Posted in:

De que forma você será um profissional respeitado no Pilates?

Profissional---CAPA

Quando saímos da faculdade estamos todos orgulhosos do documento profissional que recebemos, da nossa nova “condição” como pessoa que tem um título a zelar.

E, principalmente, da nossa profissão que agora será realmente remunerada e reconhecida, não mais como estudante, para aplicarmos tudo o que aprendemos, não é?

Lembro-me bem da sensação de encher a boca e falar que agora era professora de Educação Física.

Profissional no Mercado de TrabalhoProfissional

Quando chegamos ao mercado de trabalho queremos ser vistos como bons profissionais pelo nosso aluno/paciente, colegas de trabalho e superiores.

Aos poucos vamos percebendo que na verdade eles vão nos respeitar não apenas pelo que dizemos que somos, mas sim pelo que eles veem e sentem que somos.

As nossas atitudes diárias falam muito sobre o tipo de profissional que nos tornamos. Em nosso contato dia a dia com as pessoas, não estaremos carregando nosso curriculum vitae, e os quilos de certificados de cursos extras que oferecemos.

Estaremos sim, com nosso uniforme de trabalho, nossa voz e nossa presença. Estaremos colocando na prática isso tudo que aprendemos, não é mesmo?

E quando chega a prática, ahhhh a prática… é aí que vemos que todo aquele conteúdo precisa ser minuciosamente dividido, remoído, dissolvido e por fim repassado de uma forma clara, educada, organizada e de fácil compreensão e ainda, com aquele sorriso característico de quem ama o que faz.

Mas com um conteúdo tão complexo como é o Pilates, algumas dúvidas de como faremos para levar este conhecimento de uma forma clara e organizada ainda ficam dando aquela “cutucada” na cabeça.

Minha conclusão: sendo uma pessoa organizada, responsável e tendo postura profissional.

Em resumo: Não adianta nada ter curriculum e não saber demostrar isso no dia-a-dia.

Um profissional organizado planeja absolutamente tudo em sua prática diária.

Esta pessoa sabe qual a característica de cada aluno, em que nível esse aluno se encontra (iniciante, intermediário ou avançado), sabe escolher os exercícios que serão apropriados, se expressa corretamente.

Explica minuciosamente cada movimento, sem necessariamente estar falando tecnicamente, leva a aula até o final com a mesma empolgação na qual começou e ainda, consegue passar todo o seu conhecimento de uma forma agradável como a nossa aula de Pilates.

Um profissional responsável sabe de todas as queixas de seus alunos/pacientes, está sempre adiantado, mantem um ambiente apropriado a ele(s) e se compromete com os resultados.

Neste texto organizei algumas situações que podem tornar você um profissional ainda mais brilhante, desde o dia da sua primeira entrevista até o dia–a-dia no trabalho. Seus “coleguinhas”, clientes e superiores dirão: Uoooww! Preciso ser assim também!

 Seu 1° Teste em EstúdioProfissional-4

1) Se apresente firmemente!

Olhe nos olhos do contratante. Mostre que você veio para realmente conseguir aquele emprego.

Não demostre que “tanto faz como tanto fez”. Isso é importante num momento de decisão.

Acredite, a primeira impressão conta muito.

2) Entrevista

Em hipótese alguma, falte à entrevista sem dar uma satisfação, ou chegue atrasado.

3) Conhecimento

Mostre todo o seu conhecimento em Pilates se tiver a oportunidade de falar.

Mostre que conhece as diversas escolas existentes, a evolução do Pilates até aqui, que sabe e gosta de ensinar pessoas através do movimento.

4) Teste

Se for aplicar um teste prático, certifique-se de quais serão os equipamentos que serão usados, quantos alunos e tempo de teste.

5) Exercícios

Prefira exercícios básicos, de fácil entendimento do aluno. Se não se sente confiante para passar um exercício, solicite outro. Mostre-se confiante.

6) Método Pilates

Demonstre que você conhece os princípios do Método e use-os na aula. Lembre-se: é sua chance de se destacar.

7) Movimentos

Descreva passo-a-passo os movimentos solicitados ao aluno. Demonstre que o processo de ensino-aprendizagem é importante pra você.

8) Atenção!

Fique atento o tempo todo, faça correções, aponte os acertos e mostre controle sobre os movimentos pedidos.

9) Fases

Procure aplicar as três fases (parte inicial, principal e final) de uma aula, mesmo se precisar adaptar ao tempo solicitado. Falei sobre este tema, no texto anterior. Caso queira dar uma olhada basta clicar aqui.

Primeiro Contato com o AlunoProfissional-3

1) Se apresente, fale seu nome, sua formação e diga que hoje ele terá aula com você.

2) Pergunte o motivo pelo qual ele veio procurar o Pilates;

3) Verifique possíveis lesões, e histórico de atividade física.

4) Demonstre segurança; disponibilidade e atenção aos problemas do aluno. Olhe nos olhos dele.

5) Fique atento às características individuais; como por exemplo:

Um aluno do sexo masculino com encurtamento de isquiotibiais, que nunca fez Pilates e que até outro dia, acreditava que era atividade exclusivamente feminina.

Procure não colocá-lo no barrel para fazer o stretches front (alongamento de frente) logo de cara. Pense que ele pode estar incomodado, envergonhado e ficaria desmotivado ao perceber que mal consegue se movimentar.

Existem outros exercícios em que você pode colocá-lo para alongar a mesma cadeia muscular.

6) Explique que provavelmente ele fará uma aula diferente, mas que você está ali para dar a melhor experiência possível a ele.

7) Deite-o no mat e inicie com exercícios respiratórios, mobilizações articulares, movimentos em vários decúbitos e certifique-se que ele já está devidamente concentrado para a aula.

8) Se empenhe na escolha dos exercícios e demostre que as aulas vão evoluindo com o passar do tempo, gradativamente.

Explique que há muito para aprender, mas que aos poucos isso acontece. Não o assuste querendo explicar tudo na primeira aula. Você terá tempo pra isso.

Sendo Organizado no Dia-a-DiaProfissional-5

1) Evite ao máximo chegar ao local de trabalho juntamente com seu aluno(a). Mostre que você o estava esperando, que sua aula já está pronta e aquele momento foi esperado por você também.

2) Se seu estúdio fornecer uma ficha individual anote tudo que for necessário para futuros ajustes.

3) Se você for o responsável pela ordem no estúdio, procure mantê-lo arrumado ao final de cada aula.

4) Seja atento à sua postura durante a aula, não fique apoiado ou sentado nos equipamentos.

5) Seja atento à sua aparência. Escolha a roupa adequada para o ambiente onde trabalha.

6) Comece e termine a sessão no horário pré-determinado. Nem antes, nem depois.

7) Evite falar de assuntos pessoais em horário de trabalho. Nosso conteúdo é tão amplo, temos coisas mais interessantes a ensinar.

8) E o mais importante: Se você não trabalha com o Método clássico, qual as aulas já estão pré-estabelecidas como as sequências criadas por Joseph, elabore as aulas previamente.

Se você não tem um esquema de organização de aulas, procure cursos do assunto ou quem sabe e possa te ajudar.

É fundamental ter tudo organizado para elaborar suas aulas, seguir um processo lógico de aprendizagem e desenvolvimento.

Concluindo…Profissional-6

Como havia dito anteriormente, nossa formação é importantíssima para nos tornarmos bons profissionais.

Mas se não nos atualizarmos e soubermos passar isso para frente através de aulas organizadas, claras, com conteúdo adequado à cada aluno/paciente, esse conhecimento todo ficará guardado apenas para nós.

Cabe a cada um procurar uma forma didática e prazerosa de ensinarmos o Método que tanto nos faz trabalhar com amor.

E claro, um sorriso no rosto e um brilho no olhar sempre farão toda a diferença!

Written by Sabrina Costa Teno

Sabrina Costa Teno

- Formada em Educação Física pela Universidade Nove de Julho / bacharelado e licenciatura (2006)
- Pós graduada em Biomecânica do aparelho Locomotor e avaliação física pela FMU (2008)
- Curso de mat pilates pelo Instituto de Ed. Fisica e esportes (2009)
- Curso de pilates em aparelhos pela Voll Pilates (2012)
- Curso de treinamento funcional – preparação para o treinamento físico (2013)
- Curso de pilates avançado pela Voll Pilates (2014)
- Curso de pilates aéreo (2015)
- Atua atualmente como Personal Trainer e é proprietária do estúdio de Pilates e treinamento funcional “Infinity Pilates”.

5 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *