Posted in:

O número perfeito de repetições dos exercícios de Pilates

exercicios-de-Pilates
O número perfeito de repetições dos exercícios de Pilates
Gostou? Avalie!

Muitos dos alunos, do Studio e de cursos, vem até mim com o mesmo questionamento: Quantas repetições eu devo fazer em casa um dos exercícios de Pilates? Essa pergunta já é comum mas ainda é fonte de muitas dúvidas em nossas aulas e treinamentos.

Temos que ter em mente que o objetivo de cada treino e o número de repetições precisa ser elaborado por nós instrutores, de forma consciente e que dê ao aluno a opção de evoluir de forma gradativa.

Mas como fazer isso? E como estabelecer um padrão?

Antes de começar a pensar nos exercícios de Pilates, precisamos nos atentar a olhar para os princípios básicos do Método.

Os princípios do Métodotree-03

Como Joseph Pilates ensinou, a Contrologia, -nome original do Método Pilates- não é um sistema monótono, maçante, cheio de exercícios enfadonhos e repetidos em todas as aulas até causarem tédio.
Cada um dos exercícios exigem uma precisão da correta da postura, uma concentração e controle do seu próprio corpo.
É preciso que o aluno desenvolva domínio da prática proposta e quando se faz desta forma só precisamos de algumas repetições para colher todas suas vantagens.

Portanto, o Pilates desenvolve o movimento integrado de todo o corpo, através de vários grupos musculares simultaneamente trabalhados em movimentos suaves e contínuos, com ênfase na concentração, fortalecimento e estabilização (o chamado “Power House”).

Para preservar esse equilíbrio trabalhamos os princípios do Pilates na execução de cada exercício:

  • Respiração
  • Centralização (Power House)
  • Alongamento Axial
  • Organização de cintura Escapular – Crânio-cervical – Pélvica
  • Descarga de Peso
  • Fluidez

Repetições dos exercícios de Pilatesalinhamento-postural-9

Manter-se atento para preservar esses princípios durante a realização de um exercício de Pilates e manter a qualidade do movimento não é uma tarefa fácil, não é mesmo? Exige um alto grau de concentração!  Dessa forma, o número de repetições está diretamente relacionado à qualidade e a concentração nos exercícios.  Em média, costuma-se realizar de 6 a 12 repetições.

No livro Return to Life Through the Contrology, escrito por Joseph, podemos observar em sua sequência de Mat Pilates a indicação de poucas repetições, entre 3 e 6, em média. Dá uma olhadinha:

  • Swan Dive: Repita o balance do tronco por 6 vezes.
  • Spine Stretch: Repita 3 vezes o movimento.
  • Spine Twist: Repita o movimento 3 vezes para cada lado.
  • Shoulder Bridge: Repita 3 vezes o movimento de cada perna.

Uma vez que temos por objetivo a consciência corporal e a qualidade do movimento, uma sequência de repetição para cada exercício é suficiente, pois a diversidade de estímulos corporais é primordial.

Lembrando que pode ser interessante utilizar-se de mais de uma série de repetição (2 séries de 6 repetições, por exemplo) quando se nota necessidade de fixação do aprendizado. Mas de modo geral, é realizada apenas uma.

Lembre-se sempre que o foco está na qualidade dos movimentos, ao invés da quantidade, o que faz o praticante sentir-se revigorado, ao invés de exausto após uma prática. Buscamos o equilíbrio constante, assim nenhum grupo muscular fica sobrecarregado e o corpo trabalha de forma mais eficiente.

A intensidade se aplica através de diversas variáveis como, por exemplo, amplitude de movimento, alavancas e base de suporte, mas, acima de tudo, está diretamente relacionada ao grau de concentração que o praticante tem na hora de recrutar seu corpo na realização de um exercício de Pilates.

Concluindo…comando-verbal

Os exercícios de Pilates são por princípio completos e se realizados corretamente funcionam com eficiência tanto no corpo como um geral, como em músculos específicos. Determinar uma quantia exata de exercícios desgasta e empobrece o método, como cansa e deixa as aulas monótonas e repetitivas.

Faz parte do processo de observação do instrutor de Pilates desenvolver um treinamento específico para cada aluno, analisando suas fraquezas e potências e a partir dai criando metas e objetivos saudáveis.

 Gostou desse texto? Tem algo a acrescentar? Conta pra mim nos comentários!

Viviane Vales

Educadora Física

Instrutora de Pilates e Garuda®

www.tcpilates.com.br

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *