Posted in:

O que é Lesão Cerebelar e quais os Benefícios do Pilates

Antes de explicar a lesão cerebelar precisamos entender que sistema nervoso central (SNC) é o termo cientifico que designa o cérebro e a medula espinhal. O cérebro é o centro do pensamento, memória e emoção, bem como centro de controle de vários processos orgânicos.

A medula espinhal e os nervos da cabeça, chamados nervos cranianos, levam e recebem mensagens transmitidas entre o cérebro e o resto do corpo.

Essas mensagens nervosas dizem aos músculos quando e como se mover, transmitem as informações coletadas pelos nossos sentidos e ajudam a coordenar o funcionamento de nossos órgãos internos.

As principais áreas do cérebro incluem os hemisférios cerebrais, os gânglios basais, o cerebelo e tronco cerebral. Cada uma dessas partes tem uma função específica.

O tronco cerebral contém feixes nervosos longos que transportam sinais para controle de músculos e sensações.

Nervos cranianos têm importante papel nos sentidos do olfato, visão, audição, paladar e controlam os músculos da face, língua e pescoço. A maioria dos nervos cranianos tem origem no tronco cerebral.

Centros especiais do tronco cerebral comandam a respiração, batimento cardíaco e o estado de vigília. O cerebelo controla a coordenação dos movimentos.

Cerebelo e Tumores CerebraisLesão-Cerebelar---1

O cerebelo, é o órgão do sistema nervoso supra-segmentar, deriva da parte dorsal do metencéfalo e fica situado dorsalmente ao bulbo e à ponte, contribuindo para a formação do tecto do IV ventrículo.

Repousa sobre a fossa cerebelar do osso occipital e está separado do lobo occipital por uma prega da dura-máter denominada tenda do cerebelo.

Liga-se à medula e ao bulbo pelo pedúnculo cerebelar inferior e à ponte e mesencéfalo pelos pedúnculos cerebelares médio e superior, respectivamente.

Do ponto de vista fisiológico, o cerebelo difere fundamentalmente do cérebro porque funciona sempre em nível involuntário e inconsciente, sendo sua função exclusivamente motora (equilíbrio e coordenação). Fonte: http://www.auladeanatomia.com/

Tumor Cerebral

Tumor cerebral é um tipo de lesão cerebelar que implica no crescimento anormal de células, do próprio cérebro, dentro do crânio que leva à compressão e lesão cerebelar que são as células normais do cérebro.

À medida que crescem mesmo os chamados tumores benignos podem comprimir ou comprometer o tecido cerebral, provocando problemas sérios e até a morte.

Os tumores podem ser classificados como “benigno” ou “maligno”, sendo que apenas este último é denominado de câncer. Geralmente esses tumores são divididos em duas categorias:

  • Tumor cerebral primário: quando o tumor tem origem dentro do próprio crânio
  • Tumor metastático, metástase ou tumor cerebral secundário: quando o tumor tem origem em outro órgão e se espalha pelo corpo

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, 4% das mortes por câncer no Brasil estão relacionadas com os tumores cerebrais. Nos Estados Unidos, 1 em cada 5 mil pessoas desenvolve um tumor cerebral ao longo da vida.

Além dos tumores próprios do cérebro, 25% dos tumores que tem origem em outras regiões do corpo são metástases (se espalham) no cérebro.

Os tumores localizados em qualquer parte do cérebro podem causar pressão dentro do crânio provocando sintomas como:

  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Vômitos
  • Visão turva
  • Déficit de equilíbrio
  • Convulsões
  • Sonolência

Tumores localizados em áreas do sistema nervoso central afetam diferentes funções e causam diversos sintomas. Além disso, cada lesão cerebelar necessita de tratamento diversificado e têm diferentes prognósticos.

Os tumores do cerebelo causam perda da coordenação para caminhar, dificuldade em movimentos delicados de braços e pernas, e mudanças no ritmo da fala, além de afetar a coordenação.

Provocam também fraqueza, rigidez muscular ou problemas de sensibilidade, de audição, dos movimentos dos globos oculares e da face, ou de deglutição.

Tratamento da Lesão Cerebelar

Lesão-Cerebelar-3
Cortes axiais na ressonância magnética de crânio evidenciando lesão expansiva do tronco cerebral se estendendo do pedúnculo cerebelar direito e porção superior da ponte até a junção bulbomedular. Importante observar que o tumor invade quase toda área seccional do tronco cerebral (seta).

O tratamento é diferente para cada tipo de tumor, devendo ser individualizado para dar a cada individuo a maior chance de cura. Também são levados em conta os efeitos de longo prazo do tratamento.

O tratamento de qualquer lesão cerebelar tal como o tumor cerebral é feito de modo multidisciplinar, com a decisão conjunta entre um neurocirurgião, um radioterapêuta, um oncologista, e frequentemente um neurologista.

A combinação individualizada das diversas modalidades de tratamento (cirurgia, radioterapia, tratamento sistêmico) oferece as melhores possibilidades terapêuticas aos pacientes.

Na equipe multidisciplinar está inserida a Fisioterapia, indispensável no pré e pós cirúrgico com objetivo de amenizar as possíveis seqüelas motoras.

Método PilatesLesão-Cerebelar---método

Um método de controle muscular desenvolvido por Joseph Pilates na década de 1920 cujo objetivo foi e continua sendo, melhorar a condição física e a prática da construção de um corpo forte e sadio.

Durante sua vida, Pilates construiu sua filosofia sobre exercício e saúde, estudando yoga, acrobacia e movimento e condicionamento físico, combinando filosofias de saúde e exercícios do Oriente e Ocidente. Joseph procurava o perfeito equilíbrio do corpo e mente.

Foi em meio a Primeira Guerra Mundial, no campo de concentração em Lancaster, onde se tornou enfermeiro e vigia, que Joseph pegou as molas das camas e desenvolveu equipamentos para reabilitar seus pacientes, utilizando a resistência das mesmas, de modo que os pacientes começassem a tonificar seus músculos antes mesmo de poderem levantar.

Os efeitos do exercício físico e benefícios dos mesmos são de conhecimento de todos.

A ciência já provou que, para garantir bem-estar, é preciso muito mais do que apenas fazer exercícios físicos regularmente é necessário a combinação de uma dieta equilibrada, sono reparador e exercícios para o cérebro para se declarar como uma pessoa saudável.

O Pilates pode ser considerado um exercício completo, visto que além de desenvolver as funções cognitivas, melhora a autoestima, o relacionamento intra e interpessoal e as habilidades motoras e cognitivas com vasta variedade de exercícios e desafios crescentes.

Como um sistema moderno de manutenção corporal tem como princípios básicos:

  • Concentração
  • Controle de centro (Power House)
  • Respiração
  • Controle
  • Fluidez
  • Precisão

Concluindo…Lesão-Cerebelar---concluindo

Foi observado na vivência clinica que a prática regular do Método em indivíduos com lesão cerebelar promove uma melhora da postura e uma melhoria cada vez maior da execução de movimentos, coordenação e equilíbrio, devido ao estímulo cerebral constante.

Além de aumentar a resistência e descobrir potencialidades, estimula também a autonomia e assim melhora a autoestima e promove a socialização.

Written by Ana Claudia Assunção

Ana Claudia Assunção

Fisioterapeuta,Faculdade Social da Bahia (FSBA)
Especialista em Programa Saude da Familia - Universidade Jorge Amado (Unijorge)
Cursos de Formação em Reeducacao Postural e Pilates, alem de cursos de aperfeicoamento na area da Fisioterapia.
Atua com atendimento clínico e domiciliar. Instrutora de Pilates na Academia Well
Fan Page: anafisiocare
Instagram: anafisiocare

3 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *