Posted in:

Pilates Acrobático: tudo que você não sabia sobre a modalidade!

Pilates Acrobático: tudo que você não sabia sobre a modalidade!
Gostou? Avalie!

Você sabe o que é Pilates Acrobático?

Muito se confunde atualmente entre Pilates Acrobático e Pilates Suspenso, e realmente pode ser muito confuso. Mas na realidade, as duas modalidades são bem diferentes e é exatamente o que vamos mostrar nesse texto.

No entanto, vamos começar pelo começo e falar do Método Pilates e a importância da aplicação de seus princípios em qualquer modalidade do método.

Vamos lá?

Método PilatesPilates-Acrobático-8

O Método Pilates é um conjunto de exercícios solo e em equipamentos criado por Joseph Pilates, visando o total controle e conexão entre o corpo e mente.

Com mais de 600 tipos de exercícios, o Pilates pode ser praticado por todas as pessoas, em todas as idades. Pessoas com patologias iniciais ou avançados podem se beneficiar no método, aliviando as dores durante o tratamento.

Dessa forma, o Pilates pode ser utilizado como condicionamento físico e reabilitação, garantindo uma melhora na qualidade de vida de todos os praticantes.

Durante as aulas, todos os exercícios tem por objetivo fortalecer a musculatura, promover consciência corporal e mobilidade, além da melhora da postura. Os movimentos realizados proporcionam alongamento e fortalecimento, agindo no corpo de forma global e não apenas individualizada.

Por trabalhar com poucas repetições, o Pilates promove um maior controle dos movimentos, sempre atuando de forma consciente em cada exercício realizado.

No entanto, a principal vantagem da prática é que ela é acessível a todos os públicos, desde um atleta de alto rendimento, até idosos com pouca mobilidade.

Princípios do PilatesPilates-Acrobático-9

Mas para que o Método possa ser aproveitado de sua melhor forma, e para que o praticante possa sentir todos os seus benefícios, existem alguns princípios que devem ser seguidos durante a execução dos exercícios.

São 6 os princípios do Pilates e nós vamos explicá-los um a um: concentração, controle, respiração, centramento, precisão e fluidez. Então, vamos lá?

1) Concentração

O Pilates prega que é a mente quem esculpe o corpo. Dessa forma, este princípio nada mais é do que o total foco e atenção na realização daquele movimento, pois fazê-lo de forma correta acarretará em vários benefícios para o praticante.

2) Controle

Para manter a coordenação motora e evitar contrações de musculares inadequadas, é essencial que o aluno esteja completamente focado, e mantenha controle de todas as ações exercidas pelo seu corpo.

3) Respiração

Um dos princípios mais importantes. Para total aproveitamento dos movimentos, é necessário que o praticante tenha uma inspiração e expiração completas, unindo os exercícios ao ritmo de sua respiração.

4) Centramento

O famoso ”Power House”. É o centro de todo o corpo e essa musculatura precisa ser ativada e trabalhada durante todos os exercícios de Pilates. Isso, porque ativando essa musculatura, o praticante tem uma melhor postura, alinhamento, além de um menor gasto energético durante os movimentos.

5) Precisão

A precisão está ligada com a qualidade do movimento. Dessa forma, para ser perfeitamente executado, a precisão precisa se conectar com todos os outros princípios acima, e dessa forma, aproveitar a máxima de cada exercício.

6) Fluidez

A fluidez se refere ao movimento bonito, e a qualidade do movimento que o seu aluno está fazendo. É importante manter a suavidade do exercício para que o praticante não sofra com nenhuma lesão ocasionada por impactos desnecessários.

O que é Pilates Acrobático?Pilates-Acrobático-3

O Pilates Acrobático é uma modalidade dentro do Método Pilates, realizado nos aparelhos originais criados por Joseph Pilates, apenas com a diferença que os exercícios são feitos com o menor apoio possível do corpo nos equipamentos, para mantê-lo o máximo em suspensão.

Dessa forma, quanto menor apoio tiver o corpo, mais acrobático o exercício se torna. Mas não se engane, os exercícios acrobáticos também podem ser realizados no solo, então não são apenas exercícios suspensos.

O Pilates acrobático treina equilíbrio, coordenação e força. Para a realização dos exercícios é necessário força e flexibilidade, e uma boa resistência muscular para a sequência de repetições.

Por esse motivo, a modalidade é recomendada apenas para alunos que já tenham um nível avançado de treino dentro do Método Pilates. O aluno precisa entender a realização de todas as fases do Pilates para então criar maturidade neuro-motora e estar apto para realizar o Pilates Acrobático, sem risco de lesões causadas por falta de preparação.

Por isso, os praticantes devem manter a intensidade e a frequência dos exercícios durante toda a aula de Pilates Acrobático, para que seus membros superiores consigam o segurar em suspensão durante os exercícios.

Caso isso seja negligenciado, o aluno corre riscos de queda, lesionando a coluna vertebral, além de diversas outras lesões causadas por falta de treinamento.

No entanto, quando realizado corretamente, o Pilates Acrobático é uma modalidade rica em benefícios, muito desafiadora e estimulante para o praticante. A modalidade pode ser usada como um programa físico para ganho de força, coordenação motora e ganho de flexibilidade.

É de ótimo benefício para o corpo pois pelo grande trabalho dos músculos superiores, melhora o ganho de força e definição muscular, além de liberar toda adrenalina durante a aula de Pilates Acrobático.

Benefícios do Pilates AcrobáticoPilates-Acrobático-4

Além de todos os benefícios originais do Método Pilates como melhora da flexibilidade, melhor consciência corporal, e todos os outros benefícios para o corpo e mente, o Pilates Acrobático é de grande melhoria para o aluno pois diminui o impacto articular na hora do exercício.

Por serem exercícios suspensos, eles exigem grande recrutamento muscular, o que acaba gerando no praticante um grande ganho de força muscular e equilíbrio.

Além disso, benefícios lúdicos também são inclusos durante as aulas de Pilates Acrobático. Isso porque, a modalidade tem origem no circo – para quem não sabe, o pai de Joseph Pilates era um ginasta muito premiado – e isso o envolveu na filosofia e beleza desses exercícios circenses.

Com certeza, apesar de lúdicos e belos de serem observados, os exercícios sempre possuem um propósito, com uma função pontual, sempre acrescentando benefícios na vida dos adeptos, que pode ser de todas as idades.

Um outro benefício que talvez não seja tão oferecido no Pilates tradicional é a grande perda calórica. Pelo praticante ter de fazer todos os exercícios em suspensão, requer força e concentração para se manter no alto. Dessa forma, o gasto calórico é muito maior, aliado com o ganho de flexibilidade, força, melhora da postura e equilíbrio.

Contra Indicações

1) Alunos que não estejam preparados para os exercícios avançados, ou alunos iniciantes, que apenas querem se pendurar porque é bonito.

2) Pessoas que sofrem de Disfunção Lombar.

3) Pessoas com Problemas no Ombro.

4) Pessoas em Fase de Reabilitação.

Exercícios Acrobáticos na Aula de Pilates

1) Elephant
Pilates-Acrobático-1

Objetivos: Alongar os músculos da cadeia posterior e fortalecer os músculos da cadeia anterior.

Instruções

  • Com os pés apoiados nas alças de pés, uma mão na lateral da cama e a outra no centro, com o corpo posicionado lateralmente.
  • Realizar uma flexão de quadril com uma rotação de tronco.
  • Retornar à posição inicial.

2) Knee Extension
Pilates-Acrobático-2

Objetivos: Fortalecer os músculos quadríceps femoral, isquiotibiais, glúteo máximo e alongar os músculos de cadeia posterior do MI do membro que está no apoio do trapézio.

Instruções

  • Em pé no aparelho, encoste um ante pé na barra transversa vertical com o joelho estendido, o outro ante pé apoiado na alça do trapézio com joelho flexionado, segurando as barras superiores do aparelho.
  • Empurre o trapézio estendendo o joelho.
  • Retorne à posição inicial.

3) Flying
Pilates-Acrobático-3

Objetivos: Fortalecer os músculos peitoral, reto do abdômen, oblíquo externo, oblíquo interno, transverso abdominal, paravertebrais e tríceps.

Instruções

  • Em decúbito ventral, pés apoiados na alça de segurança, pernas estendidas, posição de prancha e mãos segurando as alças com cotovelos estendidos.
  • Realize uma abdução dos MMSS.
  • Retorne à posição inicial.

4) Rolling Back
Pilates-Acrobático-4

Objetivos: Fortalecer os músculos peitoral, reto do abdômen, oblíquo externo, oblíquo interno, transverso abdominal, bíceps e alongar cadeia anterior.

Instruções

  • Mãos segurando as barras superiores, MMII flexionadas.
  • Realize rolamento para trás apoiando os pés na barra transversa superior.
  • Mantenha os pés apoiados e realize uma extensão da coluna.
  • Retorne à posição inicial.

5) Roll Over Variation
Pilates-Acrobático-5

Objetivos: Fortalecimento dos músculos peitoral, reto do abdômen, oblíquo externo, oblíquo interno, transverso abdominal e bíceps.

Instruções

  • Mãos segurando as barras superiores, quadril e joelhos flexionados.
  • Realizar a flexão de joelhos e um rolamento para trás, apoiando os pés na barra torre estendendo os joelhos.
  • Retornar à posição inicial.

Diferenças entre o Pilates Acrobático e o Pilates em SuspensãoPilates-Acrobático-10

Bom, agora que você já sabe o que é o Pilates Acrobático, fica a dúvida: mas qual a diferença entre o Pilates Acrobático e o Pilates em Suspensão? E apesar de a nomenclatura dar a entender que são a mesma coisa, eles possuem uma diferença muito importante.

Apesar de as duas modalidades seguirem os mesmos princípios do Pilates, elas são realizadas em aparelhos diferentes.

Isso mesmo, enquanto o Pilates Acrobático utiliza-se dos equipamentos originais de Pilates na realização dos exercícios, como o Reformer, o Cadillac, a Chair e o Barrel, o Pilates em Suspensão tem aparelhos próprios para realizar os movimentos específicos enquanto suspenso, tais como a Lira e o Colúmpio.

A diferença principal das modalidades é a adaptação dos exercícios para os respectivos aparelhos e acessórios. No entanto, enquanto o Pilates Suspenso mantém o aluno quase que unicamente em suspensão, o Pilates Acrobático também possui exercícios no solo, não sendo unicamente suspenso.

Mas mantendo a origem do último, os exercícios devem manter a menor base possível. Isso pois quanto menor for o suporte do corpo, mais acrobático o exercício se torna.

Como dito anteriormente, o aluno do Pilates Acrobático deve estar em um nível superior para conseguir se manter elevado e com pouca base o tempo todo. Já o Pilates Suspenso, pode ser praticado por qualquer aluno, do iniciante ao avançado, incluindo idosos, gestantes e até pessoas com patologias de coluna.

Para resumir:

Pilates Acrobático é a denominação de um exercício necessariamente avançado, com a menor base de apoio possível.

Pilates em Suspensão são exercícios nos equipamentos próprios como Lira e Columpio, mas não necessariamente avançados.

Método SuspensusPilates-Acrobático-7

Já falamos mais acima sobre as diferenças do Pilates Acrobático e o Pilates em Suspensão. Agora daremos uma dica se sua intenção é aplicar o Pilates Suspenso no seu Studio. Já conhece o Método Suspensus? Então vem saber um pouquinho mais!

O Método Suspensus foi desenvolvido pela fisioterapeuta Vanessa Alves e surgiu com o intuito de aprimorar os exercícios de Pilates em suspensão, que inicialmente era realizado em apenas um aparelho.

Desta forma, 3 novos equipamentos foram inclusos nos cronogramas das aulas sendo eles a Lira Circense, o Power Balance e o Power Cord.

O Suspensus segue os mesmos princípios do Método Pilates Clássico, entretanto, por ser realizado em 4 aparelhos de suspensão, as aulas podem se tornar mais dinâmicas e desafiadoras.

Essa modalidade é excelente caso você esteja querendo alguma novidade para o seu estúdio, queira ser atrair novos alunos ou fidelizar os antigos, fazer alguma coisa diferente ou apenas inovar no seu espaço.

O intuito da Suspensus sempre foi manter os princípios do Pilates, porém atrair alunos de uma forma lúdica e divertida na maneira de se exercitar, aliando o Pilates e os benefícios da reabilitação com parte de condicionamento físico na suspensão.

Uma das maiores vantagens do método é que ele faz um trabalho completo e pode ser trabalhado para todos os públicos, seja um idoso, uma gestante ou um adolescente, o Método é completo e pode ser aplicado em todo mundo.

São mais de 300 exercícios variados que podem ser aplicado para todos seus alunos, do iniciante ao avançado, de crianças a idosos, de pacientes patológicos à atletas de alto rendimento.

Se você quer saber mais sobre o Método Suspensus, não deixe de visitar o site oficial da modalidade!

Exercícios Suspensos na Aula de Pilates

Agora que você já sabe um pouquinho mais sobre o Método Suspensus, que tal dar uma olhada em todos os benefícios que ele pode ter nos grupos especiais?

Abaixo selecionamos alguns exercícios, cada um para um grupo em específico, para demonstrar a grande gama de possibilidades que o Suspensus propõe.

Vamos ver?

1) Pilates para Crianças
Pilates Acrobático - Crianças

PASSA BOLA

Posicionamento Aparelho: Tecido na altura do quadril, dobrado no meio.

Posicionamento Inicial: Aluno sentado no tecido com a bola nos pés.

Respiração: Dinâmica.

Objetivo: Fortalecimento de MMII e Core.

2) Pilates para Gestantes
Pilates Acrobático - Gestante

INDIAN

Posicionamento Aparelho: Balanço na altura dos joelhos.

Posicionamento Inicial: Aluno sentado no chão de costas para o balanço, balanço na altura das escápulas.

Respiração: Inspira para iniciar e expira no movimento. Expiração profunda e prolongada.

Objetivo: Mobilidade de Coluna, Flexibilidade.

3) Pilates para Coluna
Pilates Acrobático - Coluna

SLOPE SIDE

Posicionamento Aparelho: Alças curtas acima da cabeça

Posicionamento Inicial: Aluno em pé de lado para o aparelho com as mãos nas alças curtas

Respiração: Inspira para iniciar e expira no movimento. Respiração profunda e prolongada.

Objetivo: Mobilidade de Coluna e Flexibilidade

4) Pilates para Idosos
Pilates Acrobático - Idosos

WALL SQUAT

Posicionamento Aparelho: Tecido dobrado ao meio.

Posicionamento Inicial: Idêntico ao anterior com as costas apoiadas no balanço.

Objetivo: Fortalecimento de MMII e Core, Estabilidade de Tronco, Mobilidade de Joelho e Quadril.

Precaução e Contraindicação: Amplitude de movimento (joelhos).

Concluindo…Pilates-Acrobático-2

Depois desse texto dificilmente você irá confundir Pilates Acrobático e Pilates Suspenso novamente.

As duas modalidades são bem diferentes, porém ambas se utilizam de todos os princípios e conceitos do Método Pilates, devendo então o praticante ter plena consciência de suas ações.

E você, já sabia de tudo isso ou tem alguma outra dica? Deixa nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *