Posted in:

Entendendo o Método Pilates e a sua História

“Pilates é um método de exercício físico que utiliza o peso do próprio corpo para sua execução.”

“Quando todos seus músculos estiverem propriamente desenvolvidos, você realizará com rotina seus exercícios com o mínimo de esforço e o máximo de prazer.”

Um pouco sobre Joseph PilatesMétodo-Pilates-1

‟Eu devo estar certo. Nunca tomei uma aspirina, nunca perdi um dia em minha vida. O país inteiro, o mundo inteiro deveria fazer meus exercícios. Eles seriam mais felizes. ”

Nascido em 1883 na Alemanha em um vilarejo chamado Monchengladbach, Joseph Hubertus Pilates foi uma criança doente que sofria de asma, raquitismo, bronquite e febre reumática.

Desde cedo ele decidiu contrariar a sua forma debilitada, buscando nas atividades físicas uma solução para vencer seus problemas. Ele utilizou yoga, mergulho, boxe, natação, esqui e conhecimentos de Fisiologia, Anatomia e Medicina Oriental. Até os movimentos animais não fugiram das suas observações.

Aos 32 anos Joseph mudou-se para a Inglaterra, onde se tornou boxeador profissional, e anos mais tarde ficou recluso no campo de concentração de Lancaster. Foi neste campo de concentração que Joseph aplicou o método, um programa de condicionamento baseado em exercícios que eram realizados no solo.

Sua técnica foi reconhecida quando nenhum dos internos daquele campo sucumbiu a uma epidemia de gripe (influenza) que vitimou outras pessoas de outros campos.

Pilates tornou-se enfermeiro e trabalhou na recuperação de feridos da guerra utilizando as molas das camas para a melhoria da condição física destes pacientes.

Neste momento Joseph notou que a execução dos exercícios com resistência causava maior eficiência na recuperação destes indivíduos, onde a recuperação do tônus muscular acontecia de forma mais rápida.

Aos 46 anos de idade, na ida para os Estados Unidos da América, Joseph conheceu então sua esposa Clara no navio, uma enfermeira que trabalhou posteriormente com ele em seu estúdio em Nova York, localizado na 8ª avenida junto ao New York City Ballet.

O seu método começou a ser praticado por importantes bailarinos que apresentavam lesões, sendo recuperados por Joseph Pilates. Logo, a técnica ganhou adeptos e se espalhou por todo o mundo.

Sua primeira obra intitulada “Sua Saúde” foi publicada em 1934, cujo tema abordava saúde, qualidade de vida e a importância do exercício para a prevenção e reabilitação “cura” das patologias.

No ano de 1945 Joseph publicou sua segunda obra intitulada “O retorno à vida pela Contrologia” com coautoria de John Willian Miller explicando a denominação de Contrologia e o repertório de exercícios para aquisição de uma boa forma com baixo custo.

Um Método inovador chamado Pilates

‟A arte do Pilates prova que o sua idade não é medida em anos, ou como você acha que você se sente, mas sim pela flexibilidade normal da sua coluna ao longo da sua vida.”

O método foi desenvolvido na década de 1920, baseado no conceito chamado de contrologia, e este conceito nada mais é do que o controle consciente de cada movimento executado pelo nosso corpo através de músculos, tendões, ligamentos e toda nossa estrutura.

É a forma correta como o corpo deve “agir” durante cada execução de um movimento, envolvendo a mente e o espirito. A contrologia permite o desenvolvimento uniforme do corpo permitindo a aquisição de uma boa forma física, livre de patologias.

Portanto Pilates é um método baseado em exercícios de concentração, força e mobilidade, utilizando exercícios específicos.

Joseph Pilates iniciou o desenvolvimento deste condicionamento corporal durante a primeira guerra mundial, e durante alguns anos aplicou melhorias e aperfeiçoamentos na técnica até o ano de 1967 onde existem registros de sua morte.

Esta técnica apresenta uma grande quantidade de exercícios e suas variações, e o método pode ser executado por qualquer individuo, desde aquele individuo que busca algum tipo de atividade física quanto àqueles indivíduos que apresentam alguma patologia e buscam algum tipo de reabilitação, como por exemplo, dores crônicas, problemas neurológicos, problemas ortopédicos e qualquer distúrbio envolvendo a coluna vertebral e ate mesmo a senilidade.

O Método Pilates quando orientado por um profissional devidamente capacitado, torna-se praticamente nula a possibilidade de lesões musculares, pois o impacto é inexistente.

Exercícios Originais criados por JosephMétodo-Pilates-2

“Pilates desenvolve um corpo uniforme, corrige posturas erradas, restaura a vitalidade física, vigora a mente e eleva o espírito.”

Os repertórios de exercícios estão divididos em duas categorias distintas, sendo elas:

  1. MAT Pilates – Exercícios executados no solo utilizando apenas o peso corporal e sofrendo ação da gravidade (esta considerada como fator de resistência). Nesta categoria também podemos agregar acessórios aos exercícios.
  2. A outra categoria envolve o uso dos equipamentos (Cadeira, Reformer, Wall, Trapézio), onde a resistência esta vinculada ao uso de molas e polias.

O repertório do método obedece a uma sequência que esta dividida em três: Básico, Intermediário e Avançado. Os equipamentos criados por Joseph estão presentes nestes três níveis, variando assim os ângulos de execução, cargas e frequência.

Cada exercício deve ser executado com o máximo de atenção possível e não de forma automática como a maioria das pessoas acabam fazendo os demais exercícios. Por este motivo o método não apresenta repetições de séries e cada movimento é repetido por aproximadamente dez vezes.

Os exercícios do método Pilates são, na sua maioria, executados na posição deitada, havendo diminuição dos impactos nas articulações de sustentação do corpo na posição ortostática e, principalmente, na coluna vertebral, permitindo recuperação das estruturas musculares, articulares e ligamentares particularmente da região sacrolombar.

Dos 34 movimentos criados por Joseph Pilates no método original, deram origem a aproximadamente 500 variações com ou sem aparelhos, que possuem o mesmo intuito de fortalecer e alongar toda musculatura do corpo, melhorando a flexibilidade e a coordenação motora.

Tudo isso vai proporcionando relaxamento, conscientização corporal sem contar o constante trabalho respiratório e os cuidados com a correção da postura.

Método-Pilates-4

Os 34 movimentos criados por Joseph são:

  1. Hundred
  2. Roll Up
  3. Roll Over with Legs Spread
  4. One Leg Circle
  5. Rolling Back
  6. One Leg Stretch
  7. Double Leg Stretch
  8. Spine Stretch
  9. Rocker with Open Legs
  10. Cork-Screw
  11. Saw
  12. Swan-Dive
  13. One Leg Kick
  14. Double Kick
  15. Neck Pull
  16. Scissors
  17. Bicycle
  18. Shoulder Bridge
  19. Spine Twist
  20. Jack Knife
  21. Side Kick
  22. Teaser
  23. Hip Twist
  24. Swimming
  25. Leg Pull – Front
  26. Leg Pull
  27. Side Kick Kneeling
  28. Side Bend
  29. Boomerang
  30. Seal
  31. Crab
  32. Rocking
  33. Control Balance
  34. Push Up

A execução de cada um destes exercícios encontra-se no livro chamado “Return to life through Contrology” (O retorno a vida pela contrologia) já citado acima.

Os princípios fundamentais para a execução do método envolvem: controle, centralização, mente concentrada na execução do exercício, concentração, movimento fluido, precisão e a tão famosa respiração.

“É estar presente, concentrado e não distraído. É a mente que esculpe o corpo.”

Os exercícios que compõem o método envolvem contrações isotônicas (concêntricas e excêntricas) e, principalmente, isométricas, com ênfase no que Joseph denominou power house (ou centro de força).

Este centro de força é composto pelos músculos abdominais, transverso abdominal, multífido e músculos do assoalho pélvico, que são responsáveis pela estabilização estática e dinâmica do corpo. Então, durante os exercícios, a expiração é associada à contração dessas musculaturas e do diafragma.

A estabilidade do CORE é essencial para o equilíbrio de carga apropriado dentro da coluna vertebral, pélvis. O chamado núcleo assim como o grupo de músculos do tronco que envolve a coluna vertebral e as vísceras abdominais.

Abdominais, glúteos, cintura pélvica, paravertebrais e outros músculos trabalham em conjunto para proporcionar estabilidade espinhal.

Segundo a Literatura a frequência ideal para praticar Pilates deve ser três vezes por semana, em aulas de uma hora cada.

“Com 10 sessões você perceberá a diferença, com 20 sessões os outros irão perceber a diferença e com 30 sessões você vai ter um novo corpo.”

Objetivos do Método inovador PilatesMétodo-Pilates-5

“Hábitos incorretos são responsáveis pela maioria de nossas doenças, se não por todas elas.”

O método Pilates tem como objetivo o alongamento e fortalecimento muscular criando um corpo forte. Tem vantagens como:

  • Melhora do Condicionamento Físico
  • Alinhamento Postural
  • Estímulo da Circulação
  • Fortalecimento do Corpo como um todo – especialmente da Musculatura Abdominal
  • Gera Flexibilidade
  • Melhora da Coordenação
  • Ajuda na Descompressão das Vértebras da Coluna
  • Eleva a capacidade de Contração Muscular
  • Auxilia no Combate do Estresse
  • Tonifica Áreas Enfraquecidas
  • Aumenta a Densidade Óssea
  • Aumenta a Mobilidade das Articulações
  • Diminui Tensões e Fadigas
  • Causa Aumento da Capacidade Respiratória e Cardiovascular
  • Entre outros

Concluindo…Método-Pilates-3

Resumindo, o Pilates aumenta o nível de conscientização postural e coordenação motora, e tais benefícios proporcionam o alivio de dores crônicas e previnem lesões. Os benefícios do método Pilates só dependem da execução dos exercícios com fidelidade aos seus princípios.

Os benefícios do trabalho realizado no Core são: assegurar um apropriado equilíbrio muscular, propiciando a estabilidade, aumentando a força postural dinâmica e assegurando o funcionamento apropriado da cadeia cinética por inteiro. Todos esses benefícios podem ser chamados de eficiência neuromuscular.

Com a prática do método os indivíduos tendem a manter posturas corretas em diversas situações do nosso cotidiano, e estes hábitos devem perdurar por toda a vida.

‟Uma boa postura pode ser adquirida com sucesso somente quando todo o mecanismo do corpo está sob um controle perfeito. O caminho segue como uma coisa natural.”

Written by Thais Giabani

Thais Giabani

Fisioterapeuta, com pós graduação em Saúde da Mulher
Extensão em Auriculoterapia
Curso de Pilates nas Patologias da Coluna.
Curso de Pilates, e Neopilates
Curso de Reflexologia

10 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *