Posted in:

Princípios do Método Pilates: Importância e Evidências Científicas

Princípios do Método Pilates: Importância e Evidências Científicas
5 (100%) 2 votes

Nossa conversa de hoje será sobre os princípios do Método Pilates. Esse é um assunto que deve ser bem conhecido por qualquer instrutor para que a técnica seja bem executada.

Relembrar as bases do método e discutir os princípios nos ajuda a entender como o método Pilates pode trazer benefícios ao nosso organismo. Na maioria das vezes é esse bom entendimento da técnica que nos ajuda a explicar com clareza e confiança o método aos nossos pacientes/alunos.

Durante essa breve discussão vamos relembrar dos princípios do método Pilates, falar a respeito da importância e das evidências científicas disponíveis e ainda discutir um pouco sobre como transmitir essa informação aos alunos/pacientes.

Relembrando os Princípios

O Pilates possui 6 princípios fundamentais que devem ser seguidos durante a realização de todos os exercícios, em qualquer posicionamento. Esses princípios do Método Pilates nos ajudam a ter noção de quanto ele é abrangente e diversificado. Vamos relembrá-los?

Concentração

Costumo sempre pensar nesse principio da seguinte forma: durante a sessão de Pilates esqueça-se de tudo e todos os problemas e concentre-se no exercício e no que você está fazendo.

O princípio da concentração diz respeito a prestar atenção nos movimentos e no exercício que está sendo executado para que eles sejam realizados de maneira correta.

Todas as partes do corpo merecem atenção durante o exercício e nenhum movimento deve ser negligenciado.

Controle

Durante a realização dos exercícios os movimentos e a postura merecem total atenção e devem ser realizados com controle.

Esse princípio é dependente do princípio da concentração, ou seja, quando você se concentra pode controlar o movimento e todos os aspectos relacionados a ele.

Fluxo ou Fluidez

A fluidez permite a transição suave dos movimentos, nenhum movimento deve ser rígido, ríspido ou irregular. A fluidez dá suavidade e uniformidade ao movimento.

Precisão

A precisão se refere a realizar a técnica de maneira precisa, para que os movimentos sejam feitos corretamente, se não eles perdem o valor.

Centralização

Talvez seja o principal foco dos princípios do método Pilates.

Junto com a respiração, os exercícios se concentram em fortalecer o Powerhouse, ou “centro de força”, que é uma região que compreende alguns músculos que dão estrutura de suporte entre as áreas das cinturas escapular e pélvica.

O principal objetivo é fortalecer esse centro e com isso estabilizar o tronco para proporcionar uma postura mais adequada.

Respiração

A respiração (inalação e exalação) é uma importante etapa do exercício.

Os movimentos respiratórios devem ser coordenados com o exercício. A respiração quando realizada de maneira correta permite a boa oxigenação dos tecidos durante o exercício.

Importância dos Princípios durante os Exercícios

Nós instrutores de Pilates conseguimos perceber a importância dos princípios durante a realização dos exercícios, mas infelizmente nossos alunos nem sempre consegue ter essa percepção e até nos questionam sobre isso.

Os princípios do Método Pilates nos ajudam a movimentar nosso corpo com economia de esforço, ou seja, nos esforçamos somente o necessário para a realização dos exercícios. Pensando nisso, podemos afirmar que o método Pilates busca a qualidade do momento e não quantidade.

Em termos mais simples podemos dizer que um exercício bem executado gera mais benefícios ao organismo que vários exercícios mal executados.

Princípios do Método Pilates e Evidências Científicas

Apesar do método Pilates ser muito popular nos dias hoje, existem poucos estudos científicos que abordam os princípios tradicionais propostos por Joseph Pilates.

No entanto, apesar da escassez de estudos, as evidências disponíveis colaboram para reafirmar a singularidade do método e a maioria dos estudos disponíveis analisam os princípios da respiração e da centralização.

Barbosa et al. (2013), verificaram através de eletromiografia que o comportamento dos músculos bíceps braquial e reto abdominal superior durante a flexão do braço aumentam quando o princípio da centralização é realizado, ou seja, a realização do princípio pode colaborar para uma maior ativação muscular.

Wells et al. (2012), em uma revisão sistemática, verificaram que o princípio da respiração é o mais frequentemente lembrado entre os autores e os outros princípios geralmente recebem menos importância. A respiração parece auxiliar na coordenação dos outros princípios do método Pilates e no ritmo dos movimentos.

Ainda a respeito do princípio da respiração, Barbosa et al. (2014), verificaram um aumento no nível de ativação muscular durante a flexão do tronco com a realização do princípio da respiração indicando novamente que o princípio da respiração pode representar um papel importante no nível de ativação muscular.

Em outro estudo, Andrade et al. (2014) verificaram maior atividade eletromiográfica do músculo iliocostal durante o exercício preparação do abdômen em superfície estável quando todos os princípios do Método Pilates eram empregados.

Isso indica que a realização desse exercício pode gerar mais benefícios quando o objetivo é trabalhar essa musculatura e que a execução dos princípios pode potencializar o exercício.

Uilian-Doru et al. (2013), também analisaram os benefícios da implementação dos princípios do método Pilates em um programa de ginástica para adultos com duração de 16 semanas.

Foi verificado que o programa de ginástica é mais eficiente quando os princípios do método Pilates são empregados, pois eles reforçam o papel dos processos psíquicos na execução dos exercícios.

As evidências disponíveis mostram que os princípios do Método Pilates colaboram para uma maior ativação muscular, o que é extremamente importante, pois indica que o método cumpre o que promete e se destaca quando comparado ao exercício tradicional realizado sem a execução dos princípios.

Executando os Princípios do Método Pilates

O paciente/aluno pode ter dificuldade de entender como executar os princípios do Método Pilates, principalmente porque alguns deles são difíceis de visualizar.

Entretanto, entender como executar corretamente o princípio da respiração e da centralização colabora para a execução correta dos outros princípios, o posicionamento e alimento corporal correto também colaboram.

Um padrão de respiração correto durante o exercício colabora para que o aluno/paciente foque a mente e se concentre nos movimentos.

A respiração, como vimos por meio dos estudos citados, também colabora para ativação dos músculos abdominais, inclusive os músculos profundos. O ideal é que a respiração e a estabilização corporal aconteçam antes dos movimentos.

Uma respiração eficiente na porção inferior da caixa torácica, tridimencionalmente. O ideal é realizar a expansão lateral e posterior da caixa torácica, permitindo que o ar abra essas áreas da porção inferior que tendem a ser negligenciadas.

É importante que o paciente/aluno perceba como é o seu padrão de respiração natural e a partir dele deve tentar executar o padrão certo, realizando a expansão tridimencional da caixa torácica.

Incentive-o a tentar respirar no padrão correto em todas as posições: sentado, em decúbito dorsal, decúbito ventral e em pé. Incentive-o também a iniciar a contração do abdômen e assoalho pélvico e posteriormente a coordenar a respiração correta e a contração com movimentos simples nos membros inferiores e superiores.

A contração dos músculos do assoalho pélvico auxilia na estabilização da pelve e é de extrema importância durante a realização do exercício.

Os músculos do assoalho pélvico se elevam durante a contração. Inicialmente, a posição sentada colabora para uma melhor percepção da contração e deve ser estimulada até que o paciente/aluno passe a realizar a contração de forma natural durante o exercício.

É comum que o paciente/aluno sinta muita dificuldade em executar a respiração e estabilização/centralização de forma correta, e isso geralmente pode levar algum tempo.

É interessante que ele seja orientado a tentar realizar em casa, onde terá mais tempo e se sentirá mais relaxado. No entanto, ao orientar que o paciente/aluno execute em casa certifique-se de que ele assimilou corretamente a informação para que não realize de forma errada.

Concluindo…

O método Pilates colabora para inúmeros benefícios no organismo.

Atualmente, estudos científicos tem demonstrado que a realização dos princípios tradicionais propostos por Joseph Pilates colaboram para maior ativação muscular.

Isso mostra que o método Pilates quando executado corretamente possui vários elementos que trabalham juntos para criar um exercício eficiente e seguro.

 

Referências Bibliográficas
  • MARÉS, Gisele et al. A importância da estabilização central no método Pilates: uma revisão sistemática. Fisioterapia em Movimento, [s.l.], v. 25, n. 2, p.445-451, jun. 2012. FapUNIFESP (SciELO). http://dx.doi.org/10.1590/s0103-51502012000200022.
  • WELLS, Cherie; KOLT, Gregory S.; BIALOCERKOWSKI, Andrea. Defining Pilates exercise: A systematic review. Complementary Therapies In Medicine, [s.l.], v. 20, n. 4, p.253-262, ago. 2012. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ctim.2012.02.005.
  • LATEY, Penelope. The Pilates Method: history and philosophy. Journal of Bodywork and Movemente Therapies, v.5, n.4, p.275-282, 2001.
  • MUSCOLINO, Joseph E.; CIPRIANI, Simona. Pilates and the “powerhouse”—I. Journal Of Bodywork And Movement Therapies, [s.l.], v. 8, n. 1, p.15-24, jan. 2004. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/s1360-8592(03)00057-3.
  • ANDRADE, Letícia Souza et al. Application of Pilates principles increases paraspinal muscle activation. Journal Of Bodywork And Movement Therapies, [s.l.], v. 19, n. 1, p.62-66, jan. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jbmt.2014.11.011.
  • BARBOSA, Alexandre Wesley Carvalho et al. Immediate electromyographic changes of the biceps brachii and upper rectus abdominis muscles due to the Pilates centring technique. Journal Of Bodywork And Movement Therapies, [s.l.], v. 17, n. 3, p.385-390, jul. 2013. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jbmt.2013.01.003.
  • IULIAN-DORU, Tudor et al. Pilates Principles – Psychological Resources for Efficiency Increase of Fitness Programs for Adults. Procedia – Social And Behavioral Sciences, [s.l.], v. 84, p.658-662, jul. 2013. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.sbspro.2013.06.621.
  •  BARBOSA, Alexandre Wesley Carvalho et al. The Pilates breathing technique increases the electromyographic amplitude level of the deep abdominal muscles in untrained people. Journal Of Bodywork And Movement Therapies, [s.l.], v. 19, n. 1, p.57-61, jan. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jbmt.2014.05.011.
  • LANGE, Claudia et al. Maximizing the benefits of Pilates-inspired exercise for learning functional motor skills. Journal Of Bodywork And Movement Therapies, [s.l.], v. 4, n. 2, p.99-108, abr. 2000. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1054/jbmt.1999.0161.

Written by Isabella da Silva Almeida

Isabella da Silva Almeida

Fisioterapeuta graduada pela Universidade Católica de Brasília. Curso de Pilates completo – Solo, Bola e Aparelhos.
Curso de Exercício Funcional para Idosos promovido pela Liga de Fisioterapia Neurológica da Universidade Católica de Brasília.
Integrante do projeto de pesquisa em geriatria, realizado na Clínica Escola da Universidade Católica de Brasília, Análise morfofuncional e percepção do envelhecimento em idosos participantes do treinamento funcional em realidade virtual.

6 posts

2 Comentários

Deixe um Comentário
  1. Gostei de saber que existem evidências científicas, obrigada por disponibilizar as referências. Excelente texto.

    • Luzia, fico feliz que tenha gostado do artigo. Continue acompanhando as postagens do blog. Abraços fraternais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *