Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Depois de ver muitos vídeos no Facebook, você decide comprar uma fita de suspensão. Nessa hora só sobra uma dúvida: como utilizar a fita de suspensão no Treinamento Funcional? Será que ela é útil ou devo investir em equipamentos mais convencionais?

Recomendo muito o uso da fita de suspensão, esse acessório é repleto de vantagens e você não pode deixar de aproveitá-las.

Quer entender como utilizar a fita de suspensão no Treinamento Funcional e deixar sua aula mais completa? Continue lendo esta matéria!

Como funciona a fita de suspensão no Treinamento Funcional?

Quando pensamos em utilizar a fita de suspensão precisamos lembrar dos princípios que regem seus movimentos. De acordo com os princípios da física, são eles:

  • Vetor de resistência;
  • Pêndulo;
  • Estabilidade.

O vetor de resistência é o princípio que mostra uma forma de aumentar a resistência utilizada no exercício. Através de seu uso, conseguimos aumentar o torque de resistência que atua sobre os principais grupos musculares trabalhados. Isso acontece de acordo com o ângulo formado entre o solo e o executante do movimento.

O princípio do pêndulo é uma forma de aumentar a resistência utilizando a relação entre a posição inicial do corpo e o ponto de ancoragem do acessório.  Basicamente, quanto mais longe a pessoa estiver do equipamento, maior será a resistência que existirá no movimento.

A estabilidade é outro princípio trabalhado e, quem trabalha com Treinamento Funcional já o conhece e sabe que quanto menor for a base de apoio do executante, maior é a instabilidade e quanto mais instável for um exercício, mais difícil será a sua realização.

Manipulando esses princípios é possível direcionar o treinamento para certos objetivos. Também podemos aprender a como utilizar a fita de suspensão para adaptar os movimentos para os variados tipos de aluno com os quais trabalhamos.

Por que usar a fita de suspensão no Treinamento Funcional?

Quando o pacote da fita de suspensão chega em sua casa, você se pergunta como utilizar a fita de suspensão para conseguir realizar variações em muitos exercícios. Afinal, é só uma fita pendurada em um ponto fixo, será que ela é tão versátil assim? Sim! E podemos criar dezenas de exercícios com ela.

No curso Suspension, da VOLL Pilates, você pode conferir mais de 100 exercícios realizados neste equipamento.

Além disso, a fita não ocupa muito espaço e é bem prática e fácil de instalar: basta ter um ponto fixo para prendê-la em praticamente qualquer ambiente. Com essa última característica, a fita se torna uma ótima aliada para quem tem um Studio grande e até mesmo para quem trabalha em um lugar pequeno.

Sabe o princípio da globalidade do Treinamento Funcional? A fita de suspensão se encaixa perfeitamente a ele, já que possibilita trabalhar:

  • Equilíbrio;
  • Fortalecimento;
  • Propriocepção;
  • Mobilidade;
  • Estabilidade.

Algumas pessoas têm dúvidas a respeito da fita de suspensão, principalmente por medo de utilizá-la com aqueles alunos iniciantes. Na verdade, não existem motivos para temer. Mesmo pessoas que nunca fizeram nenhum tipo de exercício anteriormente podem utilizar a fita de suspensão no Treinamento Funcional e, para isso, é necessário se lembrar dos princípios que irão facilitar ou dificultar um movimento.

A fita de suspensão no Treinamento Funcional

Imagino que muitos dos meus leitores já tiveram alguma experiência com a fita de suspensão, seja na própria aula ou em outros treinamentos. Elas atendem perfeitamente às necessidades do Treinamento Funcional.

Sabemos que, em nossas aulas, buscamos melhorar os movimentos funcionais trabalhando, principalmente, com a globalidade do corpo. Para isso, precisamos utilizar padrões de movimentos funcionais como:

  • Empurrar;
  • Agachar;
  • Puxar;
  • Girar.

O corpo da maioria dos alunos é uma combinação de disfunções, desequilíbrios e tensões musculares. O Treinamento Funcional busca a correção desses problemas para garantir um movimento mais harmônico e fisiológico, contando ainda com diversas possibilidades e muita capacidade para reabilitação.

Utilizar a fita em aula significa aumentar as possibilidades do Treinamento Funcional e conseguir inovar ainda mais nos exercícios. Ela permite a realização de todos os padrões de movimento funcional que tanto adoramos e usamos.

Quem trabalha com alunos em níveis mais avançados vai adorar usar a fita. Ela serve como maneira de dificultar ou intensificar os exercícios e permite criar exercícios completamente adaptáveis. Mesmo aquele aluno mais avançado pode ter um treino intenso e desafiador.

Por serem exercícios que trabalham com instabilidade, conseguimos um ótimo trabalho de core com a fita de suspensão no Treinamento Funcional. Ela força o corpo a melhorar sua ativação para manter as posições e movimentos apesar da instabilidade gerada pelo equipamento.

Como preparar aulas com a fita de suspensão

Por ser um acessório prático e versátil, é possível utilizar a fita de suspensão para diversos fins. Ela pode ser só um adicional no treino ou ser a base para um circuito completo.

Não existe realmente uma maneira certa de trabalhar com a fita em aula, cada profissional pode trabalhar da maneira que preferir. Abaixo você vai conhecer a forma que trabalho utilizando o MIT, Movimento Inteligente, dividindo-a em 3 partes básicas:

  • Preparação do corpo;
  • Técnicas de movimento;
  • Desafio.

Preparação do corpo

Se você está preparando uma aula para seu aluno e, provavelmente, realizou a avaliação e identificou suas necessidades e dificuldades, possibilitando o preparo do corpo para o movimento. Nessa primeira etapa da aula utilizamos exercícios preparatórios que formam uma espécie de aquecimento.

Como estamos trabalhando com a fita de suspensão no Treinamento Funcional, precisamos deixar nosso aluno pronto para a instabilidade. Portanto, trabalhe com ativação de core e outras musculaturas que serão essenciais para os exercícios.

Essa fase é determinada pelas necessidades individuais do seu aluno. Não existe protocolo fixo, você deve adaptá-la para cada um e garantir o melhor exercício possível.

Técnicas de movimento

Agora que o corpo já está pronto para o movimento, chegou a hora de escolher um único exercício ou objetivo. A próxima parte da aula será focada em atingir a excelência de movimento com algum padrão de movimento que seja mais complexo, como o agachamento.

Não se limite na escolha do movimento por causa das dificuldades do aluno. Na verdade, a nossa intenção é exatamente trabalhar suas dificuldades.

Pegando o agachamento como exemplo, teremos muitos alunos com pouca mobilidade e flexibilidade para realizá-lo. Portanto, precisamos dividir o exercício em etapas e usar variações menos avançadas para ensinar o padrão de movimento.

Seja a fita de suspensão ou outros acessórios, todos eles serão úteis nessa etapa da aula.

Uma das opções para ajudar no processo de aprendizado do aluno é quebrar o movimento em partes. Ele executa cada uma separadamente e aos poucos vai juntando para conseguir realizá-la de forma completa.

Enquanto trabalhamos as técnicas de movimento, devemos prestar muita atenção aos erros do aluno. É nessa etapa que realizamos a maioria das correções para garantir um movimento perfeito.

Desafio

O desafio é a parte final da aula na qual usamos um trabalho mais intenso e complexo. A intenção é fazer o aluno ultrapassar seus limites, mas sem colocá-lo em risco. Podemos usar o desafio para todos os nossos alunos, o que varia é o tipo de movimento e a intensidade que será utilizada.

Conclusão

A fita de suspensão é o equipamento ideal para uma aula de Treinamento Funcional, basta entender como utilizá-la. Recomendo usar este acessório em todos os seus exercícios com todos os tipos de alunos, desde os iniciantes, até os mais avançados.

Além de eficientes, os exercícios na fita de suspensão são dinâmicos e todos adoram fazê-los. É uma maneira de diferenciar sua aula enquanto mantém o propósito e a funcionalidade dos movimentos.

Consegui te convencer a entender como utilizar a fita de suspensão no Treinamento Funcional? Era essa minha intenção! Usar esse equipamento versátil e vantajoso só deixa sua aula mais completa.