

Com a inspiração e a expiração bem coordenadas, é possível obter o máximo de força e energia para cumprir cada movimento. Observe sempre se seus alunos estão respirando corretamente e mantenha a qualidade das suas aulas com o máximo de eficiência do método.

4) Power House sempre trabalhandoexercicio de pilates 6

O Power House é outro princípio que você precisa sempre se atentar. Mesmo nos exercícios que não focam apenas os músculos específicos, observe se os seus alunos estão cobrando a contração constante de toda a região do Power House.

Compreendendo todos os músculos do abdômen, da porção inferior das costas, assoalho pélvico, quadris e glúteos, não foi à toa que a área recebeu a maior ênfase do programa criado pelo mestre Joseph Pilates, sendo a base de absolutamente todo e qualquer movimento desenvolvido por ele.

Este centro de força é tão importante para o seu aluno porque forma uma estrutura de suporte, responsável pela sustentação da coluna e órgãos internos.

O fortalecimento desta musculatura proporciona a estabilização do tronco e um alinhamento biomecânico com menor gasto energético aos movimentos.

5) Não atropele etapasexercicio de pilates 7

A empolgação de alguns alunos com exercícios e possibilidades do Pilates algumas vezes pode levar à interrupção da evolução e até a lesões.

Cada indivíduo deve respeitar seus limites momentâneos e seguir o caminho natural do método, sendo que cabe ao instrutor a avaliação desses limites e a definição dos passos a serem cumpridos.

Um dos papéis mais importantes do instrutor é saber diferenciar o que seu aluno quer e o que ele precisa, às vezes, o cliente espera um resultado que será mais difícil de alcançar no tempo que deseja.

É importante, então, que o instrutor explique ao aluno todo o plano de treino e qual é o objetivo das aulas.

Jamais se deixe levar pela ansiedade do cliente e por isso, mantenha todos os seus alunos nos trilhos certos.

Conclusão…exercicios-de-pilates

Não se esqueça então de manter o foco, cumprir cada etapa com a devida importância e dar o máximo de atenção para cada aluno em cada movimento.

Tudo isso é importantíssimo e ajudará você a cuidar da saúde dos seus alunos e se desenvolver como profissional. Por isso siga essas nossas dicas e também as postagens no blog!

Gostou das dicas de como acompanhar a execução dos exercícios de Pilates que listamos aqui? Deixe logo um comentário aqui no post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *