Posted in:

Parceria de Sucesso: Pilates e Futebol

Pilates-e-Futebol---CAPA

O futebol é um dos esportes mais populares do mundo, muito divertido, fácil de jogar, motivador e praticado por todas as idades, e desde os mais novos até os mais experientes, por lazer, amador ou profissional.

Para a diversão começar, basta uma bola, equipes de jogadores e as traves, para que, em qualquer espaço, crianças e adultos jogem futebol.

Na rua, na escola, no clube, no campinho do bairro ou até mesmo no quintal de casa, desde cedo jovens de vários cantos do mundo começam a praticar o futebol.

Algumas escolinhas iniciam treinamentos a partir de 3 anos de idade.

Breve História do FutebolPilates-e-Futebol-10

Origens do Futebol na China Antiga

Na China Antiga, por volta de 3000 a.C, os militares chineses praticavam um jogo que na verdade era um treino militar.

Após as guerras, formavam equipes para chutar a cabeça dos soldados inimigos. Com o tempo, as cabeças dos inimigos foram sendo substituídas por bolas de couro revestidas com cabelo.

Formavam-se duas equipes com oito jogadores e o objetivo era passar a bola de pé em pé sem deixar cair no chão, levando-a para dentro de duas estacas fincadas no campo. Estas estacas eram ligadas por um fio de cera.

Origens do Futebol no Japão Antigo

No Japão Antigo, foi criado um esporte muito parecido com o futebol atual, porém se chamava Kemari.

Praticado por integrantes da corte do imperador japonês, o kemari acontecia num campo de aproximadamente 200 metros quadrados.

A bola era feita de fibras de bambu e entre as regras, o contato físico era proibido entre os 16 jogadores (8 para cada equipe).

Historiadores do futebol encontraram relatos que confirmam o acontecimento de jogos entre equipes chinesas e japonesas na antiguidade.

Origens do Futebol na Grécia e Roma

Os gregos criaram um jogo por volta do século I a.C que se chamava Episkiros. Neste jogo, soldados gregos dividiam-se em duas equipes de nove jogadores cada e jogavam num terreno de formato retangular.

Na cidade grega de Esparta, os jogadores, também militares, usavam uma bola feita de bexiga de boi cheia de areia ou terra.

O campo onde se realizavam as partidas, em Esparta, eram bem grandes, pois as equipes eram formadas por quinze jogadores.

Quando os romanos dominaram a Grécia, entraram em contato com a cultura grega e acabaram assimilando o Episkiros, porém o jogo tomou uma conotação muito mais violenta.

O Futebol na Idade MédiaPilates-e-Futebol-5

Há relatos de um esporte muito parecido com o futebol, embora usava-se muito a violência.

O Soule ou Harpastum era praticado na Idade Média por militares que dividiam-se em duas equipes : atacantes e defensores. Era permitido usar socos, pontapés, rasteiras e outros golpes violentos. Há relatos que mostram a morte de alguns jogadores durante a partida.

Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

Na Itália Medieval apareceu um jogo denominado gioco del calcio. Era praticado em praças e os 27 jogadores de cada equipe deveriam levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça.

A violência era muito comum, pois os participantes levavam para campo seus problemas causados, principalmente por questões sociais típicas da época medieval.

O barulho, a desorganização e a violência eram tão grandes que o rei Eduardo II teve que decretar uma lei proibindo a prática do jogo, condenando a prisão os praticantes.

Porém, o jogo não terminou, pois integrantes da nobreza criaram um nova versão dele com regras que não permitiam a violência. Nesta nova versão, cerca de doze juízes deveriam fazer cumprir as regras do jogo.

O Futebol chega à InglaterraPilates-e-Futebol-1

Pesquisadores concluíram que o gioco de calcio saiu da Itália e chegou a Inglaterra por volta do século XVII. Na Inglaterra, o jogo ganhou regras diferentes e foi organizado e sistematizado.

O campo deveria medir 120 por 180 metros e nas duas pontas seriam instalados dois arcos retangulares chamados de gol. A bola era de couro e enchida com ar.

Com regras claras e objetivas, o futebol começou a ser praticado por estudantes e filhos da nobreza inglesa. Aos poucos foi se popularizando.

No ano de 1848, numa conferência em Cambridge, estabeleceu-se um único código de regras para o futebol.

No ano de 1871 foi criada a figura do guarda-redes (goleiro) que seria o único que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada da bola.

Em 1875, foi estabelecida a regra do tempo de 90 minutos e em 1891 foi estabelecido o pênalti, para punir a falta dentro da área. Somente em 1907 foi estabelecida a regra do impedimento.

O profissionalismo no futebol foi iniciado somente em 1885 e no ano seguinte seria criada, na Inglaterra, a International Board, entidade cujo objetivo principal era estabelecer e mudar as regras do futebol quando necessário.

No ano de 1897, uma equipe de futebol inglesa chamada Corinthians fez uma excursão fora da Europa, contribuindo para difundir o futebol em diversas partes do mundo.

Em 1888, foi fundada a Football League com o objetivo de organizar torneios e campeonatos internacionais.

No ano de 1904, foi criada a FIFA ( Federação Internacional de Futebol Association ) que organiza até hoje o futebol em todo mundo.

É a FIFA que organiza os grandes campeonatos de seleções ( Copa do Mundo ) de quatro em quatro anos. Em 2006, aconteceu a Copa do Mundo da Alemanha, que teve a Itália como campeã e a França como vice.

A FIFA também organiza campeonatos de clubes como, por exemplo, a Copa Libertadores da América, Copa da UEFA, Liga dos Campeões da Europa, Copa Sul-Americana, entre outros.

Pilates-e-Futebol---Bola

Bola de futebol: final do século XIX

História do Futebol no BrasilPilates-e-Futebol-9

Nascido no bairro paulistano do Brás, Charles Miller viajou para Inglaterra aos nove anos de idade para estudar.

Lá tomou contato com o futebol e, ao retornar ao Brasil em 1894, trouxe na bagagem a primeira bola de futebol e um conjunto de regras. Podemos considerar Charles Miller como sendo o precursor do futebol no Brasil.

O primeiro jogo de futebol no Brasil foi realizados em 15 de abril de 1895 entre funcionários de empresas inglesas que atuavam em São Paulo.

Os funcionários também eram de origem inglesa. Este jogo foi entre FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY.

O primeiro time a se formar no Brasil foi o SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888.

No início, o futebol era praticado apenas por pessoas da elite, sendo vedada a participação de negros em times de futebol.

Em 1950, a Copa do Mundo foi realizada no Brasil, sendo que a seleção brasileira perdeu o título, em pleno Maracanã, para a seleção Uruguaia (Uruguai 2 x Brasil 1).

Em 2014, a Copa do Mundo de Futebol também foi realizada no Brasil.

Em 1901, foi criada a Liga Paulista de Futebol, que realizou posteriormente o primeiro Campeonato Paulista. O time de Charles Miller era uma sensação e foi tricampeão paulista.

Os clubes que surgiam estavam se organizando e, até 1919, quase todos os estados brasileiros já possuíam um campeonato regional e sua federação. Em 1914, foi criada a Confederação Brasileira de Desportos (CDB), que administrava outros esportes além do futebol.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi criada em 1979, após a dissolução da CDB.

É a entidade que administra o futebol brasileiro e possui 27 federações estaduais vinculadas. Sua sede é no Rio de Janeiro e organiza os principais campeonatos nacionais.

Curiosidades…Pilates-e-Futebol-7

  • Comemora-se em 19 de julho o Dia Nacional do Futebol. A data foi instituída pela antiga CBD (Confederação Brasileira de Desportos) em homenagem ao time mais antigo do Brasil. O Sport Club Rio Grande, da cidade de Rio Grande (RS), foi fundado em 19 de julho de 1900.
  • Nos Jogos Olímpicos do Rio 2016, o Brasil conquistou pela primeira vez a medalha de ouro no futebol masculino.
  • As maiores torcidas do Brasil estão concentradas na região sudeste.
  • O Internacional (RS) ocupa a 7° colocação e é o time que possui mais torcedores na região sul.
  • O Cruzeiro (MG) fica em 6° lugar, com cerca de 3% dos brasileiros.
  • O Vasco da Gama (RJ), fundado em 1898, conta com a torcida de 4% dos brasileiros.
  • O Palmeiras (SP) conta com 6% da torcida nacional, com 2% a mais e na 3° colocação fica o São Paulo (SP), que foi criado em 1930.
  • Conhecido por sua torcida apaixonada, o Corinthians (SP) foi fundado em 1910 e ocupa o 2° lugar no ranking de torcidas, com 14% da torcida brasileira.
  • O primeiro lugar é ocupado pelo Flamengo (RJ), com 17% de torcida e com grande preferência da população nordestina.

Futebol e Pilates: como podemos aliar?Pilates-e-Futebol-4

Nosso país, é mundialmente conhecido como País do Futebol, mesmo o esporte não ter sua origem em nosso território, nossa fama se espalhou pelo mundo, pela paixão nacional que se tornou, pela quantidade de times e clubes, e grandes jogadores brasileiros, como o Pelé, Ronaldo, Neymar, por exemplo.

Outra atividade muito praticada no Brasil atualmente é o Pilates, este é um pouco mais recente, pois ele foi idealizado por Joseph Pilates após 1945, e deixou seu legado após sua morte em 1967.

Atualmente, o Método Pilates está se tornando um aliado dos praticantes de futebol.

No meu studio, passam alunos que após lesões diversas, precisaram interromper a prática, mas com a realização de aulas e a intervenção das aulas, grande parte dos alunos retornou as atividades relacionadas ao futebol.

Apesar de ainda existir preconceito por parte dos homens em realizar aulas de pilates, os praticantes que realizam, se beneficiam muito com suas atividades cotidianas e de lazer.

Costumo orientar ao retorno das atividades esportivas de forma gradual, até que o aluno sinta segurança e realize a atividade como sempre fez, e sem dor. Não só para praticantes de futebol, quanto para quem pratica outros esportes.

Eu vou propor um desafio!

Faça uma pesquisa simples em sites de busca com o tema Pilates e Futebol, você pode se inspirar (como aconteceu comigo) com imagens de grandes ídolos e jogadores praticando exercícios do Método Pilates ou que foram baseados no mesmo.

Na minha pesquisa, encontrei imagens de jogadores praticando Pilates, do Bayer de Munique ao comando de Pepe Guardiola, Ronaldo (fenômeno), Alexandre Pato, David Beckham, Deco, Neymar e Cristiano Ronaldo. Uma bela lista!!!

Além de estar ganhando espaço nos treinamentos, geralmente os clubes possuem uma sede, na qual existem várias atividades que os sócios e/ou torcedores podem usufruir, desde crianças até os adultos.

Nesses espaços, é necessário que um instrutor ministre as aulas, seja de solo ou aparelhos. Os clubes que ainda não oferecem Pilates aos frequentadores, estão desatualizados, provavelmente sofrendo pressão para realizar esse investimento.

Parcerias com studios na cidade podem ser bons negócios, ou ainda, alugar um espaço dentro do clube para que um profissional habilitado monte seu studio, é ainda mais interessante.

Aqui, abro uma possibilidade para profissionais, educadores físicos e fisioterapeutas que possuem conhecimento nas modalidades esportivas, para realizarem propostas aos clubes conhecidos, que não oferecem Pilates aos seus frequentadores e atletas, e em parceria, montem studios de pilates e acompanhem o crescimento do Método no mundo da elite esportiva nacional.

Clubes que Aplicam PilatesPilates-Futebol-3

Alguns clubes nacionais e internacionais já estão se beneficiando da aplicação do Pilates, vejamos como está esse panorama…

Clubes brasileiros que oferecem Pilates em suas sedes aos frequentadores:

  1. Clube de Regatas do Flamengo- RJ
  2. River Futebol Clube – Rio de Janeiro
  3. Clube Vasco da Gama – Santos – SP
  4. Palmeiras – São Paulo – SP
  5. São Paulo Futebol Clube – SP

Depois de atender aos frequentadores, os clubes precisam inserir os conhecimentos do Método nos treinamentos dos atletas profissionais, pois como sabemos, o Pilates é uma prática que possibilita o equilíbrio da musculatura, treina estabilizadores de tronco e previne lesões, e este motivo é o maior de todos quando o assunto é futebol de alto nível.

A exigência física imposta aos atletas é extrema e pode gerar lesões a curto, médio e longo prazo.

Atleta afastado por lesão, significa dinheiro jogado fora, pois além de não jogar (e continuar recebendo seu salário normalmente) ele passa por médicos, fisiatras, fisioterapeutas, preparadores físicos até poder voltar a jogar, entrar novamente no ritmo e ajudar seu time a conquistar os títulos que disputa.

Clubes brasileiros que utilizam o Pilates como complemento do Treinamento:

  1. Seleção brasileira olímpica
  2. Flamengo – RJ
  3. Atlético mineiro – MG

Clubes internacionais que utilizam Pilates no centro de Treinamento:

  1. Arsenal
  2. Inter de Milão
  3. Chelsea
  4. Bayer de Monique

Entre muitos outros, não listados aqui, que não revelam na mídia a preparação física de seus atletas, mas que utilizam princípios do Método e estão elevando a capacidade física de seus atletas e com índices baixos de lesões.

É o sonho dos clubes que investem pesado em jogadores.

Mas o que o Método Pilates acrescenta aos praticantes de futebol, que outras modalidades não oferecem?

O programa de treinamento baseado nos princípios do Método Pilates, traz ao corpo do atleta de futebol diversos benefícios, dentre eles:

  • Diminuição de lesões articulares e musculares.
  • Melhoria do equilíbrio muscular.
  • Melhoria da consciência e controle postural na realização dos movimentos específicos.
  • Maior estabilidade da musculatura paravertebral, abdômen e glúteos, que são essenciais para realização do chute no futebol.
  • Melhora do equilíbrio estático e dinâmico.
  • Economia de esforços em movimentos desnecessários.
  • Aumento da eficiência dos movimentos.

Concluindo…Pilates-e-Futebol-2

Todo programa de exercício elaborado dentro dos princípios desse tipo de treinamento trará benefícios para o atleta. O mais importante é minimizar os erros para que a performance atlética seja alcançada no decorrer da exigência.

Um profissional que entenda a biomecânica do Futebol e do Pilates, pode planejar treinamentos específicos para atletas, e nos outros horários do dia, trabalhar com aulas de públicos diversos, dentro do clube.

Quando o atleta realiza movimentos de corrida, ele precisa estar com a musculatura corporal simetricamente ativada, para que nenhum dos lados seja prejudicado nos percursos percorridos e com intervalos preenchidos de outros movimentos.

Ao realizar, passes e chutes, um dos membros deixa o solo enquanto o outro estará sustentando o peso do corpo, e para que isso não prejudique o desempenho e não gere dores, principalmente nas pernas e tronco, é preciso que o a coluna se estabilize antes do movimento, é aí que entra nosso POWER HOUSE.

Ao realizar um movimento amplo com membros inferiores, o risco de distensão é alto, e por isso, um bom alongamento e um treinamento de contração excêntrica é muito importante! E nisso, o Pilates é nota 10! Músculos fortes e alongados são essenciais para o desempenho atlético.

Praticantes de futebol, seja jovem ou idoso, recreativo ou profissional, podem inserir aulas de pilates na semana para melhorar sua atuação na modalidade e reduzir o risco de lesões.

Profissionais que pretendem atuar com Pilates, esta é uma área de trabalho interessante e crescente, com pouco risco de erro. Explore o mercado do Pilates, busque seu sucesso profissional!

 

Referências Bibliográficas

Written by Luciana Casemiro Ramos

Luciana Casemiro Ramos

Licenciatura Plena em Educação Física - Unesp Bauru - 2007
Bacharelado em Fisioterapia - Fib - Bauru - 2010
Cursos de Pilates Solo e Aparelhos desde 2008
Curso de Pilates aplicado as Patologias da Coluna Vertebral - Metacorpus - 2011
Proprietária de 2 Studios e Coordenadora da Terceira Unidade
Instrutora Voll desde 2015
Pós Graduanda em Fisiologia do Exercicio, emagrecimento e nutrição esportiva

11 posts

3 Comentários

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *