Posted in:

Pacientes com Lombalgia: Efeitos dos Exercícios do Método Pilates

Pacientes com Lombalgia: Efeitos dos Exercícios do Método Pilates
5 (100%) 1 vote

O termo lombalgia refere-se à dor na coluna lombar.

Essa é uma disfunção que acomete ambos os sexos, podendo variar de uma dor súbita à dor intensa e prolongada, geralmente de curta duração, porém com padrão de recorrência dos casos quando relacionados ao trabalho. (BRIGANO; MACEDO,2005)

O problema de prevenção e tratamento da lombalgia é devida a sua etiologia ser multifatorial, somado ao fato de que muitas das suas causas ainda continuam desconhecidas, e a inexistência de uma fidedigna correlação entre os achados clínicos e os exames.

Com a tecnologia moderna, uma grande quantidade de informações se acha disponível, porém inconclusiva com respeito ao diagnóstico adequado (KENDALL,2007).

A lombalgia vem se tornando um dos problemas de saúde pública mais comuns da sociedade moderna.

Ela pode ser considerada como um dos principais fatores que levam à diminuição da capacidade funcional do ser humano, sendo uma disfunção frequente nas pessoas, ocasionando diminuição da qualidade de vida, produtividade e incapacidade funcional, associada a importante impacto social e representando uma grande parcela de gastos na área. (KOLYNIAK; CAVALCANTI; AOKI, 2004).

Estima-se que cerca de 60% a 80% da população sofrerá de dores e problemas na coluna vertebral em algum momento da vida, devido ao estilo de vida sedentário associada a várias posturas inadequadas na atividade laboral, estudantil e nas atividades da vida diária (AVD’S).

O exercício físico é uma ferramenta muito importante para a melhora da saúde e qualidade de vida, além de auxiliar no combate das dores e ajudar no bem estar, e os exercícios do Método Pilates possuem vantagens no reequilíbrio postural , fortalecendo  músculos mais profundos e melhorando a mobilidade da coluna vertebral.

Método Pilates

O Método Pilates foi criado por Joseph Hubertus Pilates durante a Primeira Guerra Mundial e levado aos EUA em 1923. Seu conceito inicial era uma mistura de elementos de ginástica, dança e artes marciais trabalhando a relação entre corpo e disciplina mental.

Foi desenvolvido para ser usado por qualquer pessoa, jovens, idosos e atletas profissionais. (BERTOLLA et al.,2007)

Atualmente, novos elementos têm sido incluídos ao programa que tem sido conduzido tanto para o condicionamento físico que restaura o equilíbrio natural como para programas de reabilitação.

Não se trata de uma forma de exercício e sim, um método capaz de educar nosso corpo utilizando consciência e equilíbrio, dando mais aptidão ao indivíduo tanto para a vida diária como para a vida profissional, sendo um método de apoio na recuperação de várias pato logias musculoesqueléticas. (Silva et al. 2009)

Benefícios do Pilates para Indivíduos com Lombalgia

O método preconiza a melhoria das relações musculares agonista e antagonista, favorecendo o trabalho dos músculos estabilizadores (transverso do abdômen, períneo e multífidos).

Os exercícios são, na sua maioria, realizados na posição deitada, havendo assim uma redução dos impactos nas articulações que fazem sustentação do corpo na posição ortostática e, sobretudo, na coluna vertebral, permitindo assim a recuperação das estruturas musculares, ligamentares e articulares principalmente da região lombossacral. (KOLYNIAK; CAVALCANTI; AOKI, 2004)

Estudos observaram que o músculo transverso do abdômen e multífidos são responsáveis pela a estabilização do segmento lombar, mostrando que a disfunção dos mesmos está correlacionada com o surgimento da lombalgia.

O fortalecimento dessa região aumenta a pressão intra-abdominal, consequentemente gerando uma estabilização da coluna, prevenindo lesões, gerando força, mantendo um bom alinha mento corporal e favorecendo a base de suporte do corpo. (PAVIN; GONÇALVES, 2010; FRANÇA et al, 2008; TEIXEIRA; EVANGELISTA, 2014; ALMEIDA; BRITO, 2010).

Para mantermos a postura fisiológica do nosso corpo precisamos de musculatura firme e uma boa amplitude de movimento.

Com a prática do Método, o aluno adquire consciência corporal, aprendendo a realizar a contração da musculatura estabilizadora de coluna, obtendo desta maneira uma boa postura.

Exercícios para Lombalgia

Dependendo do diagnóstico clínico, associado a uma boa avaliação física realizado pelo profissional de Pilates, o programa de exercícios para aliviar as dores lombares e consequentemente melhorar sua funcionalidade dependerá de alguns fatores como: nível de condicionamento físico, idade, fase clínica da lombalgia (aguda, sub aguda ou crônica) e outros.

Porém alguns exercícios do método tradicional podem ajudar como estes abaixo:

1) Pelvic Clock

Exercícios de preparação que tem como objetivo principal melhora da mobilidade da região lombosacral.

  • Em decúbito dorsal no MAT.
  • Inspire e ao expirar incline a pelve posteriormente.
  • Inspire e incline a pelve anteriormente, permitindo que a pelve balance suavemente para frente e para trás se movendo entre 12 e 6 do relógio.
  • Incline a pelve para a direita, levando o quadril para as 9h então incline para a esquerda levando o quadril para as 3h.
  • Repita suavemente balançando a pelve de um lado para o outro.
  • Faça um movimento nos múltiplos planos, circular com a pelve no sentido horário e depois anti-horário.

2) Dead Bugs & Femur Arcs

Outro exercício do repertório de solo que além de trabalhar o músculo abdominal, fortalece os músculos flexores de quadril, importante para o reequilíbrio da região do quadril.

  • Decúbito dorsal, com flexão de quadril e joelhos 90º e membros superiores ao lado do corpo.
  • Inspirar para preparar e expirar descendo apenas um pé em direção ao solo realizando apenas o movimento da articulação do quadril (joelhos se mantém na posição anterior).
  • Retorne a posição inicial (Figura).
  • Alternar os lados.

3) Washer Woman/Hamstring 1 na Wunda Chair

Exercício em aparelho com objetivo principal de alongar os músculos posteriores da coxa e mobilidade da coluna vertebral.

  • Em posição ortostática, pés afastados na linha do quadril, joelhos estendidos.
  • Inspirar para preparar, expirar e realizar a flexão da coluna descendo o tronco e empurrando os degraus, mantendo os joelhos estendidos.
  • Inspire na posição e expire retornando na posição inicial.

4) Rolldown Bar no Cadillac

Objetivo de mobilizar a coluna vertebral e fortalecer abdômen.

  • Sentada com os membros inferiores em extensão, segurando a barra de molas com membros superiores em extensão.
  • Inspirar para preparar e expirar realizando uma flexão da coluna, começando do sacro, direcionando vértebra por vértebra até deitar totalmente o corpo.
  • Inspirar e expirar retornando novamente, começando pela coluna cervical e subir até retornar a posição inicial.

5) Swan Dive no Barrel

Objetivo de fortalecer os músculos paravertebrais.

  • Em decúbito ventral sobre o barrel com os pés no primeiro degrau do espaldar, tronco apoiado no barril com membros superiores em extensão para o solo.
  • Iniciar o movimento com a torácica e abdome apoiados no barrel e subir até a coluna neutra.
  • Para a progressão subir o tronco até desencostar o abdômen com os membros superiores em extensão para o teto.

Written by Vanessa de Souza Ferraz

Vanessa de Souza Ferraz

- Profissional de Educação Física (CREF 1635-G/MS)
- Discente do Curso de Fisioterapia da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul
- Treinadora da Equipe VOLL PILATES
- Formação em Pilates Solo e Aparelhos pela Metacorpus e Ibrate
- Pós graduação Método Pilates pelo Instituto de Pesquisa Alfredo Torres
- Cursos de Pilates para Hérnia de Disco, Cervicalgia, Alterações Posturais (VOLLPILATES)
- Pilates Suspenso, Pilates Clínico e Patologias da Coluna Vertebral pela Faculdade Inspirar

1 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *