Posted in:

Benefícios do Método Pilates para Cólica Menstrual

Benefícios do Método Pilates para Cólica Menstrual
5 (100%) 1 vote

Como utilizar o Pilates para Cólica Menstrual? Até mesmo durante nosso ciclo, o Método consegue aliviar as dores e o desconforto. O ideal é praticar alguns dias antes do início do ciclo menstrual e escolher exercícios adequados durante a menstruação.

As dores menstruais, ou cólicas, são desconfortos que mulheres em sua grande maioria encaram mensalmente. Esse evento não quer dizer que seja algo necessariamente ruim e sim a preparação de um novo ciclo menstrual que se mostra saudável.

Sintomas da Cólica

Algumas cólicas menstruais podem se mostrar brandas e outras bem intensas. Pode vir a ser associada a vômitos, náuseas, diarreia, baixa da pressão e tontura, seguida de dores nas costas, membros inferiores, dor de cabeça, além de toda a alteração do humor e para algumas, do apetite também.

Geralmente ocorre a sensação de dor na região baixo do abdômen, se espalhando ao redor e podendo ser sentida na região lombar, esse fenômeno no corpo feminino ocorre devido à liberação de prostaglandina.

Essa substância tem a finalidade de eliminar a camada na face interna do útero que cresce para nutrir o embrião (endométrio), em forma de sangramento durante a menstruação, ou seja, a não fecundação do óvulo.

Os hormônios podem afetar os seus níveis de força e resistência, e assim o corpo pode vir a passar por lesões devido à forma de como responderá a estímulos de um exercício físico e cada mulher reage de um modo a essas alterações hormonais.

Pilates para Cólica Menstrual

No Pilates para cólica menstrual é importante que para tirar o máximo de proveito dos exercícios físicos durante todo o mês, se dê ouvidos ao corpo e adaptá-lo ao treino de acordo com ciclo.

Os exercícios são importantes, pois ajudam a acabar com o excesso de retenção de líquido corporal e elimina as cólicas fortes e o estresse é eliminado com o corpo liberando hormônios para o bem estar.

Além de ajudar o corpo com tudo isso, o risco de inchaço é muito menor e ainda atua em favor do corpo, ajudando na eliminação dos gases, das toxinas e também na boa digestão.

Durante o período de desconforto mais intenso, é importante respeitar o descanso que o corpo está pedindo, e nessa etapa do mês, o melhor é a pratica de uma atividade mais tranquila. Por isso o Pilates para cólica menstrual é uma ótima opção, assim como Yoga, caminhada ou um passeio leve de bicicleta.

Atividades físicas serão sempre aconselhadas para diminuir as cólicas menstruais, e o Pilates harmoniza quanto ao alívio das dores da cólica menstrual.

Isso acontece devido ao fato do Método aperfeiçoar o funcionamento da bexiga, trompas, útero e intestinos, melhorando o equilíbrio hidroeletrolítico (fluidez entre os líquidos corporais) e as condições hemodinâmicas (fluxo sanguíneo), ou seja, dos órgãos pélvicos e extra pélvicos.

Desta forma o Pilates para cólica menstrual auxilia na conservação das curvas fisiológicas do corpo além de todos os benefícios capaz de trazer, como força, flexibilidade e equilíbrio.

Contudo, os exercícios necessitam ser de menor intensidade enquanto estiver a mulher no período menstrual. Assim também, é interessante procurar dominar ainda mais a respiração para obter a diminuição das tensões que potencializam as dores menstruais.

Durante a prática de exercícios, ocorre a liberação da endorfina, que tem efeito analgésico natural quando as atividades são feitas de forma regular e moderada.

O ciclo menstrual se torna mais agradável com a prática de atividade física fazendo com que em determinados casos não seja necessário o uso de medicação.

O melhor momento para praticar exercícios que tonificam é quando o sangramento pausa, os níveis de testosterona e estrogênio começam a subir. A testosterona ajuda a delinear a massa magra e o estrogênio constitui tecidos que ligam os músculos aos ossos.

A ciência confirma que ocorre ganho de mais força e músculos (quando se exercita com este objetivo) durante a primeira metade do seu ciclo.

Fazer exercício assim que acorda também pode acarretar no alívio das tensões que as mulheres sofrem deixando elas ainda mais relaxadas, pois durante o período menstrual o corpo libera ainda mais adrenalina. Mulheres que fazem uso de anticoncepcional, não sentem os efeitos tão claros, já que a pílula intervém nos níveis de testosterona.

Após o dia 14, os níveis de estrogênio caem, assim como a sua energia. Essa propensão a queda pode atrapalhar a pratica de exercícios físicos, e também acrescer o seu risco de sofrer uma lesão.

Assim sendo, praticar exercícios de pouco impactos, como o Pilates para cólica menstrual contribuirá na melhora das eventuais mudanças do corpo e dores abdominais assim como o risco de lesão.

Nós mulheres necessitamos nos preparar para atividades mais leves e simples e aproveitar de práticas que podem se adaptar a intensidade do corpo, como o Pilates para cólica menstrual, aeróbicos, ginásticas e até mesmo o alongamento, cujos movimentos deixarão o corpo mais fluidos e assim nós teremos resultados mais positivos.

Concluindo…

Para concluir, excessos de exercícios durante a menstruação não são indicados e deve ser priorizada a realização de atividades mais leves para que o corpo possa obter os benefícios de bem estar.

É louvável que se tenha conhecimento do que está acontecendo no corpo, dependendo do dia, os hormônios podem prejudicar o treino ou ajudar a treinar melhor.

Os exercícios físicos com cautela como o Pilates para cólica menstrual podem ajudar a evitar a ocorrência delas e ainda relaxar o corpo diminuindo o mau humor e trazendo conforto ao seu dia.

IMPORTANTE: Mulheres que sentem dores muito intensas e constantes, precisam procurar uma avaliação médica apropriada, pois a dor pode advertir a presença de diferentes patologias, como a endometriose.

Written by Itaynnam Marinho

Itaynnam Marinho

Formada em Fisioterapia e formanda em Desenvolvimento de Sistemas. Especialista em Pilates e Pilates aéreo.
Apaixonada pelo movimento, tecnologia e inovação.

3 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *