Posted in:

Por que oferecer Pilates para crianças em seu studio?

Por que oferecer Pilates para crianças em seu studio?
Gostou? Avalie!

Até o crescimento da chamada geração Y (composto pelos nascidos entre meados de 1980 e início de 1990), as brincadeiras exigiam algum nível de esforço físico. Você, leitor, provavelmente já escalou árvores com seus amigos, correu atrás de pipas e andou em carrinhos de rolimã.

Atualmente, no entanto, para as “gerações de apartamento” (a geração alpha, composta pelos nascidos a partir de 2008), divertir-se é sinônimo apenas de atividades estáticas, como assistir TV e passar horas a fio em smartphones ou tablets.

Além da perigosa atrofia muscular, as crianças de hoje carregam a esmagadora pressão da competitividade precoce (estimulada pelos pais), que se reflete no peso das mochilas e nas dezenas de compromissos diários.

Não por acaso, estudos realizados em diversas partes do mundo revelaram que o percentual de crianças e adolescente que já se queixaram de dores nas costas chega a 70%. Da mesma forma, outro levantamento, dessa vez realizado pela International Stress Management Association , mostrou que a grande diversidade de atividades diárias resulta em estresse crônico para 56% das crianças. Muito, não?

Pois bem, é dentro desse contexto de irritação inconsciente, responsabilidades antecipadas e sedentarismo que surge o Pilates para crianças. Aliás… Seu studio de Pilates já tem um projeto para elas? Talvez seja a hora de pensar em um curso de formação na área!

Por que incentivar o Pilates para crianças?

Pilates para crianças (8)A ideia de adaptar os exercícios de Pilates para crianças surgiu nos Estados Unidos, em 2006, e já se espalhou pelo mundo com grande sucesso. Isso porque a atividade trabalha o fortalecimento de grupos musculares (muitos deles atrofiados nas crianças de hoje), além de atuar na melhoria da concentração, do equilíbrio e do relaxamento — elementos críticos no universo infantil e que, nos dias de hoje, se resumem à hipnose do mundo digital.

O Pilates atua sobre as maiores queixas e preocupações dos pais e isso explica a rápida difusão da prática, que começa a ser disseminada, gradualmente, também no Brasil, então é hora de começar a pensar sobre o Pilates para crianças?

O que o Pilates é capaz de despertar na criança?

O Pilates para crianças, assim como ocorre nas aulas tradicionais, vai trabalhar a mente dos alunos, desenvolvendo a concentração simultaneamente ao condicionamento da consciência corporal.

O comum atrofiamento muscular nessa faixa etária (sobretudo o encurtamento da musculatura posterior das pernas e encurvamento dos ombros, fruto de horas sobre teclados, tablets e joysticks) será combatida com exercícios que vão alongar essa cadeia posterior, abrindo caminho para uma postura em pé mais ereta, mais consciente, com melhor alinhamento da coluna e abertura da escápula. O Pilates para crianças irá trabalhar todos esses problemas.

Os exercícios adaptados de solo e o trabalho com equipamentos culminarão em:

  • Melhor circulação sanguínea;
  • Maior percepção do próprio corpo e do espaço ocupado;
  • Aumento dos níveis de atenção;
  • Melhora do sono;
  • Redução do estresse;
  • E mais força muscular (inclusive, nos ombros, reduzindo o desconforto decorrente do peso das mochilas).

Como os exercícios devem ser ministrados?

Pilates para crianças (7)Evidentemente, todo o conteúdo das aulas tradicionalmente direcionadas a adultos deve ser transposto para o universo lúdico dos pequenos. Dessa forma, exercícios de equilíbrio sob rolos ou bolas, alongamento sobre aparelhos ou extensores devem ser coordenados sob um contexto de diversão, como se tudo fosse um grande jogo.

A tarefa não é difícil: muitas brincadeiras comuns às crianças podem ser incorporadas aos movimentos do Pilates. Assim, cambalhotas, jogo com bolas e caminhada sobre objetos devem ser fundidas ao método, tornando o aprendizado uma atividade agradável e imperceptível.

Um detalhe interessante é que o desenvolvimento cognitivo da criança é acelerado quando esta encontra relação entre o que se aprende e sua utilidade em outros cenários. Assim, deve-se procurar relacionar cada exercício corretivo ou de alinhamento à facilitação de outras práticas esportivas, como vôlei, balé ou futebol.

Nas aulas de Pilates para crianças a música também deve ser trabalhada durante a execução dos exercícios, confluindo ritmo aos movimentos corporais e ao relaxamento provocado pela respiração. Esses detalhes facilitam o processo de internalização das práticas.

Vale lembrar que a divulgação das práticas específicas para esse público pode ser feita fechando parcerias com escolas ou mesmo com clínicas particulares que atuem com pediatria. A ação em redes sociais também é interessante.

Quais materiais são usados nas aulas infantis de Pilates?

Pilates para crianças (5)Bolas, discos de rotação, rolos de espuma e meia-lua serão os instrumentos das brincadeiras no Pilates para crianças, formando a argumentação lúdica perfeita, a constituir o plano de fundo para a execução dos movimentos de desenvolvimento postural orientado.

Equipamentos utilizados nas aulas dos adultos (como trapézio, reformer, cadeira combo e barril) podem ser usados nas classes infantis, desde que se tome o evidente cuidado de não impor sobrecarga às crianças.

Materiais comuns também podem ser adaptados, como caixas de tamanhos variados ou almofadas. Tudo em ligação, sempre que for possível, com as orientações para uma melhor postura diante da TV ou computador, sobre a carteira da sala de aula ou na cama, ao jogar algum game com amigos.

A partir de qual idade é recomendável organizar aulas de Pilates para crianças?

Especialistas apontam que a organização do sistema locomotor, a melhoria do tônus muscular e a flexibilidade já podem ser trabalhados com sucesso com crianças a partir de 4 anos. Um detalhe que deve ser observado, entretanto, é que as aulas devem ser específicas para esse público, uma vez que os exercícios para adultos e crianças são diferentes.

As experiências pioneiras desenvolvidas no Brasil confirmam que o Pilates para crianças promove o desenvolvimento postural orientado, torna a criança mais disciplinada, fortalece sua musculatura para suportar o peso da mochila e ainda serve como válvula de escape para extravasar a energia típica dos pequenos.

Concluindo..

Pilates para crianças (2)Os benefícios do Pilates para crianças, portanto, são incontáveis, o que significa que se trata de uma ótima oportunidade de mercado que se abre aos olhos de professores de educação física e fisioterapeutas, na medida em que os cursos específicos para a meninada ainda são raros no país.

Interessante destacar também que a existência de turmas de crianças e adultos na mesma escola ou estúdio de Pilates é uma oportunidade interessante para que as mamães praticantes possam compartilhar a experiência dos exercícios com seus filhos, ampliando seu “conhecimento de mundo partilhado”, fato positivo também para o fortalecimento do núcleo familiar.

Recomendação feita, voltemos à indagação do início do post: você já tem algum programa em seu estúdio de Pilates desenvolvido especialmente ao público infanto-juvenil? Já pensou em fazer um curso específico para esse nicho? Conte para nós quais são as suas ideias de Pilates para crianças!

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *