Posted in:

Joseph Pilates e a Origem do seu Poderoso Método

Joseph Pilates e a Origem do seu Poderoso Método
5 (100%) 1 vote

Não tem como falar sobre o Método Pilates, sem antes contar a história do seu criador.

Joseph Pilates nasceu em 1880 perto de Düsseldorf, na Alemanha. Ele foi uma criança frágil, asmática, raquítica e com febre reumática, porém tornou-se tão determinado a melhorar a sua condição física que se dedicou ao estudo e a prática da construção de um corpo forte e sadio.

Tornou-se expert em uma variedade de esportes como por exemplo ginasta, esqui, mergulho, boxe e foi até mesmo artista de circo.

Durante este período de transformação física, Joseph Pilates começou a formar sua filosofia sobre exercício e saúde, estudando yoga, acrobacias e movimento e condicionamento físico, combinando filosofias de saúde e exercícios do Oriente e Ocidente.

Joseph Pilates procurava o perfeito equilíbrio do corpo e mente em um mundo que estava em modernização, se tornando cada vez mais sedentário e voltado para o resultado no trabalho.

Em 1912 ele foi para a Inglaterra onde se tornou boxeador profissional e ensinou auto-defesa a detetives da Scotland Yard.

Quando eclodiu a Primeira Guerra Mundial, as autoridades britânicas o confinaram em razão de sua nacionalidade alemã e ele decidiu usar o lazer forçado para desenvolver suas ideias sobre saúde e aptidão física.

Ele ensinou a seus colegas de confinamento as técnicas que estava desenvolvendo e afirmava que, por isso, nenhum deles morreu de influenza na epidemia de 1918. Joseph Pilates foi transferido para outro campo de concentração, onde se tornou enfermeiro e vigia.

Neste campo, em Lancaster, ele pegou as molas das camas e desenvolveu equipamentos para reabilitar seus pacientes, utilizando a resistência das mesmas, de modo que os pacientes começassem a tonificar seus músculos antes mesmo de poderem levantar.

Hoje conhecemos esses equipamentos como chair, cadillac e reformer.

Benefícios do PilatesPilates-1

Até hoje fico impressionada com o leque de benefícios que o Pilates oferece aos praticantes, e o mais encantador, é que a maioria deles conseguimos sentir logo nas primeiras aulas.

Isso mesmo, naquela aula experimental que fazemos quando vamos a algum estúdio perguntar sobre o Método já conseguimos sentir os benefícios que o Pilates poderá nos trazer com a prática.

Vamos falar sobre alguns deles hoje.

Aqui resolvi colocar alguns apenas para destacar a importância desse método de exercícios. Segue lista:

  • Aumento da Resistência Física e Mental
  • Aumento da Flexibilidade
  • Equilíbrio de todas as Funções do Corpo
  • Melhora a postura e a Resistência Muscular
  • Ajuda no controle de peso
  • Corrige Problemas Posturais
  • Aumento da Concentração
  • Tonifica a Musculatura
  • Fortalece os Músculos Abdominais
  • Melhora a Coordenação Motora
  • Promove menor Atrito nas Articulações
  • Expande a Consciência Corporal
  • Alivia Dores Musculares
  • Ajuda a Melhorar a Respiração e a flexibilidade
  • Auxilia a Prevenção Contra a osteoporose
  • Promove Relaxamento, o Bem-estar e eleva a Autoestima
  • Elimina Toxinas e facilita a Drenagem Linfática

Agora que já conseguimos entender um pouco dos benefícios, vamos passar para um dos princípios e benefícios mais importantes do Método Pilates: a respiração!

A Importância da RespiraçãoPilates-2

Nesse primeiro contato com o Pilates, é possível se conectar com seu corpo, com seu “eu interior” através da respiração! Você sente suas costelas se abrindo, oxigenando seus órgãos, tecidos, músculos e com isso as tensões dão lugar ao relaxamento.

Pra quem ainda não fez, vou passar o passo a passo de como iniciar a respiração do Método.

1. Passo:

  • Deite-se de barriga para cima, alinhe sua cabeça, apoie seus ombros no chão, mantenha seus braços estendidos com as palmas das mãos viradas para baixo.
  • Mantenha sua coluna neutra, não force para nenhum dos lados, mas mantenha o quadril firme no chão.
  • Força nos pés para se manterem firmes no chão.
  • Pernas levemente afastadas na largura do quadril.

2. Passo:

  • Inspire pelo nariz e  expire o ar pela boca.
  • Se preferir, coloque suas mãos sobre as costelas e sinta seu movimento, quando você inspira suas costelas vão se abrir e ao expirar, elas se fecham.
  • Inspire e sinta, a barriga, costelas e peito se enchendo de ar
  • Quando você expirar o ar, empurre seu umbigo contra sua coluna, e sinta suas costelas se aproximarem umas das outras e leve-as em direção ao osso do quadril (como se estivesse afinando sua cintura – pode imaginar que está colocando uma calça que não serve mais, para “murchar” bem sua barriga).

3. Passo:

  • Outro detalhe importante na respiração, é contrair o músculo chamado períneo (como se você estivesse fazendo uma força para segurar o xixi). Com isso você fortalece seu powerhouse.
  • O “powerhouse” é o centro do nosso corpo e faz parte do princípio da centralização. É o conjunto de músculos responsável pelo nosso equilíbrio e pela adequação postural do tronco em qualquer movimento.

4. Passo:

  • Mantenha essa respiração durante toda sua aula e terá mais segurança para executar os exercícios propostos pelo profissional.

Somente com o treino da respiração, você já estará fortalecendo seu abdômen. A velocidade da respiração irá depender da velocidade dos exercícios que na sua maioria é lenta.

Em seguida você se depara com vários músculos e tendões encurtados, doloridos por vários motivos, por hábitos ruins, patologias adquiridas ao longo do tempo ou por questões hereditárias.

Mulheres são mais flexíveis que os homens, por exemplo. Porém, isso não é razão para que seu joelho não faça a extensão completa ou seus ombros serem voltados para frente.

Para os sedentários uma das razões é ficar muito tempo na mesma posição, a qual quase sempre é sentado. Se você está sentado agora irá perceber que nenhum músculo do seu corpo está 100% alongado, muito pelo contrário, você deve estar curvado, joelhos e cotovelos dobrados.

Com o tempo as fibras musculares se aproximam e perdem a elasticidade, provocando um desequilibro muscular (um músculo fica mais alongado que o outro) e aquela posição passa a ser “natural” para o seu corpo.

Mas nas aulas de Pilates você percebe que as resistências desses encurtamentos vão diminuindo e consegue aumentar sua amplitude de movimento.

Com essa amplitude de movimento aumentada, você consegue se livrar de padrões físicos como por exemplo, ombros rodados para frente, cabisbaixa, peito para dentro, etc.

E é por isso que logo abaixo selecionamos algumas opções de exercícios de Pilates para você beneficiar seus alunos com todas as coisas boas que o Método tem a oferecer.

Exercícios de Pilates

1) Stretches Front – Ladder Barrel
1-Stretches-Front-Exercícios-de-Pilates-no-Barrel

Objetivo: Alongar os músculos isquiotibiais.

Instruções

1. Em pé, mantendo o crescimento axial em apoio unipodal, deixe um dos membros inferiores sobre o Barrel.
2. Flexione o tronco sobre o Barrel, movimentando vértebra por vértebra.
3. Retorne à posição inicial.

2) The Cat – Chair
2-The-Cat-Exercícios-de-Pilates-na-Step-Chair

Objetivo: Alongar a musculatura paravertebral e mobilizar a coluna vertebral.

Instruções

1. De joelhos até a metade do acento, coluna em “C” e as mãos apoiadas sobre o step.
2. Mobilizando apenas a coluna, flexione o tronco empurrando o step para baixo.
3. Retorne a posição inicial.

3) Front Splitsm – Reformer
9-Front-Splits-Exercícios-de-Pilates-no-Reformer

Objetivo: Alongar os músculos quadríceps femoral (ênfase no reto femoral), íliopsoas (membro móvel) e da cadeia posterior do MI (membro imóvel).

Instruções

1. Em pé, com os joelhos ligeiramente flexionados, encoste um pé no apoio de ombro e com as mãos, segure na barra de pés.
2. Empurre o carrinho para trás.
3. Retorne a posição inicial.

4) Rolling Back Down and Up – Cadillac
1-Rolling-Back-Down-and-Up-Exercícios-de-Pilates-no-Cadillac

Objetivo: Mobilizar a coluna vertebral (ênfase na flexão) e treinar o controle abdominal.

Instruções

1. Sentado, com os joelhos estendidos e os pés apoiados nas hastes laterais, segure a barra de madeira.
2. Faça a flexão do tronco.
3. Retorne a posição inicial.

Concluindo…Pilates-3

O Pilates possibilita que você se torne cada vez mais consciente da sua postura, de como se posicionar ou sentar, em atividades do cotidiano, como ao atender o telefone, utilizar o computador, ou até mesmo descansar o pescoço.

Os benefícios do Pilates não se limitam ao melhor condicionamento físico, mas também abrangem a saúde emocional.

Os movimentos suaves e firmes podem contribuir para acalmar a mente e o sistema nervoso. Os alongamentos e movimentos podem fortalecer os músculos, assim melhorando a circulação sanguínea e reduzindo a tensão de forma mais completa.

A cada treino você poderá se sentir mais calmo, equilibrado, possivelmente mais rejuvenescido e sem estresse. É fundamental se concentrar para permitir que toda a tensão seja eliminada, essa é a forma de seu corpo conquistar saúde física e mental.

Como dizia nosso mestre Joseph Pilates, “seu corpo é seu maior bem, ele guarda e reflete sua alma. Cuide dele como se fosse uma pedra preciosa e nós o lapidaremos.”

Uma única palavra que define o Pilates em todos seus benefícios é “saúde”.

Experimente, pratique, procure um profissional habilitado e sinta a SAÚDE no seu corpo.

Written by Miriam Olivar

Miriam Olivar

Fisioterapeuta há 10 anos, e instrutora de Pilates há 9 anos. Especialização em Pilates Aereo, e instrutora de treinamento funcional com ênfase em reabilitação.

1 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *