Posted in:

Como tratar a lesão no tendão de Aquiles com o Pilates?

21-05

Você já teve algum paciente/aluno que havia lesionado o tendão de Aquiles? Nesse texto você vai encontrar dicas de como trabalhar na reabilitação desse tipo de lesão no Pilates, além de exemplos de exercícios para você reproduzir com seus alunos.

O tendão calcâneo, mas popularmente é conhecido como Tendão de Aquiles, fica localizado na parte superior do calcanhar e é o tendão mais forte e espesso do corpo. É ele que gera força para dar impulso ao passo, ajuda a ficar na ponta dos pés e por isso, está sujeito a sofrer algumas lesões e dores.

Ele constitui a inserção do gastrocnêmico ou gêmeos (dois músculos biarticulares, cuja ação consiste em flexionar a articulação do joelho e a flexão plantar ou extensão da articulação do tornozelo), o sóleo (músculo monoarticular cuja ação é provocar a flexão plantar e extensão da articulação do tornozelo) e a planta pequena, sendo este último inconstante, formando esses músculos o tríceps sural.

A lesão no Tendão de Aquiles

TENDÃO-DE-AQUILES-8

Quando o tendão fica mais fraco e vulnerável, devido a alteração das as fibras que formam os tendões e transferem a força dos músculos para os ossos, é diagnosticado tendinite calcâneo. É o diagnóstico mais comum, relacionado à dor no tendão de Aquiles. Quando a tendinite é crônica ou não é tratada, pode ocasionar uma ruptura parcial ou total do Tendão de Aquiles.

A tendinite do tendão de Aquiles pode acontecer devido, entre outras coisas a:

  • Micro traumatismos causados por causa da repetição
  • Degeneração ou alteração do tendão
  • Rigidez ou encurtamento do tríceps sural, provocando uma baixa flexão dorsal da articulação do tornozelo
  • Biomecânica inadequada na execução do deslocamento, pouco ou nulo suporte do calcanhar na fase correspondente ao do deslocamento
  • Apoio inadequado do pé
  • Alterações no movimento estático no pé, principalmente o pé cavo
  • Utilização de calçado inadequado que impede o suporte plantar correto

 

Como tratar a lesão com Pilates?

TENDÃO-DE-AQUILES-9

Um dos grandes aliados de vários tipos de lesões, inclusive a no tendão de Aquiles, é o Método Pilates. Através dos exercícios, o Pilates pode promover o reequilíbrio muscular, relaxamento consciente de tensões, fortalecimento e estabilização dos músculos. O método também fortalece a musculatura sem gerar hipertrofia, mantendo a leveza, tonificando a musculatura e prevenindo e tratando lesões.

Para tratar a lesão no tendão de Aquiles com o Pilates, você deve primeiramente observar o aluno de forma estática e dinâmica para detectar:

  • Alteração na articulação do joelho;em varo ou valgo que alteram a base de sustentação do suporte da culatra, avaliando para onde há desvios e tratar de corrigi-las, buscando o alinhamento correto entre o tornozelo, o joelho e o quadril. Lembrando que os gêmeos são biarticulares.
  • Alterações na execução do deslocamento, observando desvios e como alcançar um padrão de deslocamento adequado
  • Alterações na base da culatra, rigidez na fáscia plantar e falanges
  • Encurtamento do tríceps sural que impede uma flexão dorsal (movimento da articulação do tornozelo que se refere à flexão entre o pé e a superfície do corpo) correta da articulação do tornozelo.

E durante os exercícios, devemos observar durante a execução os seguintes detalhes:

  • O alinhamento correto entre falanges, pé, tornozelo, joelho e quadril.
  • Começar mobilizando a fáscia e relaxar a mesma, igualmente mobilizando cada uma das falanges.
  • Mobilizar a articulação do tornozelo durante a extensão do mesmo. Durante essa extensão o aluno tende a inverter o pé, evite que isso ocorra.
  • Trabalhando com ênfase na fase excêntrica, devido ao encurtamento do tríceps sural, o que ajuda a prevenir a dorsiflexão do tornozelo em todo seu alongamento.
  • Mobilizar, fortalecer e incluir trabalhos de propriocepção com exercícios com Bosu ou disco propriocepção, para estimular a base de culatra e muscular e receptores articulares.
  • Apoiar todas as falanges durante a execução do exercício, se a quinta falange não suporta adequadamente a parte externa do pé, perna e coxa não funcionam.
  • Alongamento com os joelhos estendidos gêmeos e sóleo com os joelhos dobrados.

Dicas de exercícios

Para inspirar e ajudar você, professor, em suas aulas, aqui tenho algumas dicas de exercício para tratar essa lesão em especifico.

  • Massagear a planta do pé com bolas duras, no tornozelo e em todas as seções do pé, melhorando a propriocepção e relaxando a fáscia plantar.

TENDÃO DE AQUILES 7

  • Footwork com o suporte correto do pé e de todas as falanges, alinhamento do pé, joelho, tornozelo e quadril. No Reformer Footwork com os pés paralelos, V Pilates, calcanhares e metatarso. Ênfase na contração excêntrica.

TENDÃO DE AQUILES 4

  • Footwork em Chair, Double Leg Pumps, Single Leg Pumps, arco, calcanhares e metatarso, tendão stretch com ênfase na fase excêntrica.
  • Standing Footwork, de frente, de lado e de lado com o crossover.
  • Aquiles Stretch em Chair.

TENDÃO DE AQUILES 2

  • Cadillac, mola desde embaixo e a fita de segurança colocada, Footwork com as duas pernas e depois com uma perna. Hip Opener com as mesmas variações do suporte dos pés.
  • Propriocepção e equilíbrio em Bosu ou no disco de propriocepção, com as duas pernas e depois com uma perna em contrações isométricas e isotônicas.

TENDÃO DE AQUILES 1

  • Assessórios criados por Pilates para mobilizar e fortalecer falanges, o pé e suas seções. Foot Corrector e Toe Gizmo.

TENDÃO DE AQUILES 5

Concluindo

TENDÃO-DE-AQUILES-10

Como já dito, o Método Pilates é um grande aliado em tratamento de lesões e você instrutor pode aplicar com seus alunos e pacientes da melhor maneira. Espero que a definição e dicas tenham sido uteis para futuramente quando encontrar um aluno com essa patologia, fique mais fácil para ajudá-lo.

Você, já teve ou tem algum aluno com lesão no tendão de Aquiles? Como você alia o Pilates no tratamento? Conta para gente nos comentários!

Written by Sandra Battello

Sandra Battello

Maestra de 2° Generación de J Pilates, Master Teacher de Lolita San Miguel, Lolita´s Disciple. PMA- CPT. Stott Pilates Instructor Full Certificación. MK Pilates. Certified GYROTONIC Trainer. Cursando Lic. En Kinesiología Universidad Fasta.

8 posts

3 Comentários

Deixe um Comentário

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *