Posted in:

ESPECIAL – 6 áreas de atuação para trabalhar: Pilates em clubes

ESPECIAL – 6 áreas de atuação para trabalhar: Pilates em clubes
Gostou? Avalie!

IMPORTANTE: Este conteúdo é exclusivo para profissionais e estudantes de fisioterapia e educação física que ainda não tem curso/formação no Método Pilates. Se você já possui, este texto não é para você. Agora, se você quer conhecer mais sobre Pilates ou pensa em fazer um curso, é para você!

Como já falamos, este é um guia completo com todos os detalhes que você precisa saber sobre os 6 campos de atuação para trabalhar com Pilates.

Quer saber mais sobre esse guia ou perdeu a dica anterior? Você pode conferir o texto anterior aqui no Blog Pilates

No quinto texto dessa série, iremos falar sobre como trabalhar com o Pilates em clubes, desportivos ou recreativos, eles podem ser uma boa opção. Confira!

Pilates em clubes desportivos  Pilates-em-clubes-5

Desde o clube de futebol mais simples do interior do Brasil até os milionários e gigantes europeus. Do tenista ao jogador de Rugby. Todos eles, sem exceção, em algum momento da sua periodização de treino fazem Pilates para atletas com ou sem equipamentos.

Nenhum profissional que trabalha com atletas na atualidade subestima mais os benefícios do método Pilates na prevenção de lesões, tratamento e até mesmo na melhora do desempenho dos atletas.

A ciência já provou a melhora da concentração, respiração, flexibilidade, postura, gesto esportivo e fortalecimento do core como benefícios do Pilates para atletas de baixo ou alto rendimento.

Se o esporte é algo que você sempre teve uma tendência desde a faculdade, certamente, você irá se dar muito bem aqui!

Confira no vídeo abaixo, jogadores de Rugby praticando Pilates.

Como é trabalhar com o Pilates para atletas?Pilates-em-clubes-6

Pilates para atletas significa que você vai trabalhar com ou sem equipamentos. Vai trabalhar as vezes em grupos e as vezes individual. Algumas vezes vai prevenir lesões e em outras vai recuperar de lesões.

Pode ser que trabalhe durante a manhã ou então a meia-noite para deixar o atleta pronto para o dia seguinte. Em resumo, nunca fará a mesma coisa.

Importante deixar claro que para o fisioterapeuta ou preparador físico, o Pilates aqui é mais uma ferramenta dentre as outras que vocês têm e você nunca irá trabalhar somente com Pilates para atletas, dentro de um clube. Os salários tendem a ser altos e a dedicação diária é grande.

Pilates em clubes recreativosPilates-em-clubes-3

Mudando um pouco o conceito de clube, existem também os clubes recreativos tradicionais, que tem foco nos sócios. Aqueles com piscina, campos de futebol e tênis, salões de festas e você paga uma mensalidade.

Nestes clubes é ótimo para se abrir um Studio de Pilates, pois já tem um grande público interno para fazer Pilates. Se o clube permitir “gente de fora” melhor ainda para você!

Geralmente o clube cede um espaço e você monta o Studio lá dentro. Na maioria dos casos o clube vai te pedir:

  • Aluguel ou valor percentual de cada cliente;
  • Desconto para os sócios

Sem dúvida os riscos que você corre aqui são menores, mas por outro lado você não tem tanta perspectiva de altos lucros ou grandes crescimentos. Isso não é bom nem ruim. É questão de perspectiva.

Se você tem perfil arrojado não vai gostar muito. Ao contrário, se você é conservador vai gostar.

Digamos que você tem menos chances de dar errado, mas também não vai ficar rico somente com este Studio.

Se você conseguir espaço em um Clube frequentado pelas Classes A e B as coisas mudam de figura. Provavelmente você encontrará uma mina de ouro e faça de tudo para conseguir entrar neste negócio.

O público frequentador na sua maioria não tem nenhuma patologia mais grave, exceto as famosas lombalgias, cervicalgias e dores causadas pela postura inadequada.

Geralmente o profissional da educação física procura mais este espaço para trabalhar.

Os atendimentos são na maioria em grupos de 2 ou 3 clientes ao mesmo tempo. É muito comum ter os famosos “aulões” de Mat para 10 ou 12 pessoas também.

 Dicas de marketing

Studio-de-Pilates-(10)

Dica de marketing: Tente promover aulas ao ar livre para qualquer sócio do clube fazer gratuitamente e depois tente fechar um plano.

Dica de marketing 2: Uma semana de aula experimental para sócios – você vai conseguir converter mais de 80% dos testes em clientes fiéis.

Importante: Você provavelmente terá que trabalhar no sábado ou domingo – dias que o clube fica cheio.

Para entrar em um clube você não envia seu currículo, mas sim um plano de negócio, na qual você precisa mostrar ao clube que ele ganhará dinheiro e dará benefícios aos sócios. Caos você consiga demonstrar isso, tem grandes chances de entrar no clube.

CHECKLIST– Pilates em clubes 

  • Remuneração média por aluno: R$200,00 para duas aulas na semana
  • Mercado Aquecido: 3,5 estrelas
  • Preferência por: Leve predominância para Profissionais de Educação Física
  • Principais horários de trabalho: 07h as 12h e 16h às 22h e finais de semana.
  • Pontos + positivos: Menor chance de dar errado.
  • Ponto de Atenção: Altos ganhos financeiros são difíceis. Irá trabalhar aos finais de semana provavelmente.
  • Perspectiva de Futuro: Crescimento pouco acima da média. Ainda é pouco explorado.
  • Utiliza-se mais Mat ou Equipamentos: Predomínio de Equipamentos.
  • Quantidade de Alunos por horário: 2 ou 3.

 Concluindo…

Pilates-em-clubes-2

Espero que esse texto comece a clarear essas informações para você que tem muitas dúvidas sobre sua carreira e futuro com o Método. Vale lembrar que essa já é a quinta dica das 6 que vamos passar para você ao longo desse especial.

Não perca, todo sábado, uma dica nova para você se preparar para seu futuro e construir uma carreira com o Método Pilates.

Não viu alguma dica? Não se preocupe vou listas abaixo todos os textos do nosso especial

  1. Studio de Pilates
  2. Pilates em academias
  3. Personal Pilates
  4. Pilates no Hospital
  5. Pilates em clubes
  6. Pilates na Escola

Gostou? Tem alguma dúvida? Deixe nos comentários!

E não se esqueça de compartilhar para seus amigos que também tem algumas dúvidas!

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *