Junte-se a mais de 200.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

A mulher passa por inúmeras transformações durante a gestação. Por isso, devemos cuidar para que estas não interfiram tanto na vida dela, a ponto de impedir que continue com as suas atividades de vida diária, como o trabalho ou até mesmo o lazer, através do alongamento na gestação.

O Pilates vai auxiliar de uma forma tranquila e trará muitos benefícios para minimizar essas alterações biomecânicas, fisiológicas e emocionais.

Sim, a prática do método irá auxiliar em todas essas mudanças. Porém devemos redobrar os cuidados, ou seja, devemos selecionar os exercícios adequados para cada fase e para cada mulher.

O mais comum de encontrarmos são profissionais que acreditam que a única diferença de uma gestante para outra aluna mulher é a barriga que está “crescendo” – obviamente, estão muito enganados. Até o alongamento na gestação é feito de maneira diferente.

As outras transformações que não estão visíveis fazem toda a diferença na escolha do repertório.








CURSO DE PILATES PARA COLUNA


 Garanta agora  3 Cursos Completos + Bônus

Pilates para a reabilitação das principais patologias da Coluna

“O grande problema na escolha errada de um exercício, não é apenas de não fazer bem, e sim de prejudicar a gestante, aumentando ainda mais os sintomas desconfortáveis gerados durante essa fase.”

Hoje vou citar um exemplo, que parece tão inofensivo, mas extremamente importante: o alongamento. Devemos evitar alongamentos extremos com as gestantes.

Uma das alterações hormonais que ocorrem é o aumento da relaxina, um hormônio que promove a hiper frouxidão ligamentar e a instabilidade das articulações.

Por isso, a aluna pode estar demostrando uma falsa flexibilidade durante os exercícios de alongamento e, se estivermos ultrapassando o limite, podemos romper algumas fibras, o que possivelmente irá gerar dores.

O cuidado deve ser ainda maior com os músculos que se inserem na sínfise púbica, devido à hipermobilidade da pelve, o que pode aumentar o risco de lesões nesta região.

Por isso, a dica de hoje é: mantenha-se atualizado no assunto antes de iniciar um trabalho com este público específico. Suas alunas ficarão ainda mais satisfeitas com seu trabalho e você ficará com a consciência tranquila.

Aqui na WP Pilates & Saúde os profissionais são especialistas nesse público que é tão exigente e diferenciado.

Patrícia de Andrade Valeriano
Fisioterapeuta e Instrutora de Pilates na WP Pilates & Saúde
Integrante do grupo das idealizadoras do Projeto Mamãe Saudável
Responsável pelo curso de Pilates para Gestantes