Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Identificar o momento certo de aumentar a equipe do seu Studio parece desafiador, já que essa etapa inclui encontrar um profissional que vai ter contato direto com os alunos. Por isso, você, gestor, tem dúvidas na hora da contratação de instrutores para o seu espaço? Sabe o que é habitual e como conduzir o processo seletivo?

Para sanar possíveis dúvidas e solucionar todas essas questões que podem trazer confusões durante a gestão, separei 5 dicas na contratação de instrutores de Pilates. Continue a leitura para saber quais são elas!

5 dicas na contratação de instrutores de Pilates para o seu Studio

1. Avalie sua rotina

Se você tem disponibilidade para atender, cuidar da gestão, e essas atividades não consomem seu tempo, ainda não é o momento de aumentar a equipe. Porém, se você já passou dessa fase inicial de prospecção de clientes e não consegue dar tanta atenção para outras frentes, talvez essa seja a oportunidade ideal.

É fato que os gestores fazem de tudo um pouco. Por isso, na fase de avaliação de sua rotina é crucial avaliar a contratação de um novo instrutor.

“Mas eu gosto de atender e não queria perder a proximidade com meus alunos. O que faço?”

Talvez a sua equipe precise aumentar, mas em outro segmento. Portanto, se você tiver alguém que te auxilie com administração ou recepção, essa contratação já está valendo, e não precisa ser, necessariamente, um instrutor de Pilates.

Porém, a minha sugestão é reduzir a rotina, já pensando na grade com outro instrutor, especialmente porque os imprevistos podem ocorrer e nem sempre estamos preparados para eles. 

2. Não foque apenas no currículo

Saber a formação não é tudo. Você precisa de um profissional que vista a camisa da sua empresa. Analisar o currículo é importante, mas antes da contratação de um instrutor, ambos precisam ficar confortáveis com a nova rotina.

Durante a entrevista, pergunte sobre a vida pessoal, onde realizou os estágios, se tem filhos ou a facilidade no deslocamento até o seu studio, por exemplo. 

É importante conhecer a rotina para que os atendimentos possam ser encaixados.

3. Não crie expectativas

É possível ter uma procura gigantesca, mas você não se encantar por nenhum candidato. Ou criar expectativa por parte do novo colaborador, mas ele não se adaptar à rotina.

Por isso, antes de mais nada, um gestor precisa ter inteligência emocional para saber lidar com a negativa, dando um passo de cada vez. 

4. CLT ou PJ: qual o melhor modelo na contratação de instrutores?

Existem duas formas de contratação dentro do seu espaço: CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) ou PJ (Pessoa Jurídica). O habitual é o PJ, já que nem todo studio possui uma grade extensa de atendimento. 

Se você tem uma carga horária contínua e sem muitos espaços vagos, a contratação pela CLT é a melhor a ser praticada.

Mas se você tem dias alternados de atendimento e com horários mais vagos em períodos específicos, a busca por contratar instrutores de Pilates que sejam PJ é mais ideal para esse cenário.

Mas atente-se a alguns pontos quando a contratação for através de Pessoa Jurídica: cuidado para não caracterizar vínculo empregatício, especialmente pelo horário fixo. O instrutor precisa ter flexibilidade durante a realização das aulas. 

E claro, isso é positivo e habitual, porque muitos profissionais têm atendimento home care, ou seja, também querem liberdade para ter outras prestações de serviço autônomo.

5. Não deixe o instrutor sem orientação

Após a contratação do Instrutor, é comum que o profissional já esteja com seus horários e comece o atendimento. Mas cabe a você, gestor do Studio, dar as devidas orientações a tudo o que acontece no espaço. Mostre os aparelhos e ajustes individuais – já que cada marca possui algumas diferenças.

Por fim, deixe claro sobre o andamento do studio, o ritmo da gestão e quais são as responsabilidades fixas e pontuais que ele terá. Dessa forma, o profissional entra mais preparado e confiante.

Conclusão

Antes de fazer a contratação de um instrutor de Pilates, é preciso verificar o fluxo de caixa e saber se há verba disponível para fazer o pagamento, além de deixar explícito o modelo de contratação (CLT ou PJ) e se será realizado por um período determinado.

Conheça os candidatos, faça perguntas que explorem seus conhecimentos técnicos a respeito da gestão e a forma que lida com alunos nas mais diferentes situações.

Quer aprender mais sobre o tema e as principais estratégias para administrar seu Studio sem erros? A treinadora do Grupo VOLL e especialista em gestão, Luana Bernardo separou um conteúdo especial. Basta clicar aqui!