Posted in:

Tratamento para Sacroileíte a partir do Método Pilates (+10 exercícios)

Tratamento para Sacroileíte a partir do Método Pilates (+10 exercícios)
4.7 (93.33%) 12 votes

Antes de entender como o Pilates pode auxiliar no Tratamento para Sacroileíte, precisamos saber um pouco mais sobre essa condição. Vamos lá?

A sacroileíte é um processo inflamatório na região sacral, gerando dor que vai da região lombar até as coxas e pernas.

Com esses sintomas, as vezes é confundida como uma simples dor lombar, porém o quadro do paciente só apresenta uma melhora quando são feitos o diagnóstico certo e o tratamento adequado para a lesão.

O diagnóstico se dá através da atenção para o exame por imagens e do somatório dos sinais clínicos presentes em pacientes que se queixam de dor, e que diminuem suas atividades de vida diária devido ao quadro incapacitante.

A atenção para essa disfunção é importante pois pode evoluir para uma doença degenerativa, a espondilite anquilosante. Para entender melhor, vamos conhecer um pouco mais sobre a articulação sacroilíaca.

Articulação Sacroilíaca

A articulação sacroilíaca, é a união da coluna com a pelve, onde tem as seguintes estruturas: ilíaco e o sacro.

O ilíaco é a junção de três ossos (ísquios, ílio e púbis) sendo considerado o osso do quadril. A junção com o púbis é considerada a sínfise púbica, correspondendo a região anterior e a articulação sacroilíaca a posterior. Ela é considerada uma articulação fibrosa, onde forma um ligamento interósseo.

A região posterior tem pouca mobilidade e sua função principal é ser estabilizadora. E é através dos músculos e os ligamentos que essa ação é executada.

Os seus movimentos são descritos como nutação e contra nutação. A nutação é a inclinação anterior da região superior do sacro, e é visto bilateral nos movimentos iniciais da flexão do tronco. A contra nutação é a inclinação posterior da região superior do sacro, sendo notado bilateral na fase final da flexão do tronco.

Para ver os movimentos do sacro unilaterais, é conseguido através da flexão dos membros inferiores para nutação e extensão dos membros inferiores para contra nutação.

Os principais músculos que atuam na região sacroilíaca são:

  • Multífido
  • Eretor da Espinha
  • Glúteo Máximo
  • Glúteo Médio
  • Glúteo Mínimo
  • Reto do Abdome
  • Oblíquo Externo
  • Oblíquo Interno
  • Transverso do Abdome
  • Elevador do Ânus
  • Diafragma
  • Grande Dorsal
  • Bíceps Femoral
  • Adutores

Testes Especiais para Sacroileíte

Teste de Gaslen

O paciente deitado em decúbito dorsal, pede para colocar uma perna em extensão, deixando-a para fora da maca pendurada e outra perna em flexão. O teste é positivo quando o paciente relata dor lombar, ao aplicar a flexão máxima.

Teste de Patrick ou Fabere

O paciente deitado em decúbito dorsal, realiza flexão, abdução e rotação externa de quadril e faz uma pressão no joelho que está em posição de Fabere e a mão contralateral, segura a espinha ântero-superior. Teste positivo se o paciente referir dor.

Método Pilates no Tratamento para Sacroileíte

Fonte: https://www.ramosquiropraxia.com

Para aplicar de forma correta os exercícios de Pilates no tratamento para sacroileíte é necessário entender que a estabilidade da articulação ocorre devido a dois pontos: a forma de fechamento e a força de fechamento.

A articulação plana ajuda a estabilizar a articulação sacroilíaca, que evita o cisalhamento. Porém não é possível apenas a anatomia atuar, aí entra a ação de músculos, ligamentos e a fáscia tóraco-lombar.

Isso se torna importante devido ao apoio unilateral e a força de torção quando se realiza a marcha, pois se sabe que a articulação sacroilíaca é a grande responsável pela distribuição de as forças entre a coluna e os membros inferiores.

Uma das principais causas de uma disfunção é por causa da frouxidão ligamentar, como por exemplo, se o ligamento ileolombar estiver comprometido, haverá um desequilíbrio nos músculos quadrado lombar e músculo ilíaco, isso ocorre porque a inserção dos músculos é o ligamento.

A carência muscular de glúteo máximo, oblíquos, transverso do abdome, grande dorsal, multifídios e bíceps femoral, causa um desequilíbrio, exigindo forças demasiadas para manter a articulação, por isso a importância do tratamento para sacroileíte.

Exercícios de Pilates no Tratamento para Sacroileíte

1) Clam

  • Em decúbito lateral, com joelhos dobrados e calcanhares juntos e alinhados com os ísquios, realizar a abertura da perna que está para o lado de cima.
  • A evolução do exercício pode ser feita retirando os calcanhares do chão ou também com um elástico nos joelhos.

2) Ponte

  • Em decúbito dorsal e joelhos flexionados, pedir para o paciente elevar o corpo, retirando vértebra por vértebra do chão, até a pelve ficar alinhada com os joelhos e ombros, ficando em posição de ponte.
  • A pressão do exercício deve ser sentida no calcâneo, assim saberá que o glúteo máximo está sendo recrutado.
  • Se pedir para o paciente retirar uma perna do chão, quando a pelve ficar alinhada com os joelhos, estará recrutando também o glúteo médio.
  • Se o paciente relatar dor ao realizar a ponte, ela pode ser feita com auxílio de molas e alça no Cadillac.

3) Front Splits

  • Exercício indicado para alongar os músculos quadríceps, iliopsoas e cadeia posterior.
  • Com as mãos segurando a barra do reformer, um pé deve ficar no chão e o outro no estofado, apoiado na ombreira, nessa posição estender o quadril.

4) Swan Front

  • Deitado, em decúbito ventral na chair, apoiando as mãos nos pedais.
  • Primeiramente, deixar os pedais subir, abrindo o peito e curvando as costas para cima.
  • Em seguida, empurrar os pedais para baixo.

5) Foot Work no Caddilac

  • Em decúbito dorsal, com os pés apoiados na barra do Cadillac.
  • Mantendo o quadril e os joelhos fletidos, pedir para o paciente estender os joelhos e quadril.
  • Retornando a posição inicial.

6) Cat no Reformer

  • Em 4 apoios no reformer, com os joelhos encostados na ombreira, puxar o carrinho junto com a mobilização da coluna.
  • E retornar à posição inicial.

7) Side Bends no Barrel

  • De pé e de lado para o barrel, encostar o quadril e realizar flexão lateral.
  • Repetindo para o outro lado.

8) Criss Cross

  • Exercício com objetivo de fortalecer os músculos oblíquos.
  • Em decúbito dorsal, colocar as mãos na região occipital e manter joelhos em 90º, levar o cotovelo esquerdo para o joelho direito, tirando o ombro do chão e esticar a perna esquerda.
  • Fazer o mesmo movimento para o lado contralateral.

9) Leg Circles

  • Em decúbito dorsal no Reformer, as alças nos pés, joelhos e quadril esticados, pedir para o paciente realizar círculos, no sentido horário e anti-horário.

10) Hamstring Stretch

  • De pé em frente a Chair, abaixar o pedal com as mãos para o alongamento.

Concluindo…

Fonte: http://www.colunar.com.br

Com o Pilates, esses pacientes conseguem fortalecer os músculos da articulação e aumentar o equilíbrio, necessário para diminuir as dores e incômodos.

A boa resposta é também devido ao baixo impacto dos exercícios.

Portanto, o cuidado através do Pilates traz a mudança de alguns hábitos e compensações posturais, com isso aumentando a qualidade de vida e bem-estar, além de auxílio no tratamento para sacroileíte.

 

Referências Bibliográficas

Written by Rachel Eugênio Pereira

Rachel Eugenio, Graduada em Bacharel em Fisioterapia, formada há 9 anos. Com Pós graduação em Fisioterapia Dermato-Funcional. Curso de Pilates Tradicional, Clínico e Solo. Capacitação em ergonomia e cursos livres de Liberação Miofascial e Bandagem Elástica.

8 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *