Posted in:

Pilates nas 3 Fases da Gestação: Entenda a diferença de aplicar o método

A gestante deve iniciar os exercícios somente após a primeira consulta pré natal e com a liberação médica. Em geral, a liberação para a prática de exercícios ocorre a após a 12° semana de gestação.

Se ela já pratica o método Pilates o ideal é que reinicie somente após a consulta e a liberação médica.

Neste artigo você vai encontrar:

  • Primeiro trimestre
  • Segundo trimestre
  • Terceiro trimestre
  • Como elaborar uma aula de Pilates nas 3 Fases da Gestação

Quer saber como trabalhar Pilates nas 3 Fases da Gestação? Continue lendo para entender!

Primeiro trimestre

O primeiro trimestre é uma fase delicada, pois a gestante poderá sentir enjoo, sonolência e náuseas que podem gerar mal-estar e indisposição dificultando a aderência aos exercícios.

Essa é também uma fase considerada perigosa, pois nesse período é que são mais prevalentes os abortos espontâneos, entretanto se você segue as recomendações necessárias a prática pode ser considerada segura.

Inicie sempre ensinando os princípios e explicando a função deles na prática do método Pilates nas 3 Fases da Gestação . Se a gestante já pratica o método, reserve uns minutos da aula para relembrá-la dos princípios.

Nós profissionais sabemos da importância que eles têm na realização do exercício, é importante que a gestante também saiba para que ela realize o exercício corretamente e sem prejuízos a saúde.

Nessa fase é importante que sejam introduzidos exercícios leves e fáceis, para que ela conheça e se adapte ao método de forma gradual.

Dê ênfase ao ensinamento dos princípios, trabalhe bastante a respiração e a ativação do power house.

Inicie o fortalecimento da musculatura do tronco e da pelve. Lembre-se que essa musculatura será bastante exigida e que dores são comuns nessa região.

O fortalecimento pode prevenir ou retardar os quadros álgicos. Comece com exercícios simples e vá progredindo aos poucos.

Segundo trimestre

O segundo trimestre é considerado o melhor período para a prática de exercícios, a gestante se encontra mais disposta. Entretanto, esse período também requer cuidados.

O alongamento não é contraindicado, pelo contrário, é ótimo para gestante. Mas devemos lembrar que ocorre um pico na liberação de hormônios, como a relaxina, que podem ocasionar um aumento na frouxidão dos ligamentos.

Por isso, exercícios de Pilates nas 3 Fases da Gestação que enfatizam o alongamento não devem ser realizados em excesso, a fim de evitar lesões em estruturas articulares e ligamentares.

A partir da 20° semana de gestação, deve-se estar atento com a realização de exercícios na posição supina por tempo prolongado, para evitar a síndrome da hipotensão supina.

Porque gera uma redução do retorno venoso por compressão da veia cava, levanto a sintomas como náuseas, vômitos e queda da pressão arterial.

A recomendação é que a gestante não permaneça por mais 3 ou 4 minutos nessa posição sem um apoio elevado no dorso.

A gestante deve ser orientada a deitar em decúbito lateral esquerdo, tal posição pode ser adotada também nos exercícios, com isso evita-se a compressão da veia cava.

Continue com o trabalho de fortalecimento e relaxamento da musculatura do assoalho pélvico e trabalhe a mobilidade da pelve e da coluna.

O fortalecimento global também é bem vindo, ele inclusive vai ajudar a mamãe durante o pós-parto nos cuidados com bebê.

Lembre-se que ela terá que carregar o bebê e pelo menos uma ou duas bolsas quando ele nascer, isso requer força. Então trabalhe os membros superiores e inferiores.

Terceiro trimestre

Nesse período a gestante tende a diminuir a intensidade dos exercícios, devido ao aumento de peso corporal e outros desconfortos e limitações devido crescimento do bebê.

Exercícios leves podem ser estimulados, principalmente os de fortalecimento e conscientização da musculatura do assoalho pélvico. Trabalhe bem a mobilidade da pelve e o alongamento dessa musculatura.

Exercícios de cócoras e agachamentos são bons nessa fase e preparam a futura mamãe para o parto. Continue com o fortalecimento global e com o trabalho de mobilidade, em especial dos membros inferiores.

A adaptação de alguns exercícios pode e deve ser realizada, algumas posições podem ser desagradáveis e causar desconforto nessa fase.

Lembre-se que ela estará ansiosa para o nascimento do bebê e o exercício vai entrar em segundo plano, por isso dê preferência a exercícios mais simples.

A gestante vai ter muitas restrições com relação à prática do exercício, principalmente por medo de machucar o bebê, por isso o profissional tem que passar confiança durante as sessões para que ela se sinta confiante também.

Como elaborar uma aula de Pilates nas 3 Fases da Gestação

Antes de elaborar uma aula pra uma gestante temos que verificar se ela já tem experiência com o Método Pilates nas 3 Fases da Gestação.

Muitas vezes a gestante relata ter tido experiência, mas apresenta dificuldade na realização dos princípios, alinhamento corporal e estabilização da coluna.

Seja qual for a situação, é sempre importante iniciar as aulas dando ênfase inicial a aprendizagem dos princípios e a ativação correta da musculatura.

O profissional que se importa com a execução correta do método é um profissional prudente e cauteloso.

É importante verificar também se a gestante possui alguma patologia que contraindique algum exercício além daqueles normalmente contraindicados na gravidez.

É muito comum que algumas gestantes levem exames ou relatórios médicos, nunca deixe de dedicar atenção a isso, pois pode influenciar na sua aula.

Fique atento a relatos e queixas da gestante, principalmente com relação à aula ou exercícios específicos. Caso perceba que ela sentiu incômodo com a realização de algum exercício tente adaptar ou trocar por outro.

Observe sempre a procura de queixas e pergunte quais exercícios ela se sente mais confortável, com isso você pode adaptar a aula de maneira que ela fique cada vez mais agradável e prazerosa.

Tenha atenção ao período da gravidez em que ela está. Com o avanço da gestação alguns exercícios vão sendo descontinuados e outros recebem maior ênfase.

 Tenha sempre em mente que é bom iniciar relembrando os princípios e dando ênfase na respiração.

Trabalhe progressivamente a ativação da musculatura do power house durante a aula e vá introduzindo os exercícios. Introduza exercícios que trabalham fortalecimento, mobilidade, flexibilidade e equilíbrio.

Reserve os últimos minutos da aula para o relaxamento. Tenha em mente sempre as contraindicações e cuidados e lembre-se que a aula tem que ter começo, meio e fim.

Cuidados na Prática do Pilates nas 3 Fases da Gestação

Durante a gravidez os exercícios propostos devem ser agradáveis e seguros. O profissional deve ser prudente na escolha dos exercícios e deve ficar atento com relação a desconfortos e os sinais e sintomas de alerta para a interrupção do exercício, respeitando sempre as pausas para descanso.

Exercícios de Pilates nas 3 Fases da Gestação que promovam fadiga ou cansaço excessivo devem ser evitados, lembre-se que nessa fase o corpo passa por inúmeras mudanças e exercícios extenuantes podem ser muito desagradáveis.

Seja cauteloso com a utilização de superfícies instáveis, pois podem predispor ainda mais a quedas e acidentes.

Lembre-se que a gestante pode apresentar alterações de equilíbrio, entre outras que podem predispor a acidentes.

Exercícios que trabalham a isometria de forma muito intensa devem ser evitados, pois influenciam a pressão arterial e a circulação sanguínea, cargas elevadas e posturas que prejudicam o equilíbrio também, fique atento.

Observe sempre o alinhamento corporal durante a realização dos exercícios e corrija sempre que necessário.

Lembre-se que o corpo muda a cada dia e ocorre aumento de peso, isso pode influenciar no modo a gestante realiza o exercício. Se necessário adapte o exercício de modo que o alinhamento corporal possa ser seguido.

Concluindo…

O profissional ao trabalhar Pilates nas 3 Fases da Gestação deve estar atento as inúmeras mudanças que o organismo sofre durante a gestação.

Ele deve ter em mente que a gestante precisa de cuidados e atenção especial, geralmente individualizada, para que a gestação ocorra de forma saudável e tranquila e que o parto e o pós parto possam ser uma experiência agradável e prazerosa.

Exercícios de Pilates nas 3 Fases da Gestação, quando bem orientados, trazem inúmeros benefícios para mãe e o bebê, além de proporcionar uma melhor recuperação.

Eles conectam mãe e filho, uma vez que ela se prepara e prepara o seu corpo para recebê-lo.

Bibliografia

MANN, Luana et al. Alterações biomecânicas durante o período gestacional: uma revisão. Motriz. Revista de Educação Física. Unesp,[s.l.], v. 16, n. 3, p.730-741, 12 abr. 2010. UNESP – Universidade Estadual Paulista. http://dx.doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n3p730.

NASCIMENTO, Simony Lira do et al. Recomendações para a prática de exercício físico na gravidez: uma revisão crítica da literatura. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia,[s.l.], v. 36, n. 9, p.423-431, 8 set. 2014. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/so100-720320140005030.

KROETZ, Daniele Cecatto; SANTOS, Máira Daniéla dos. BENEFÍCIOS DO MÉTODO PILATES NAS ALTERAÇÕES MUSCULOESQUELÉTICAS DECORRENTES DO PERÍODO GESTACIONAL. Visão Universitária,Cassilândia-ms, v. 3, n. 1, p.72-89, 2015.

BIM, Cintia Raquel; PEREGO, Alline Lilian; PIRES-JR, Hugo. Fisioterapia aplicada à ginecologia e obstetrícia. Iniciação Científica Cesumar, v. 4, n. 1, p. 57-61, 2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *