Posted in:

Exercícios de Pilates para trabalhar a postura corporal

A boa postura corporal é mais do que algo para melhorar a aparência física ou a estética do ser humano. Ela deve refletir a funcionalidade e como os músculos se comportam quando estamos em posição estática e, principalmente, durante a realização de qualquer movimento corporal.

Infelizmente, algumas pessoas negligenciam a boa postura durante as suas atividades de vida diárias e/ou laborais, ou quando estão em busca apenas uma boa forma ou condicionamento físico, comprometendo a sua saúde.

Nesse texto iremos abordar a importância de se ter uma boa postura corporal

Definição de postura corporal

Na literatura, podemos encontrar diversas definições de postura corporal onde notamos a complexidade do conceito e sua importância em nossas vidas. Conheça abaixo algumas definições:

  • ‏‏MASSARA; BANKOFF; STEFANO (1990) consideram que a postura corporal no adulto é um hábito de se posicionar diante das diversas situações. Cada indivíduo apresenta uma característica particular diante dos fatos. A postura é imposta por alterações intrínsecas ao corpo, que passam a interferir no cotidiano, modificando as cadeias, e conseqüentemente, os movimentos corporais.
  • A postura significa, segundo MASSARA; RAIMONDI (1990), “posição equilibrada e coordenada do corpo, em ação estática ou em preparação ao movimento, obtida e mantida com máxima economia”. Há dois tipos de posturas: há aquela que se adapta às circunstâncias, com o mínimo de gasto de energia e a não integrada com os seus componentes da economia, o que nada mais é do que a resultante do uso inadequado do corpo nas mais diversas atividades.
  • Para BRIGHETTI (1993) postura corporal é um equilíbrio dinâmico somático, onde se estabelecem relações com o meio em que se vive. Ela envolve o conceito de equilíbrio, coordenação neuro-muscular e adaptação de um determinado movimento corporal.

O que prejudica nossa postura

‏‏‏Podemos observar nas citações acima que a postura, é um sistema altamente complexo e que varia de indivíduo para indivíduo. Nos dias atuais, temos observado um aumento expressivo dos problemas relacionados à postura por diversos fatores que mudaram em nosso cotidiano como:

  • ‏‏Aumento do tempo na posição sentada utilizando computadores ou smartphones, e assistindo televisão;
  • A evolução tecnológica favoreceu a diminuição de movimentos com trabalhos mais sedentários;
  • Aumento da circulação de carros com transito intensos nas grandes cidades, aumentando o tempo na posição sentada e o estresse com a mobilidade urbana.
  • O aumento da violência e crimes levando uma insegurança e tensão da população;
  • A busca incessante por melhores resultados e metas, com maior pressão para a produtividade, inclusive com menos horas de sono, entre outros fatores.

‏‏‏Há uma variedade de razões cotidianas que podem levar à alterações posturais. Entre elas, podemos citar: hereditariedade, atividade esportiva, sedentarismo, aspectos emocionais e o comportamento social, posições antálgicas, tabagismo, problemas psicológicos, dirigir, gravidez, má formação congênita, ausência de estímulos de motricidade na infância, fraqueza e deficiência muscular, insuficiência ligamentar, obesidade, doenças, falta de flexibilidade na região do quadril e na coluna vertebral, sustentação e transporte de peso, fator evolutivo da postura ereta e estresse.

Todos estes fatores são responsáveis pelas alterações posturais e podem afetar a coluna vertebral, desencadeando algumas alterações posturais que implicam no uso incorreto de outras articulações (como ombros, braços, quadris, joelhos e pés).

Isso ocorre uma vez que, diante do desequilíbrio postural, o corpo busca compensações para manter o indivíduo em equilíbrio e realizando as suas funções, mesmo que para isso cause uma falta de mobilidade de alguma articulação e/ou encurtamentos musculares.

Os benefícios do Pilates para a postura corporal

POSTURA-CORPORAL-2

Estamos vivemos em uma sociedade com diversos estímulos estressantes,  sendo cada vez mais importante o cuidado com a saúde e qualidade de vida. Neste sentido, encontramos no método Pilates uma excelente ferramenta para atender essa necessidade, promovendo o controle entre a mente e o corpo, considerando uma boa postura corporal essencial neste processo de promoção da saúde e prevenção de doenças.

Quando pensamos em uma boa postura corporal, devemos considerar a funcionalidade e o alinhamento corporal, representando o equilíbrio entre os músculos e o esqueleto de forma a proteger as estruturas de suporte do corpo contra lesões ou deformidades, além de não causar fadiga ou provocar dor, e melhorar a aparência física.

O método Pilates treina o individuo a perceber o posicionamento do seu corpo no espaço e ajusta-lo para alcançar o alinhamento corporal. A partir disso, é possível se movimentar adequadamente e manter a saúde da coluna vertebral no seu cotidiano.

No inicio a pessoa pode ter maior dificuldade de manter o alinhamento corporal devido aos desequilíbrios musculares presentes, mas, após uma avaliação postural com a identificação dos objetivos específicos a serem trabalhados, podemos aplicar os exercícios corretivos que vão favorecer a manutenção da boa postura.

Trabalhando o alongamento axial

POSTURA-CORPORAL-1

Muitas vezes, as pessoas permanecem em má postura por tanto tempo que consideram essa postura como correta (pois assim se sente confortável) e frequentemente não lembram mais como era ter uma boa postura e quando assume o alinhamento corporal é desconfortável e/ou cansativo, pois a musculatura profunda estabilizadora não está fortalecida o suficiente ou possui encurtamentos musculares que dificultam a permanecer nesta nova postura por longos períodos.

Durante os exercícios de Pilates, procuramos sempre uma boa postura – seja na posição sentada, em pé, deitada, ajoelhada ou qualquer outra – e, para isso, utilizamos o conceito de alongamento axial, que é a intenção de querer ganhar espaço intra-articular, e propiciar a redução de cargas compressivas a coluna ou em quaisquer articulações envolvidas, e um alongamento sentido crânio-caudal que manterá as articulações mais saudáveis por maior tempo.

Podemos ensinar o praticante de Pilates o conceito do alongamento axial estimulando a consciência do movimento utilizando um comando verbal como “imagine uma corda presa no topo da sua cabeça que está puxando em direção ao teto e, com isso, você cresce, aumentando o espaço entre cada vértebra ou articulação”, ou podemos oferecer uma imagem que ilustre tal situação, e até mesmo realizar um estimulo tátil realizando um tração na coluna, membros inferiores e superiores.

Quando conseguimos encontrar um bom alinhamento corporal, o problema para sustentar ou manter a postura por muito tempo pode diminuir ou até mesmo sumir. Pois quando não sabemos o posicionamento ideal recrutamos desnecessariamente músculos que não são ideais para manter a postura. Ativamos músculos que são potentes ou globais, mas possuem pouca resistência para manter a postura, enquanto o ideal seria ativar músculos de são profundos e considerados como estabilizadores que possuem a capacidade de resistência para manter a postura adequada por longos períodos.

Podemos dizer que a postura ideal é quando estamos com o alinhamento de cabeça, cintura escapular e cintura pélvica.

Concluindo…

POSTURA-CORPORAL-3

A correção da postura é um desafio constante que deve ser feito diariamente e com atenção durante todas as atividades do dia-a-dia e não somente durante os exercícios de Pilates. A única forma efetiva de manter a boa postura é prestar atenção nela e manter o equilíbrio da musculatura com exercícios posturais regulares como os que aplicamos no método Pilates.
Lembre-se que o nosso corpo e postura pode dizer muito de nós mesmo sem falarmos um só palavra.

E você, como tem cuidado da sua postura e de seus pacientes?

Dr. Wellington Valeriano

Fisioterapeuta

Diretor da WP Pilates & Saúde   –   www.wppilatesesaude.com.br

Treinador Sênior do VOLL Pilates Group

Written by Wellington Valeriano

Wellington Valeriano

Fisioterapeuta desde 2004; Diretor da WP Pilates&Saúde; Treinador Sênior dos cursos de formação e aperfeiçoamento em Pilates –VOLL Pilates Group; Formação Internacional em Pilates Clínico; Formação Internacinal em Mobilização Neural; Formação Internacional em RPG – Sistema Australiano; e Formação Internacional em Mobilização Articular Funcional.

6 posts

3 Comentários

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *