Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Você sabe o que é reserva de emergência e a importância desse dinheiro para o Studio de Pilates? Tem isso previsto em seu faturamento e fluxo de caixa?

O problema é que muitos instrutores, ao abrirem seu negócio, não se preocupam em ter esses valores previstos. Isso porque os especialistas recomendam que, para a Pessoa Jurídica (PJ) ou profissional autônomo, esse valor seja em torno de seis a 12 vezes o seu capital de giro

Quer aprender a construir uma reserva de emergência a partir dos seus lucros? 

Sou Luana Bernardo, treinadora do Grupo VOLL e especialista em gestão, e nesta matéria vou apresentar as principais dicas que você precisa colocar em prática para que esse planejamento aconteça da forma correta. Vamos lá? Boa leitura!

O que é Reserva de Emergência?

Reserva de emergência é um valor financeiro previsto que teoricamente, todo gestor deveria ter antes de abrir o seu Studio.  

Se o seu capital de giro ou sua renda for de R$7 mil, por exemplo, o ideal é que você trabalhe a construção de uma reserva de emergência de, pelo menos, R$42 mil

“Mas Luana, isso é impossível na minha realidade. Meu patrimônio líquido não chega a metade desse valor. O que posso fazer?”

Quando falamos da vida financeira de uma empresa, precisamos entender os números exatos dela. Por isso eu digo: nada é impossível, tudo é estratégico.

A construção de uma Reserva de Emergência exige um Fluxo de Caixa

O passo inicial é construir e manter ativo o fluxo de caixa do seu Studio de Pilates. Dessa forma, é possível ter um controle das suas receitas, gastos, além de visualizar de forma clara o valor final do seu lucro efetivo.

O segundo ponto é tentar, a partir desse lucro efetivo, destinar um valor para o crescimento dessa reserva de emergência. Você pode fazer isso em “escadinhas”, sem a necessidade de ser um valor fechado.  

O importante é que, além de destinar um percentual para esse montante, é entender que você não poderá contar com ele em qualquer momento, pelo contrário. 

O ideal é que esse valor seja reservado e que não exista acesso fácil a ele, afinal, como a própria nomenclatura diz, serve para momentos emergenciais, como o pagamento do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (CREFITO), Conselho Regional de Educação Física (CREF), além do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e demais taxas.

Conclusão 

A principal dica é enxergar o lucro efetivo não como um valor que será destinado ao seu salário, mas sim como o saldo positivo da sua empresa

Por isso, destine cerca de 20% para essa reserva e, caso algum imprevisto aconteça, você estará preparado para lidar com esse tipo de situação.

Quer aprender mais sobre gestão e as principais estratégias para administrar seu Studio de forma assertiva e sem erros? Clique aqui e tenha acesso a materiais exclusivos!