Posted in:

O que fazer com Alunos de Pilates que dizem Não Gostar do Método?

O que fazer com Alunos de Pilates que dizem Não Gostar do Método?
Gostou? Avalie!

O que fazer quando seu aluno já entra no estúdio de Pilates e fala: “não gosto de Pilates!”? Eu já ouvi muitas coisas dos alunos de Pilates que vieram ao meu estúdio…

“Eu fazia musculação mas estou com um probleminha de coluna e não posso malhar”.

“Ah eu não gosto de Pilates… só estou aqui porque o médico recomendou”.

“Me falaram que era bom para dor”

São essas frases – entre outras – que ouvimos várias e várias vezes no estúdio… Como mudar isso e fazer com que esses alunos mudem de ideia e passem a amar o Pilates? Ao invés de estar ali só por estar, porque alguém disse que é bom para dor ou por recomendação médica ou porque não pode fazer musculação.

O primeiro passo

Para que nossos alunos tenham prazer em praticar o Pilates de corpo e alma e não estejam ali só por estar, devemos trazer a essência desta técnica! Mostre para seu aluno os benefícios que ele pode adquirir, o quanto vai lhe fazer bem e que será muito importante para ele!

Benefícios do Pilates

Sei que em algum momento todos já ouviram falar dos benefícios que o Pilates trás. Mas é sempre bom relembrar o porque devemos praticar o Pilates. Ele oferece:

  • Melhora da postura
  • Melhora do tônus muscular o alongamento
  • Melhora da qualidade de vida
  • Diminuição do nível de ansiedade
  • Diminuição do estresse
  • Diminui as dores musculares e articulares
  • Ajuda na socialização
  • Melhora no humor
  • Melhora na coordenação motora
  • Melhora do equilíbrio
  • Melhora da lateralidade
  • Melhora da força
  • Melhora da concentração
  • Melhora da respiração
  • Mudança no estilo de vida
  • Melhora da pressão arterial

Ajuda no controle de doenças secundárias (exemplo: Hipertensão Arterial, Diabetes, Problemas Articulares, dores posturais entre outras comorbidades).

O Pilates já teve seu auge como modismo, mas hoje em dia já é considerado como uma ótima atividade física para a saúde. Conquistando mais adeptos a cada dia.

Modalidade totalmente livre

Muitos alunos chegam no estúdio com a ideia que o Pilates é algo fácil de se executar, que eles vão tirar de letra! Sim, o Pilates é uma modalidade que todos podem praticar e, como qualquer modalidade, possui graus de dificuldade diferentes. Desde o mais básico – para iniciantes – como o mais avançado – para quem já pratica a algum tempo.

É importante salientar para os alunos de Pilates que estão chegando, que todos podem praticar Pilates, porém nem todo exercício é para todo mundo. É necessário dedicação, concentração, equilíbrio e muito treino.

Em meu estúdio tenho alguns alunos que quando iniciaram o acompanhamento comigo diziam que não gostavam e que estavam ali só por um curto período de tempo.

Só há um problema que eles não sabiam: quando se começa a praticar o Pilates não se consegue mais parar! São tantos os benefícios e a mudança no estilo de vida é tão intensa, que estes alunos acabam se mantendo fieis ao método! Levando o Pilates para seu dia a dia como um estilo de vida.

Tipos de alunos de Pilates que dizem não gostar

Como já citei neste artigo, um grupo bem diversificado procura pelo Pilates por situações adversas! Abaixo, vou citar alguns destes grupos para vocês.

Já adianto que boa parte deles são sedentários e estão ali só para dizer que fazem alguma atividade. Estes são os melhores, pois depois que começam não querem mais parar pois há a tendência deles sentirem uma melhora na disposição para realizar tarefas diárias.

Temos também o grupo do Condor… É isso mesmo! Com dor no joelho, na coluna (cervical, torácica e lombar). Estes alunos se tornam mais fieis ao longo do tempo, pois ao perceberem que as dores estão sendo reabilitadas, veem que não conseguem mais deixar o Pilates!

Temos também um grupo que eu gosto muito que já chega dizendo que é “rato de academia”, que faz musculação há muitos anos!

Estes são ótimos porque quando dão início ao programa de Pilates veem que é bem diferente: que não são exercícios de explosão, mas sim que exigem concentração, controle, centro físico, movimento fluído, precisão e respiração.

Vamos ao que interessa

Todo instrutor quer saber como efetivamente vai conquistar seu aluno e quebrar o gelo com ele. Isso, para que seus alunos de Pilates pertençam a um grupo diversificado, mas que também fiel à pratica do Pilates! Vou citar aqui alguns dos exercícios que sempre conquistam os alunos.

Leg Circle Duplo no Cadillac

Vamos começar pelo queridinho dos alunos de Pilates, o Leg Circle Duplo realizado no Cadilac! Ele é de fácil execução, permitindo que alunos de qualquer nível possam fazer.

Por ser executado deitado e ter auxilio das molas, sua principal função é o fortalecimento dos membros inferiores. Mas ele também trabalha a musculatura respiratória e auxilia no retorno sanguíneo para o coração.

Vela no Cadillac

Outro exercício que além de trazer bem estar, auxilia no retorno venoso, trabalha os membros inferiores, a musculatura abdominal e a para vertebral. A Vela pode ser realizada no Cadillac – como vemos na primeira imagem -, ou no solo unilateral.

Na imagem acima utilizamos o Busu para apoiar uma das pernas e elevando uma das pernas. Esse exercício especialmente, foi realizado por vários alunos ao mesmo tempo promovendo uma interação através da ajuda mútua dos mesmos.

Alongamento de Membros Inferiores no Reformer

Praticar Alongamento no Reformer desafia seus alunos de Pilates mais a quebrar barreiras! Abaixo podemos ver a execução da abdução de membro inferior e trabalho de fortalecimento de membro superior.

The Hundred na Bola

Neste caso, realizamos o The Hundred com o auxilio de uma bola e com extensão de perna unilateral.

Exercícios Suspensos

Os exercícios que os alunos de Pilates gostam muito – pois exigem um nível de força, equilíbrio e concentração maior -, são os exercícios aéreos.

Concluindo…

Nós, fazemos a diferença na vida destas pessoas trazendo bem-estar, conforto e uma atividade diferenciada para pessoas de todas as idades.

Ao montar um programa para cada aluno usamos, além do nosso conhecimento, o entendimento sobre o que o outro quer, precisa e o que lhe trará melhor resultado. Não é só passar um exercício, mas incluir a diferença na vida do indivíduo como um todo.

Reorganizar, fortalecer, alongar, reaprender a respirar, diminuir a dor e reeducar a postura. Tudo isso se resume a uma só palavra: Pilates. O que antes foi modal e novidade, hoje se trata de um estilo de vida para várias pessoas que encontraram o conforto e bem-estar corporal na pratica desta modalidade.

Hoje são vários alunos que chegaram para mim com dores lombares, cervicais no quadril, joelho tornozelo, hérnia de disco e sedentarismo. Que encontraram conforto e alivio das dores com o Pilates e continuaram sua pratica como uma questão de bem-estar para sua vida.

Written by Carla Martins de Moraes

Carla Martins de Moraes

□ Fisioterapeuta Formada pela UNIFESO
□ Fisioterapeuta na Clínica Inspirar
□ Coordenadora do Setor de Fisioterapia na ONG Lar de Margarida
□ Fisioterapeuta Voluntária na ONG Lar de Margarida
□ Instrutora de Pilates na ONG Lar de Margarida
□ Instrutora de Pilates Estúdio Vibre
□ Instrutora de Pilates e Fisioterapeuta na Fit Center
□ Fisioterapeuta (Hidroterapia Geriátrica, Ortopédica, Neurológica e Pediatra (especial))
□ Fisioterapeuta e Instrutora de Pilates na Mov Pilates
□ Fisioterapia Home Care Confiare
□ Curso Método de Pilates - Lemos Treinamentos
□ Jornada CET de Capacitação – Autismo e Inclusão
□ Curso Método de Pilates - Lemos Treinamentos
□ Técnicas Manuais em Fisioterapia Respiratória Aplicada ao Paciente Adulto e Pediátrico
□ “Integração Sensorial: Da Fisiologia à Prática Clínica para Pacientes Portadores de Disfunções Sensoriais”
□ Curso de Treinamento em BLS na VI Jornada SOCERJ de Fisioterapia em Cardiologia
□ Atendimentos Fisioterapêuticos aplicado no Campeonato Nacional de Dança em Teresópolis

5 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *