Posted in:

O movimento é a arte da cura

movimento-no-Pilates
O movimento é a arte da cura
Gostou? Avalie!

Historicamente é sabido que, em 1914, durante a primeira Guerra Mundial, Joseph Pilates foi preso junto com outros cidadãos alemães pelas autoridades britânicas. Assim, foi levado para um campo de concentração na ilha de Man, onde começou a desenvolver intensamente o seu conceito de exercícios, que chamou de “Contrologia”. Conta-se, inclusive, que os prisioneiros que praticaram a proposta de condicionamento físico de Joe sobreviveram à grande pandemia de 1918, devido à sua boa forma.

Qual o segredo da sistematização de exercícios desenvolvidos por Joseph Hubertus Pilates para a promoção da saúde física?

Hoje em dia, é popular pregar que a prática de exercícios físicos de forma regular faz bem saúde. Isso é abordado na grande mídia, em jornais, revistas, artigos de saúde, estética e até psíquicos.

Mas qual é o fator agregador do método Pilates?

A meu ver, um dos principais fatores, talvez, seja a mobilidade adequada do tecido conjuntivo. Realizar exercícios físicos com estabilização axial (mantendo a contração conjunta da musculatura profunda estabilizadora), não só sustenta a zona neutra intervertebral dentro dos limites fisiológicos de estabilidade, protegendo a coluna vertebral dinamicamente de eventuais lesões ou recorrências dolorosas, como também estabiliza e sustenta a camada facial profunda. A sustentação da porção profunda do tecido conjuntivo durante a execução de extensos movimentos apendiculares permite um “deslizamento” apropriado entre as camadas faciais da estrutura corporal, proporcionando uma vasta mobilização do mesmo.

O tecido conjuntivo tem diversas funções no organismo: preencher, estabelecer conexão entre as células, tecidos ou órgãos, sustentar, transportar substâncias e nutrientes e auxiliar na defesa imunológica. O tecido conjuntivo é um sistema de informação, de remodelagem e de regeneração, de unidade e distinção, capaz de se deformar e recuperar sua forma quando pressionado, de se tornar um condutor de energia quando estimulado, de transduzir força mecânica em informação química quando tensionado.

Mobilizá-lo adequadamente é mantê-lo saudável e íntegro, garantindo efetivamente as suas funções no organismo. Portanto, é promover a manutenção de um corpo saudável. Sendo assim, fica claro entender que a correta mobilização do tecido conjuntivo proporcionada pelos exercícios do método Pilates se constitui na arte da cura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *