Posted in:

Invertidas: Como o Pilates Tradicional e em Suspensão podem Auxiliar na Prática

Invertidas: Como o Pilates Tradicional e em Suspensão podem Auxiliar na Prática
Gostou? Avalie!

Sempre recebemos alunos que procuram o Método Pilates e o Suspenso pelo seguinte motivo: “Quero uma atividade física desafiadora”. Pois bem, adoramos um desafio, não é mesmo?

Hoje falaremos um pouquinho de uma postura que veio originalmente da Yoga, e que aplicamos em diversos exercícios dentro do Pilates, adaptado para todos os alunos, de todos os níveis de prática, seja do iniciante ao avançado.

Dentro do universo das invertidas, uma delas é o Sirsasana, que vem do Sânscrito Shirsha, que significa cabeça, e Asana que significa postura.

Adoramos ensinar e praticar esta postura, pois é uma invertida tranquila, na qual a pessoa fica apoiada pelos antebraços, enquanto a parte mais alta da cabeça (coroa), repousa levemente no chão.

É uma ótima postura para os alunos iniciarem a prática, e apesar de ter muitos detalhes e cuidados, quando bem instruído, o aluno sempre consegue realizar (mesmo que com auxílio do professor).

Porque praticar?

Como sempre nos perguntam o porquê dos nossos alunos estarem “viciados” em invertidas, é sempre bom ressaltar os benefícios dessa prática, que vai muito além de uma foto bonita.

Segundo Gilberto Schulz (2015), em Los Angeles, na Califórnia, foi publicado em uma edição “Terapias Alternativas na Saúde e Medicina” que a prática de invertidas pode melhorar o humor e diminuir os sintomas da depressão.

E que isso se dá ao fato de que ocorre uma normalização do cortisol (hormônio do stress) e também da endorfina (hormônio da felicidade e do prazer). Sem contar que a postura nos traz coragem, confiança e controle do nosso próprio corpo.

Dentre muitos outros benefícios, fortalecemos os ombros, braços e abdômen, melhoramos o equilíbrio e consciência corporal, além de muita satisfação quando conseguimos realizá-la.

Como realizar uma boa execução

1) Muito cuidado com o alinhamento da cervical!

Apoiamos apenas a parte mais alta da cabeça, jamais a testa ou então a parte de trás da cabeça. Outro ponto importante é a distância entre os cotovelos. Para ficar uma distância segura, eles devem estar na linha dos ombros.

2) Segurança!

Existem muitas formas de chegar na postura, e para permanecer nela é muito importante que o profissional saiba como guiar, preparar um treino evolutivo até construir a invertida e orientá-lo para que o praticante não sinta dor ou desconforto.

Importante ressaltar que o instrutor deve saber também onde e como se posicionar para cuidar do seu aluno, evitando as quedas, pois é algo que desperta medo no praticante. E sim, podemos e devemos evitar que aconteça, deixando nosso aluno muito mais confiante para evoluir sempre.

Exemplo de Exercício Preparatório para Invertidas no Pilates

Exemplo de Exercício Preparatório para Invertidas no Pilates em Suspensão

Variações

Importante que o aluno encontre sua forma mais confortável para entrar, permanecer e sair da postura.

Cada praticante tem a sua variação de preferência, porém é sempre bom treinar todas as variações, já que a ideia é sempre evoluir.

Vale lembrar que para cada variação, o encurtamento muscular ou falta de força podem influenciar na execução.

Execução das Invertidas

Quando falamos em execução, queremos dizer:

Entrada em Tuck

Entrada em Straddle

Entrada em Pike

Como aplicar nas Aulas de Pilates?

Claro que para realizar a postura é preciso consciência corporal, por isso existem uma série de movimentos preparatórios, em que o praticante vai criando consciência da postura.

Com os equipamentos de Pilates Tradicional e em Suspensão, conseguimos auxiliar ainda mais na preparação e fortalecimento e até mesmo nas variações.

O profissional vai escolher e adequar os melhores exercícios, que podem variar entre educativos, e os que utilizam as próprias invertidas para trabalhar músculos específicos, como abdômen, por exemplo.

Contra Indicações

Nem sempre as invertidas podem ser praticadas, por isso é bom se atentar aos cuidados, e contra indicações gerais e específicas.

  • Gestantes que já praticavam invertidas, após liberação médica podem continuar a prática com bastante segurança.
  • Hipertensos também requerem muitos cuidados, pois a própria postura já eleva a pressão arterial.
  • Cardiopatas devemos nos atentar também.
  • Deslocamento de Retina
  • Hérnia de Hiato
  • Glaucoma

Assim mostramos que os desafios fazem bem para auto estima, superação e evolução.

Exercícios do Método Pilates ajudam muito nesta evolução e fortalecimento para preparação de posturas avançadas como essa.

Vamos praticar? Com muita segurança e técnica, todos conseguem!

 

Referência
  • https://yogaemcasa.net/2015/10/25/beneficios-do-yoga-invertidas-por-que-ficar-de-cabeca-para-baixo/

Written by Indianara e Alaíse

Indianara e Alaíse

Indianara Hainz Silva
- Educadora Física graduada pela FURB-Universidade Regional de Blumenau
- Formação Completa em Pilates
- Formação Completa em Pilates em Suspensão
- Formação em Treinamento Funcional

Alaíse Stringari
- Fisioterapeuta graduada pela FURB-Universidade Regional de Blumenau
- Pós Graduada em Acupuntura
- Formação Completa em Pilates
- Formação Completa em Pilates em Suspensão

Sócias e Proprietárias do Studio Corporis Pilates

1 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *