Junte-se a mais de 200.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Não importa a modalidade com a qual você trabalha, alunos que apresentam algum problema postural são quase regra no seu studio. Apesar dos problemas que a posição errada da coluna pode trazer, quase ninguém procura uma atividade de correção a não ser que isso se desenvolva numa patologia.

Felizmente não é necessário utilizar um processo de reabilitação longo e complexo para corrigir uma postura ruim. Podemos usar a atividade física, em especial o Treinamento Funcional, para deixar nossos alunos com uma coluna funcional, com mobilidade e alinhada.

Reunimos nesse artigo algumas dicas para melhorar a postura através das técnicas e exercícios do Treinamento Funcional. Está curioso? Então continue lendo!

Problemas que a Má Postura pode Ocasionar

Adotar uma postura ruim é algo sobre o qual quase ninguém pensa. Se pensasse, ninguém acharia que não há problema ficar horas e horas inclinado sobre um notebook no trabalho e depois chegar em casa e fazer a mesma coisa.

Mesmo quem é praticante de atividades físicas raramente se importa com a questão. Muitas vezes o foco do praticante é desenvolver um corpo forte, musculoso e esteticamente agradável. Mas quem chega a pensar que deveria fazer exercícios e manter uma boa postura para atingir esses objetivos?








CURSO DE PILATES PARA COLUNA


 Garanta agora  3 Cursos Completos + Bônus

Pilates para a reabilitação das principais patologias da Coluna

Pensando nisso, criamos um infográfico para que você entenda quais os malefícios de uma má postura! Confira abaixo!

Benefícios do Treinamento Funcional para a postura

Começamos a perceber a importância de utilizar o Treinamento Funcional para correção postural quando pensamos na quantidade de musculaturas trabalhadas durante uma aula. Como estamos sempre em busca de um trabalho global e funcional, todas as regiões importantes para manter-se numa postura ereta.

O CORE em especial é trabalhado em praticamente todos os exercícios dessa modalidade. O motivo dessa ênfase está na necessidade desse conjunto de músculos para manter o corpo em estabilidade e seguro durante o movimento.

Coincidentemente, pessoas com problemas posturais costumam apresentar um CORE enfraquecido e pouco funcional, como já vimos. O trabalho de CORE é essencial nesses alunos, fazendo com que modalidades com um foco similar na região também sejam bastante eficientes para consertar uma postura deficiente.

Além disso, o Treinamento Funcional tem como objetivo restaurar as funções corporais, fortalecer musculaturas e encontrar a estabilidade e mobilidade perdidas das articulações. Tudo isso é feito através de movimentos que realizamos diariamente e podem ser transferidos para outras atividades.

De que adiantaria seu aluno desenvolver musculaturas capazes de manter a coluna numa posição neutra se ele não é capaz de utilizar esses músculos funcionalmente durante seu dia?

Com a orientação correta e exercícios adequados, o aluno consegue recuperar a posição da coluna e evita perde-la durante o dia. Já que suas musculaturas estão fortalecidas e preparadas para atuar em movimentos funcionais ele corre menos risco de se lesionar e sentir dores.

Concluindo…

O Método Pilates, se aplicado corretamente, pode garantir inúmeros benefícios para alunos com patologias de coluna. Aplicar corretamente os conceitos do método, fará com que você potencialize os resultados!