Junte-se a mais de 200.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia a osteoporose é uma doença que pode atingir todos os ossos do corpo, fazendo com que os mesmos fiquem fracos e com possibilidade de fratura aos mínimos esforços. Por isso, exercício de Pilates para osteoporose são muito indicados.

Os exercícios de Pilates para pacientes com osteoporose devem ser adaptados para esta condição, a fim de evitar o agravamento da condição.







Semana de Pilates e Funcional aplicado à Coluna

Participe do maior evento online de Coluna do Brasil. O único original Grupo VOLL!

20 a 23 de janeiro

4 aulas gratuitas ao vivo com os maiores especialistas em Coluna do Brasil

Para aprender mais sobre exercícios de Pilates para osteoporose, continue lendo!

O que é osteoporose?

A osteoporose é classificada em: 

  • Osteoporose pós-menopausa: atinge mulheres após essa condição, onde a principal região acometida é a coluna; 
  • Osteoporose senil: atinge pessoas com mais de 70 anos, acometendo tanto coluna quanto quadril; 
  • Osteoporose secundária: atinge pessoas com doença renal hepática, endócrina, hematológica ou que usam alguns medicamentos.

O tratamento da osteoporose é medicamentoso e algumas vezes cirúrgico, mas sabe-se que a atividade física de leve a moderada pode ajudar na prevenção e no tratamento desta doença.

Uma das técnicas que podem ser utilizadas para o tratamento da osteoporose é o Pilates, mas o profissional deve estar sempre atento ao paciente fazendo adaptações necessárias para garantir o melhor resultado e evitar possíveis fraturas e complicações. 

A execução dos exercícios deve ser feita de forma segura, com alta qualidade e precisão dos movimentos. 

Exercícios de Pilates para Osteoporose

Breast Stroke Prep. – exercícios de extensão de tronco sem uma exagerada amplitude de movimento ajudam na prevenção de fraturas vertebrais, pois melhoram a densidade mineral óssea e fortalece a musculatura da cadeia posterior.

Orientações: em decúbito dorsal, deixar os membros inferiores estendidos e unidos, e os membros superiores flexionados, com as mãos ao lado da cabeça. 

Inspirar e na expiração (ativando o Power House) realizar extensão de tronco. Inspirar e na expiração voltar para a posição inicial.

Upper Limb Sitting – fortalecimento dos membros superiores e trabalho de equilíbrio. Usar halteres de no máximo 1 kg.

Orientações: sentado na bola, com os pés apoiados no chão, deixar a coluna bem alinhada e o quadril na posição neutra. 

Inspirar e na expiração (ativar o Power House) realizar flexão dos membros superiores (podemos trabalhar vários grupos musculares, realizando abdução, adução e extensão dos membros superiores). 

Standing Leg Press – fortalecimento dos membros inferiores e controle lombo pélvico.

Orientações: paciente em pé, deixar um membro inferior flexionado com o pé apoiado na step chair. 

Inspirar e na expiração (com ativação do Power House) realizar a extensão do membro inferior apoiado. Inspirar e na expiração retornar para a posição inicial.

Prancha – Fortalecimento isométrico de abdômen e dos músculos estabilizadores da coluna.

Orientações: em decúbito dorsal, deixar os membros inferiores estendidos e os antebraços apoiados no solo, mantendo os cotovelos alinhados com os ombros. 

Inspirar e na expiração (ativar o Power House) sustentar o peso do próprio corpo por alguns segundos, mantendo o quadril na posição neutra. Inspirar e na expiração retornar à posição inicial. 

Treino de equilíbrio – Muito eficaz no controle de quedas, porém deve ser feito com muita cautela e segurança. 

Orientações: com muita cautela, podemos solicitar que o paciente fique em pé em cima da prancha de equilíbrio ou do Bosu com as duas mãos apoiadas, e gradativamente ir retirando uma das mãos. 

Conclusão

A osteoporose é uma condição delicada e que requer atenção. Quando se trata de exercícios essa atenção deve ser redobrada por parte do paciente e do instrutor. 

O Pilates traz ótimos benefícios aos seus praticantes, até mesmo os que começaram já lesionados ou com osteoporose.

Aplique estes exercícios em seus pacientes com osteoporose e depois nos conte como foi aqui nos comentários!