Posted in:

Como podemos aplicar o Método Pilates na Escola?

Como podemos aplicar o Método Pilates na Escola?
Gostou? Avalie!

Dores nas costas resultantes de postura incorreta acontecem apenas em adultos? A resposta é não! As alterações posturais geralmente se iniciam na infância, principalmente na fase escolar, decorrente de maus hábitos posturais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 80 % das pessoas têm ou terão dor nas costas ao longo da vida. As alterações posturais na infância podem ocorrer devido à carga que o estudante carrega na mochila, muitas vezes além do limite que seu corpo suporta, podendo desencadear lesões e dores nas costas futuramente.

O problema não é a mochila em si, mas sim o que se leva nela: livros, cadernos e materiais podem aumentar em até 15% o peso corporal do aluno. Isso que gera tração e pressão sobre os músculos e articulações, o que aumenta a incidência de dores nas costas.

O ideal, é que as crianças não levem mais peso do que o recomendado: ou seja, 10% do peso corporal.

Se não corrigido a tempo, as dores podem se apresentar desde uma escoliose infantil, até uma cifose e artrose precoce, e em alguns casos, até retardar o crescimento ósseo da criança.

Porém, com o Pilates na escola, tudo pode se tornar mais fácil, desde as orientações de reeducação postural, como os exercícios que ajudam a fortalecer a coluna vertebral. Isso porque eles promovem aumento de flexibilidade, previnem lesões, aumentam o nível de concentração e o desenvolvimento do aluno na escola.

Durante as aulas de Pilates na escola os alunos adquirem a consciência corporal, que reflete na postura adequada, tudo isso de uma forma lúdica, dinâmica e divertida, do jeito que eles gostam.

Você profissional gostou dessa área e não sabe por onde começar? Fica tranquilo. A seguir vamos mostrar alguns benefícios que o Método tem a oferecer e dicas de como você montar e aplicar sua aula para os pequenos!

Ficou curioso? Então confira como aplicar o Pilates na Escola!

Sobre a Área

O Pilates na escola é um projeto criado para promover cuidados com a saúde, prevenindo possíveis doenças já na infância, além de socialização entre pais, alunos e funcionários da escola.

Essa área vem sendo tendência no momento, e uma vantagem para quem escolher iniciar nesta área é que poucas escolas possuem este projeto, sobram vagas e faltam profissionais para trabalhar.

O Método não traz benefícios somente para as crianças, mas também para a escola como um todo. Isso porque é um projeto voltado para educar, motivar alunos, professores e pais, garantindo um melhor desenvolvimento do aluno em fatores físicos, sociais, mentais e emocionais.

O Método Pilates na escola só tem a contribuir para o desenvolvimento dos alunos, uma vez que além de promover a concentração, consciência corporal, e correção postural, ajuda a fortalecer a musculatura para suportar a carga da mochila.

A concentração, respiração e controle do movimento durante o Pilates na escola refletem durante as aulas do aluno, contribuindo no rendimento e aprendizado dos estudantes.

Os exercícios são aplicados de forma lúdica para conquistar os alunos com a prática e, assim, corrigir os maus hábitos posturais adquiridos ao sentar na cadeira escolar, diante da TV e computador, e uso incorreto da mochila escolar.

Ter sucesso na carreira é uma meta que muitos profissionais almejam não é mesmo?!

Então, você instrutor de Pilates, não perca tempo e oportunidade para alavancar sua carreira, fique atento às dicas que logo mais vamos apresentar.

Qual a idade mínima para o aluno ingressar no Pilates?

Você instrutor de Pilates deve estar apto a adaptar o Método para qualquer faixa etária, mas a idade mínima aconselhável para iniciar o Pilates na escola é a partir dos 5 anos de idade.

Nesta fase as crianças tem facilidade para aprender o que é certo, aprendem a corrigir seu posicionamento diante das atividades do dia a dia e consequentemente tornam-se adultos saudáveis.

Conforme Joseph Pilates, não existe idade específica. Ele diz que onde houver alongamento e fortalecimento de acordo com os princípios criados por ele, aí está um praticante da Contrologia.

Lembre-se: O Pilates na escola é indicado para todas as idades, o importante é respeitar os limites físicos de cada individuo.

Benefícios de Pilates na Escola

Benefícios para a Criança/Aluno

Além do fato da criança crescer longe de doenças e sedentarismo, ela vai se tornar um adulto adepto à prática de atividades físicas adquirindo uma boa qualidade de vida.

Dentre os benefícios para as crianças que praticam o Pilates na escola, está a:

  1. Organização do Sistema Locomotor
  2. Melhora da Postura
  3. Melhora do Humor
  4. Melhora da Circulação Sanguínea e Energética
  5. Melhora da Digestão
  6. Ganho de Força Muscular
  7. Flexibilidade
  8. Diminui Dor e Estresse
  9. E tudo isso garante uma boa noite de sono

Além de todos esses benefícios, podemos citar mais algumas vantagens do Pilates na Escola.

  • Desenvolvimento Escolar

Ele é um grande aliado ao desenvolvimento escolar, e auxilia o aluno a obter maior nível de concentração e atenção durante as aulas.

Verificamos também que as crianças adquirem a percepção corporal e consciência, respeitando os limites de espaço ocupado por ele ou por seus colegas.

Ajuda a evitar possíveis lesões no dia a dia do aluno, pois através dos seus princípios proporciona um corpo forte e flexível preparado para as suas atividades físicas.

  • Encurtamento Muscular

Hoje em dia as crianças apresentam encurtamento muscular mais cedo, e isso acontece porque a tecnologia esta ocupando o lugar das brincadeiras que permitia ao corpo viver em movimento.

O Pilates na escola é um excelente recurso para aumentar a amplitude de movimento pois ele trabalha o corpo de forma global. Ser flexível permite o aluno a realizar atividades sem dor e sem restrições, mantendo uma postura adequada durante a prática de exercícios.

  • Déficit de Atenção

Alunos com diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade também se beneficiam com o Método Pilates na escola, pois uma vez se não tratados podem apresentar traços de autismo. Portanto quanto mais cedo praticarem o método, maior as chances de a criança recuperar seu potencial.

Os exercícios com bolas coloridas, em diferentes tamanhos, estimulam as crianças de maneira lúdica e desafiadora, podendo corrigir ou amenizar consideravelmente o problema, através do reequilíbrio das cadeias musculares, promovendo realinhamento corporal e ativando músculos estratégicos a fim de fortalecer e alongar.

  • Dor de Crescimento

Outro fator que gera desconforto para as crianças é a dor de crescimento, um desequilíbrio no ritmo de crescimento dos ossos, tendões e músculos que acomete crianças de 3 a 12 anos de idade.

A dor aparece à noite ou durante a madrugada, deixando a criança estressada e com sono no outro dia, o que afeta a concentração do aluno e consequentemente seu desenvolvimento escolar.

O Método Pilates na escola é um grande aliado para essas crianças, pois as séries de alongamento ajudam a reduzir o quadro álgico, além de diminuir a tensão muscular e a melhora da flexibilidade, garantindo uma postura adequada.

  • Bexiga Hiperativa

Algumas crianças na fase escolar sofrem por não conseguir segurar a urina, mas quem nunca fez “xixi” na cama não é?!

Apesar de o comportamento ser normal no início, os pais devem ficar atentos caso persista após os 5 anos de idade, pois a criança pode sofrer de distúrbios miccionais chamado de bexiga hiperativa. Este distúrbio é frequente em 15% das crianças em torno de 7 anos de idade.

Essa frequência de perda urinária gera um grande desconforto, e as crianças sofrem de baixa auto-estima, devido às provocações na escola por seus coleguinhas. Isso pode gerar isolamento social e interferir no desenvolvimento psicossocial.

Por este motivo é muito importante o aluno praticar o Pilates na escola, pois durante a prática, a ativação do “powerhouse” é constante, e tem como benefícios melhorar a percepção e consciência corporal, fortalecendo o assoalho pélvico e consequentemente diminuindo a incontinência urinária.

  • Asma

Além disto, estudos comprovam a eficiência do Pilates na reabilitação pneumológica em crianças com asma brônquica.

Os asmáticos possuem um fator limitante chamado rigidez de tórax, e por este motivo a prática do método é muito importante na reeducação respiratória, pois irá aumentar a mobilidade torácica e conseqüentemente a sintomalogia.

Como vimos o Pilates na escola tem muito a beneficiar os pequenos, não só previne doenças, mas também estimula o desenvolvimento cerebral, coordenação motora e sociabilidade, proporcionando ao pequeno o inicio de uma vida saudável.

Benefícios para os Pais

Como vimos acima, são inúmeros os benefícios que o Pilates na escola traz aos seus praticantes. Qual pai/mãe não gostaria de ver o filho adepto à atividade física e com um bom desempenho escolar e social?

Porém, para vê-los interessados na prática de exercícios e sem cobranças, torna-se mais fácil quando os pais também praticam alguma atividade física, sendo exemplos para seus pequenos, e deixando os eletrônicos de lado na hora do movimento.

O método será benéfico tanto para a saúde dos alunos como a de seus pais, pois irá aumentar a qualidade de vida dos dois. A criança torna-se mais disciplinada, melhorando o relacionamento em casa e na escola, sem estresse e sem conflitos.

Será mais vantajoso a criança praticar o Método Pilates na escola, do que ter sair desse ambiente e se locomover para outro endereço como academia ou estúdio de Pilates. Sem contar que ao buscar o filho, os pais podem ficar e participar da aula também.

A prática de Pilates previne de doenças e recupera de lesões, e assim os pais terão menos gastos com consultas médicas e remédios.

Como dizia Joseph Pilates: ‘’Eu devo estar certo. Nunca tomei uma aspirina, nunca perdi um dia em minha vida. O país inteiro, o mundo inteiro deveria fazer meus exercícios. Eles seriam mais felizes.’’

Benefícios para a Escola

A prática de Pilates na escola vem trazendo muitos pontos positivos para a instituição: ela será mais procurada pelos pais por se diferenciar de outras escolas que não oferecem o método.

Os alunos também vão apresentar melhor rendimento escolar e isso irá destacar a Instituição pelas notas e plano de ensino.

Muitos professores e funcionários não praticam atividade física, o que implica em uma vida sedentária, levando a inúmeras doenças como obesidade, diabetes, aumento do colesterol, até a perda da auto-estima e, conseqüentemente, o afastamento do trabalho por doenças.

Ciente disso a escola vai optar pela implantação do Método Pilates devido os seguintes benefícios:

  • Previne LER/DORT
  • Motivação e Disposição dos Funcionários para Trabalhar
  • Diminuição do Nível de Estresse dentro do Local de Trabalho
  • Diminuição de Afastamento de Funcionários por Doenças

Com a implantação do Método, a escola terá grandes benefícios sem gastar muito, pois necessita apenas da contratação de um profissional atuante, podendo ser um fisioterapeuta ou educador físico.

O Pilates na escola é um projeto de grande diferencial, que interfere positivamente no cotidiano de todos que estão envolvidos, garantindo bem estar e vida saudável.

Como é a Aula de Pilates na Escola?

As aulas tem duração de 30 minutos,e  podem ser realizadas em pequenos grupos de 15 a 25 pessoas, acontecendo uma vez por semana.

Forme grupos conforme a idade, com aulas tanto para os alunos como os funcionários e familiares. Prepare aulas em dupla para fortalecer relações entre pais e filhos, isso implica em um resultado adorável.

Passe exercícios de fácil entendimento.

Nesta fase o Pilates na escola não pode ser tratado com tanto rigor, tenha cautela com uso de resistência e repetições sempre respeitando os limites de cada um.

As aulas devem ser desenvolvidas de forma que desperte o interesse de cada criança como se fosse uma brincadeira, você pode decorar o ambiente com os personagens infantis favoritos e acessórios coloridos.

Assim eles conseguem aprender facilmente a prática de forma mais prazerosa, buscando sempre se exercitar, mantendo o equilíbrio entre o corpo e a mente.

Como montar uma Aula de Pilates na Escola?

A aula pode ser realizada tanto em uma sala fechada como no ginásio da escola, desde que seja um ambiente tranquilo, e aconchegante, sem trãnsito de pessoas para que o aluno não se disperse durante as aulas.

Você vai precisar de um tapete antiderrapante ideal para a prática de Pilates em solo, e acessórios funcionais do MAT Pilates ( bola, faixas elásticas, rolos, magic circle) pois além de enriquecer as aulas, estimulam seus praticantes tornando tudo mais divertido, descontraído e didático.

Coloque uma musica baixinha de fundo, use-a como um influenciador de sentimentos e energia, melhorando o desempenho do aluno durante os movimentos. Além disso oriente para usarem roupas leves e confortáveis que não atrapalhem ou reduzam a mobilidade durante a prática dos exercícios.

É sempre bom preparar suas aulas e não fazer nada no improviso, por isso passe exercícios de fácil execução para que somente com o comando verbal ele possa executá-lo de forma correta. Cuidado para não falar muito baixo, mantenha um tom firme e seguro durante sua fala.

Avalie seu aluno! Este é o principal fator para traçar os objetivos e necessidades de cada criança, assim podemos conhecer as limitações, resistências físicas e evolução de cada um.

Repasse os exercícios descrevendo os movimentos dos pés a cabeça, e se necessário execute-o primeiro para depois corrigir. Procure não ficar apenas em um lado da sala, ande por todo o ambiente durante a execução dos movimentos, isso mostra que você esta observando a todos.

Faça as correções conforme cada exercício. E se realizado conforme solicitado, elogie seu aluno pois ele ficará feliz e motivado para a próxima aula.

Uma dica durante as aulas: oriente pais, professores e alunos de como as crianças devem levar a mochila escolar.

  • Usar mochilas com ajustes largos e firmes, procurando mantê-lo uns 5 centímetros acima da sua cintura;
  • Carregar a mochila sempre pelas duas alças e nunca em um lado só, sobrecarregando um dos ombros;
  • Optar por levar mochilas com rodas e manter a coluna ereta, e não curvada, ao levar a mochila com rodas;
  • No caso em que haja muito material, levar parte do peso nas mãos;
  • Limitar o peso do material e evitar transportar cargas inúteis.

Nós profissionais da saúde, devemos orientar, desenvolver ações de prevenção, promoção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo.

Exercícios de Pilates para Crianças

Como Joseph Pilates dizia: “Mesmo que você não siga nenhuma das outras instruções, aprenda a respirar corretamente”.

Então, o primeiro passo é ensinar o aluno a maneira correta de se respirar. A inspiração e a expiração são essenciais para coordenar os movimentos.

Durante a inspiração peça para o aluno imaginar que esta cheirando uma flor e na expiração peça pra ele assoprar a velinha, tenho certeza que não será difícil para aprender.

Como sabemos, outro fator muito importante é a ativação do power house (centro de força). Ele nos ajuda a manter a postura adequada e estabilização durante os exercícios.

Durante a expiração peça para o aluno realizar a depressão do abdômen, levando o umbigo para as costas e contraindo o assoalho pélvico. A ativação correta do power house ajuda a realizar os movimentos com maior segurança e diminui os riscos de lesões na coluna.

Procure passar exercícios dinâmicos, em dupla ou realizar circuitos. Cada aula utilize um acessório diferente (bola, magic circle, elástico e rolo), assim cada aula será uma expectativa nova para os alunos.

Estimule o aluno em cada movimento proposto fazendo com que o mesmo consiga realizar todas as repetições com controle, precisão, fluidez e concentração.

Realize alguns exercícios em duplas, além de um incentivar o outro, isso torna uma aula divertida e ajuda o aluno a interagir com outras crianças. A seguir vamos citar alguns exercícios para você usar durante as aulas de Pilates na escola.

1) Shouder Bridge na Bola

Objetivo: Mobilização da coluna vertebral, fortalecimento de glúteo máximo,isquiotibiais, gastrocnêmioe paravertebral.

Posição inicial: Alunos em decúbito dorsal um de frente pro outro, posicionar a bola entre eles. Após, flexionar os joelhos até 90º apoiando os pés na bola, manter os braço são longo do corpo.

Execução: Inspire e expire elevando o quadril estendendo-o. Inspire e expire voltando uma vértebra de cada vez até voltar à posição inicial.

2) Agachamento com a Bola

Objetivo: Fortalecimento de extensores de quadril e joelhos. Promover equilíbrio.

Posição inicial: Em pé, um de costas para o outro, posicionar a bola na região lombar dos alunos mantendo as mãos na cintura.

Execução: Inspire e expire realizando flexão de joelho até 90º. Inspire e expire retornando à posição inicial.

3) Rotação de Tronco com a Bola

Objetivo: Fortalecimento de oblíquos abdominais, extensores de quadril e joelhos e mobilidade da coluna vertebral.

Posição inicial: Em pé, um de costas para outro, mantendo os joelhos e quadris fletidos. Um dos alunos segura a bola enquanto o outro permanece com as mãos livres.

Execução: Inspire e expire realizando a rotação de coluna para o mesmo lado do colega, entregar a bola. Inspire e expire rotando a coluna para o outro lado para receber a bola novamente.

4) Roll Up com Bola

Objetivo: Fortalecimento dos flexores da coluna e transverso abdominal, mobilizar a coluna vertebral, consciência corporal e ativação do powerhouse.

Posição Inicial: Na posição sentada um de frente para o outro, um dos alunos segura a bola, enquanto o outro na mesma posição mantém as mãos livres.

Execução: Realizar flexão da coluna iniciando pela cervical, vértebra por vértebra, até a posição sentada; passar a bola para o colega e depois retornar estendendo a coluna, até à posição inicial.

5) Alongamento de Cadeia Posterior com Bola

Objetivo: Mobilizar coluna vertebral e alongar cadeia posterior.

Posição inicial: Em pé frente à bola, um aluno permanece em posição ortostática enquanto o outro segura a bola no chão.

Execução: Inspire e expire flexionando a coluna cervical, torácica e lombar até apoiar as mãos na bola. Inspire e expire realizando a mobilização vertebral retornando até a posição inicial.

Esses são apenas cinco exercícios para se realizar em dupla, porém há uma variedade deles no Pilates na escola.

Entre eles também indico exercícios para atrair a atenção do aluno como:

  • The Cat (Gato)
  • The Swan (Cisne)
  • Monkey (Macaco)
  • The Seal (Foca)

Além de aprenderem o movimento, eles aprendem o vocabulário inglês, o que torna a aula mais divertida e descontraída.

Dicas para Trabalhar com o Pilates na Escola

Joseph Pilates tinha o sonho de ver o Método Pilates disseminado nas escolas e atualmente esta ideia vem sendo implantada. No mundo moderno é uma ideia inovadora, vantajosa e eficiente tanto para a instituição como para os alunos.

Você instrutor de Pilates não pode deixar essa oportunidade passar, o Pilates na escola é a área menos explorada, e quanto maior a sua divulgação, mais contratos fechado e consequentemente maior será seu lucro.

Muitos profissionais se sentem inseguros em atuar nesta área, e se você se sente assim, procure cursos de capacitação para atuar no universo infantil. Pode realizar buscas através do Google, digitando “Curso de Pilates Kids” ou “Curso de Pilates na Infância”, tenho certeza que algum irá te ajudar a crescer profissionalmente.

Há muitas teorias que dizem “quando se quer uma coisa, o universo inteiro conspira a favor”, então acredite e confie em você e no seu trabalho, esta ação gera resultados, gera dinheiro no bolso, sendo útil pra você e para a sociedade.

Ante de levar o projeto para a diretoria da escola, realize uma enquete com os pais que deixam os filhos na porta da escola, mostre a eles todos os benefícios citados acima. Garanto que todos irão se mostrar interessados ao Método Pilates na escola, afinal os pais querem sempre o melhor para seus pequenos.

Faça o projeto escrito ou em slides, mostrando o resultado da enquete realizada com os pais, a eficácia do Método, benefícios no desenvolvimento dos funcionários e no rendimento escolar dos alunos.

Argumentos não faltam para você fechar o contrato com a escola, pois todos sairão ganhando nisso.

Concluindo…

Através da inclusão do Método Pilates na escola, nós profissionais podemos ajudar inúmeras crianças a prevenir alterações posturais, surgimento de dores e fazer com que ela cresça com qualidade de vida.

Como dizia Joseph Pilates: “Primeiro eduque a criança, pois os hábitos são facilmente formados na infância, tanto as coisas boas quanto as ruins. Se nos concentrarmos apenas na formação de bons hábitos em uma fase jovem, haverá menos necessidade de correção na fase adulta”.

Bom, espero que tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas e deixado você com um gostinho de quero mais!

Lembre-se: Acredite, desenvolva e mostre seu potencial ao máximo, pois só assim você conseguirá ser reconhecido. Saiba que o caminho é longo e árduo, mas é preciso o primeiro passo paro o sucesso ser garantido.

Sucesso a todos nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *