Posted in:

Pedi Pole – Você conhece este Aparelho Original de Pilates?

Nós vivemos em um mundo desequilibrado. A forma como carregamos nossa bagagem, nossos bebês e nossas bolsas origina um lado dominante e uma musculatura desequilibrada. Acrescentando isto a qualquer prática esportiva nós intensificamos ainda mais esse desequilíbrio.

Se você acha que não tem um lado dominante, tente carregar sua bolsa do outro lado e sinta o quão estranho é. Ou então coloque suas calças primeiramente pelo outro pé.

Sempre a frente de seu tempo, Joseph Pilates inventou o Pedi Pole para abordar esses desequilíbrios. Hoje em dia, com todos nós arqueando nossas costas todas as vezes que estamos no computador, celular e no volante, nós estamos mais desalinhados do que nunca.

Sua invenção simples, porém, genial, é uma ótima ferramenta para ajudar a apontar o quão desalinhados nós realmente somos.

Pedi Pole – Aparelho Clássico

Pedi-Pole-1

Quando eu comecei no Pilates, quase 30 anos atrás, minha coluna estava numa má situação. Eu era completamente assimétrica por causa da Escoliose. Um lado da minha coluna era completamente desenvolvido e firme, enquanto o outro era hiper flexível.

Quando no Pedi Pole eu rolava para baixo vértebra por vértebra, eu tinha que deslocar meu corpo para a direita, e depois voltar para a esquerda pois minha coluna era em formato de S.

Enquanto eu rolava minha coluna para cima e para baixo, colocando cada vértebra no Pedi Pole, eu aprendi a equilibrar minha coluna. Usando este dispositivo engenhoso, começou então um processo de correção dos meus desequilíbrios e melhora da minha postura.

Existem duas versões do Pedi Pole. Um tem uma base quadrada e uma posição livre. O outro é em formado de rim e conectado na parede.

A diferença entre os dois é que a versão conectada a parede é um pouco mais fácil de se trabalhar. Mas já que tem um estabilizador externo, oferece mais versatilidade para um programa de exercícios.

A versão de posição livre utiliza a musculatura profunda do core bem ativada para estabilizar o aparelho também oferecendo um desafio a mais. Sem a estabilização completa do core, o Pedi Pole pode cair.

As duas versões são utilizadas para diferentes razões e adequam-se para diferentes clientes. Eu tenho os dois modelos no meu Studio e os utilizo com todos os alunos como um aquecimento para a coluna e como um exercício de alinhamento no final de cada sessão.

Meu objetivo é que todos os alunos do meu Studio estejam alinhados, com uma boa postura e se sentindo altos. O roll up no Pedi Pole pode alcançar tudo isso!

O dispositivo clássico é simples e acrescenta valor a cada programa de exercícios e a todos os alunos em todos os níveis.

Exercícios no Pedi PolePedi Pole 3

O programa de exercícios inclui trabalho da musculatura superior e inferior, articulação da espinha, e trabalho abdominal profundo. Pelos exercícios serem realizados em pé, eles melhoram o equilíbrio e agilidade, assim como a força e flexibilidade.

Para preparar seus alunos para estes exercícios, primeiramente fique de pé na base, e então pegue as alças. Se você prestar bastante atenção, você terá um feedback instantâneo sobre seu alinhamento.

Fique de pé na base do Pedi Pole com os seus pés afastados na largura dos quadris. Coloque suas mãos nas alças, ombros esticados, braços firmes, porém não travados. Sua cabeça e pescoço devem estar relaxados.

1) Chest Expansion

  • Inspiração completa e longa expiração aumenta a capacidade do pulmão.
  • Músculos Direcionados: braços, cintura escapular e pescoço.

1º passo: Inspira e estenda seus braços na sua frente, mãos e braços alinhados com os ombros, que estão para baixo.

2º passo: Expire e abaixe os braços com os dedos apontando para o chão. Continue expirando e vire sua cabeça para a direita, para a esquerda e para o centro. Todos os movimentos são feitos durante uma única longa expiração com sua coluna alinhada no Pedi Pole. Inspire e lentamente e levante seus braços novamente. Repita 4 vezes.

Variação: Quanto mais perto estiver o pé do Pedi Pole, mais difícil será o exercício.

2) Side Swimming

  • Neste exercício assimétrico você irá descobrir que um lado é mais fácil do que o outro, favorecendo apenas um lado.
  • Músculos Direcionados: braços, cintura escapular, parte superior das costas e peito.

1º passo: Inspire e estenda os dois braços no nível no ombro. Pressione os ombros para cima e para baixo.

2º passo: Expire e traga seu braço direito para seu lado direito e depois traga seu braço esquerdo para seu lado direito, enquanto você move sua cabeça para o lado direito mantendo sua coluna alinhada no Pedi Pole. Os dois braços devem estar retos na linha do ombro. Levante um braço um pouco mais alto. Balance seus braços 10 vezes com duas inspirações e duas expirações.

3º passo: Traga o braço esquerdo para o outro lado, seguido pela cabeça e o braço direito. Os dois braços devem estar retos na altura do ombro. Levante seu braço direito um pouco mais alto. Balance o braço 10 vezes. Repita essa sequência 4 vezes de cada lado.

Pedi Pole 2

3) The Roll Up

  • Isso ensina a gravar o movimento, muito importante nos exercícios de MAT Pilates.
  • Músculos Direcionados: abdômen e coluna.

1º passo: Fique de pé levemente afastado do Pedi Pole. Estenda os dois braços para baixo. Inspire e levante seus braços para cima da cabeça. Incline para frente com as suas costas na horizontal com o seu cóccix pressionado no Pedi Pole.

2º passo: Expire, rode sua coluna e abaixe, vértebra por vértebra, até onde você conseguir mantendo seus dedos estendidos e sua coluna arqueada.

3º passo: Rode uma vértebra por vez, colocando cada vértebra no Pedi Pole para memorizar na sua coluna. Mantenha seus dedos estendidos e contraia o abdômen. Respire profundamente, usando de 3-5 respirações para subir de volta. Repita 3 vezes.

Variação: Se você conseguir, manter a pelve neutra e trazer seus calcanhares para o Pedi Pole.

4) Arabesque

  • Note que o Pedi Pole indica como nós deslocamos nosso peso ao invés de o manter no nosso ponto central.
  • Músculos Direcionados: gama completa de movimentos de todo o corpo.

1º passo: Inspire, dobre seu joelho esquerdo, mesmo com o nível do quadril e estenda os dois braços dos lados levemente acima do nível do ombro, para equilíbrio.

2º passo: Expire e estenda sua perna à sua frente, com os dedos apontando.

3º passo: Com controle, inspire e lentamente rode sua perna atrás de você, descansando os seus dedos do pé com braços estendidos acima da cabeça na sua frente. Então, levante a perna atrás de você na altura do quadril, pés apontados, e expire enquanto você estende seu tronco para frente.

4º passo: Inspire e controladamente devagar, levante seu tronco. Expire enquanto você retorna seu joelho na sua frente no nível do quadril. Repita 3 vezes e troque de pernas.

Written by Kathy Corey

Kathy Corey

Kathy Corey é uma Master Teacher que começou sua carreira no Pilates em 1979. Ela tem sido uma líder especialista no universo do Pilates por mais de 35 anos e é a Diretora do Kathy Corey Pilates. Seu programa de Certificação é ensinado ao redor dos Estados Unidos e seu programa de Capacitação Continuada estão em mais de 20 países.

6 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *