Posted in:

10 Tipos de Professor de Pilates! Quem é você na aula?

10 Tipos de Professor de Pilates! Quem é você na aula?
3 (60%) 2 votes

Cada professor de Pilates tem uma personalidade diferente e, ainda bem que é assim! É quase impossível de imaginar um mundo onde todos fôssemos absolutamente iguais.

Mas devemos nos lembrar de que nossa personalidade às vezes precisa ser trabalhada, moldada e adequada! Sabe aquela Gabriela, que ganhou voz com a Gal Costa “Eu nasci assim, eu cresci assim, eu sou mesmo assim, vou ser sempre assim…”

Devemos nos atentar aos olhares dos alunos, aos comentários que são feitos com relação a nossa postura, a que tipo de assunto falamos.

Não digo que devemos ser santos puritanos que se policiam 24h por dia e adotam a busca incansável pela postura impecável, mas devemos ter a noção de que tipo de professor de Pilates somos e que tipo de professores que queremos ser!

Vamos ver se você se enquadra em algum desses exemplos que darei abaixo, mas tenho a certeza de que, algum amigo instrutor de Pilates você vai lembrar! Ou de vários! Vamos lá?

Cara Fechada

Aquele professor que já chega de cara fechada e vai embora de cara fechada. Nunca sabemos se está feliz, triste, com dor de barriga ou fome!

Não que ele/ela seja uma má pessoa, nem um mau instrutor, pelo contrário, talvez seja excepcional no seu trabalho, mas suas feições são sempre as mesmas. E quando chega de expressão mais leve, mostrando os dentes que nem sabíamos que tinha, já vira motivo de assunto na aula, porque todos querem saber qual foi o beija flor que viu para finalmente mudar a cara carrancuda!

Dica: Tente aliviar suas expressões, observe pelo espelho como você costuma ficar, atente para os comentários de seus amigos, esposa, marido, namorada, namorada. Normalmente algumas indiretas lhe são dadas, como por exemplo: você está sempre de “cara” tão brava!

Você não vê sua própria expressão todo o tempo, mas você gostaria de ficar perto de alguém que estivesse sempre com cara de bravo?

Tagarela

Aquele professor de Pilates que a aula vai ter sempre um assunto pra dar o que falar!

Esse tipo de instrutor tem sempre o que conversar, normalmente é de bem com a vida e adora contar sobre suas experiências, adora discutir sobre o capítulo anterior da novela, aquele novo filme que saiu, aquele novo modelo de celular que custa quase um rim.

Há quem goste de ter um instrutor assim, outros nem tanto!

Dica: Uma aula onde os assuntos são saudáveis, divertidos e instrutivos é sempre legal, mas lembre- se do principal, a aula de Pilates! Não se perca e esqueça de que você está ali para instruir e zelar pelo bem de quem confiou em você! Modere a língua, aprenda a ouvir também!

Mudo

Entra mudo e sai calado.

Se tem o professor que não para de falar nunca, há também aquele professor que não fala nada, abre a boca para dar as instruções e assim já está ótimo! Ta ok! Sabemos que você não é muito de conversa, mas seria bom dosar e lembrar que uma conversa saudável talvez agrade quem está a sua volta!

Dica: É mais que fundamental que os alunos concentrem na execução dos exercícios, mas no intervalo entre um e outro, em um momento de descanso é legal quebrar o gelo e conversar com quem está ao seu redor!

Amigão

Esse é aquele professor de Pilates que conquista todo mundo, aquele camarada, que vira até parceiro de balada!

Churrasquinho e festa de aniversário é presença garantida! Geralmente é carismático, atencioso, sabe ouvir e sabe a hora de falar também! Companhia agradável e que conquista os alunos!

Dica: Ser um professor amigo é ótimo, e provavelmente seus alunos vão te amar muito mais por isso, e dificilmente vão te largar. Mas, não confunda as coisas, você pode ser amigo, mas primeiramente enquanto estiver na presença do aluno no trabalho, exerça o seu papel de professor! Muitos alunos se queixam que seu instrutor virou muito mais seu amigo do que instrutor e que com isso o rendimento e qualidade das aulas caem!

Rigoroso

Aquele que o aluno tem medo até de espirrar e o professor de Pilates ficar bravo porque atrapalhou todo o exercício!

Ok, devemos sim, ter certo rigor perante as aulas, para que os princípios do método sejam seguidos com fidelidade, mas cuidado com os excessos! Ponderação entre ser aquele que busca trazer a tona o melhor de cada aluno e ser o que exige e dita mais do que às vezes esteja na hora de cobrar!

Incansavelmente você cobra e busca uma postura sua e de seus alunos que devem seguir um padrão dentro da aula!

Dica: Moderação! É ótimo você querer que cada um seja fiel ao método que se dediquem ao que estão fazendo naquele instante, mas cuidado para não ser exagerado demais e acabar ficando chato! Controle-se e tenha bom senso de saber que tem a hora de se cobrar e a hora de esperar para mais aquele “puxãozinho de orelha”.

Rigoroso – quase um ditador

Leia o anterior e multiplique por 4 e reze para que ele não esteja de mau humor!

Detalhista

Ahhhhhh, o detalhista… Um ser incansável em busca da perfeição!

Seu exímio olhar vai desde os exercícios, à decoração do Studio, ao cheiro que ele inala, à vestimenta de cada um! O detalhista se atenta para cada mínimo detalhe e nada lhe passa despercebido!

Com certeza vai querer buscar o melhor de cada aluno, pois a beleza dos movimentos e execução perfeita muito lhe atrai! E isso não é ruim! Desde que você saiba dosar e saber quanto cobrar de cada!

Dica: Lembre-se que cada pessoa tem um ritmo diferente. Saiba a hora de exigir dos seus alunos, mas também saiba a hora de esperar um pouco para o próximo passo. Como já diz aquela frase, ”a repetição leva à perfeição!”

Respiração e apenas Respiração

Não poderia ficar de fora este clássico professor de Pilates, que se esqueceu de todos os outros princípios, que se esqueceu de que lida com pessoas, que se esqueceu de que a aula não é apenas respiração!

Longe de mim querer tirar o mérito dela e ao menos se quer menosprezá-la, pelo contrário, todos nós sabemos o quanto ela é fundamental perante o método!

Mas por favor, lembre-se dos outros princípios, lembre-se do contexto, do corpo como um todo! Ninguém, nenhum aluno gosta de verdade de ficar com um professor que só cobra, exige e fala sobre respiração!

Dica: Lembre-se dos outros princípios! Ah! Lembre-se que você lida com pessoas! E por trás de uma respiração fora do padrão, talvez haja muito fatores que devem receber a mesma atenção!

Professor de Pilates Mãezona e Paizão

Aquele que vai tomar suas dores e tentar resolver todos os seus problemas, vai saber a solução para sua dor de estômago e vai dar aqueles puxões de orelha para salvar seu relacionamento!

Se os alunos faltarem muito às aulas vai ligar atrás querendo uma explicação! Passa mais tempo cuidando da vida dos alunos do que da sua própria!

Dica: Mãe que é mãe, pai que é pai, sabe a hora de passar a mão na cabeça e também a hora de puxar pelas orelhas! Você não está ali para ser apenas mãe ou pai, você é um agente de mudança, você é professor de Pilates e está ali para instruir! Filhos quando crescem criam asas e querem voar, seus alunos em algum momento também voarão, cuidado para não confundir as coisas e se apegar demais!

Whatsapp

Esse cláaaaaassico! Jamais poderia faltar, como esquecer, como deixar de lado o perfil que cresce e se prolifera como vírus de gripe em época de frio!

Aquele que não sabe ficar longe do celular, quase tem uma síncope nervosa se ficar 5 minutos sem olhar seus whats! Sim meu querido, se você se identificou com esse perfil, temos um sério problema! Você está ali para trabalhar!

Atualmente esta é uma ferramenta extremamente útil e facilita imensamente nossa vida! Podemos agendar aula experimental, desmarcar e remarcar aulas! Isso é incrivelmente bom!

Mas por favor, vamos voltar ao que já foi dito: bom senso! Principalmente se for para assuntos pessoais durante as aulas, espere seu intervalo, contenha-se!

Dica: BOM SENSO! Você não vai morrer se ficar uma aula sem olhar seu whats! Respeite aquele que está ali confiando no seu profissionalismo! Use a seu favor essa ferramenta e seja mais sociável e profissional!

Quaaaaaaase perfeito

Não vamos dizer que é perfeito, porque ninguém é perfeito!

Mas esse é aquele tipo de professor de Pilates que é o meio termo, sabe ser amigo, mas sabe ser um bom profissional, sabe separar as duas coisas!

Sabe que tem dias que vai acordar de mau humor, mas que ninguém tem culpa disso e que ele não deve descontar nas outras pessoas! Sabe exigir dos seus alunos na medida certa!

Esse tipo de professor geralmente tem uma ótima clientela de alunos e se souber equilibrar conhecimento técnico e gestão de pessoas, será muito bem sucedido!

Dica: Não fique se gabando, lembre-se de que todos nós podemos melhorar!

Concluindo…

Com certeza existem muitos outros tipos de professor de Pilates que poderiam ser descritos aqui, mas vamos deixar esta cena para os próximos capítulos!

Tratamos certos assuntos com uma pegada de humor, mas com um objetivo real de que cada um faça uma análise profunda de que tipo de pessoa você tem sido!

Será que sua companhia é agradável, será que você sabe ser uma pessoa com bom senso?

Todos os dias observamos certos padrões, certos vícios durante as aulas que podem acabar prejudicando a imagem do Método Pilates! É melhor estar cercado de bons profissionais do que de péssimos!

Written by Mariele Silva Almeida

Mariele Silva Almeida

Grad. Bela e Licenciatura em Educação Física, Especialização em Fisiologia do Exercício, Treinamento Funcional e Grupos Especiais. Formação em MAT Pilates, Pilates com Aparelhos e Pilates Aéreo.

2 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *