Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Os desafios provocados pela pandemia da Covid-19 trouxeram lições valiosas sobre autocuidado, tecnologia, valorização profissional e evolução da medicina.

Desde que a propagação do Novo Coronavírus instaurou um quadro de pandemia, o mundo tem lidado com uma série de mudanças. O misto de sensações oriundas da dor da perda de pessoas queridas e do isolamento social nos trouxe uma série de questionamentos.

Quem passou pelos altos e baixos de 2020 vivenciou uma nova rotina e hábitos, reorganização do trabalho, mudanças no convívio social  e mais uma série de lições.

Entre os aprendizados, os que você lerá a seguir mudaram completamente a história da humanidade. Continue a leitura e confira 10 ensinamentos sobre saúde e cuidados com o próximo proporcionados pelo Coronavirus!

1. Prestar atenção nas notícias ajuda a prevenir danos maiores

O primeiro caso de SARS-CoV 2 foi identificado na China, no dia 31 de dezembro de 2019. Desde então, a doença começou a se espalhar rapidamente pelo mundo e, somente em março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu o surto como pandemia.

O que podemos aprender com isso? Que estamos em um mundo globalizado e o que acontece em uma região a milhares de quilômetros de distância interfere diretamente na nossa vida. Por isso, nunca foi tão importante prestar atenção e acompanhar os noticiários.

__CONFIG_colors_palette __ {"active_palette": 0, "config": {"colors": {"62516": {"name": "Main Accent", "parent": - 1}}, "gradients": []}, " paletas ": [{" nome ":" Paleta padrão "," valor ": {" cores ": {" 62516 ": {" val ":" rgb (19, 114, 211) "," hsl ": {" h ": 210," s ": 0,83," l ": 0,45}}}," gradientes ": []}}]} __ CONFIG_colors_palette__
ENCONTRE UM STUDIO VOLL

2. Nós não temos o controle de tudo

Sem dúvida alguma, aceitar que nós não temos o controle de tudo foi um aprendizado e tanto!

O ano de 2020 seria o ano dos feriados prolongados aqui no Brasil. Isso serviu de inspiração para a marcação de viagens nacionais e internacionais que, como todos já sabem, não aconteceram.

Sem contar os diversos eventos e celebrações que tiveram que ser adiadas e que ainda não possuem uma data prevista para acontecer. 

3. Cuidar do meio ambiente é nosso dever

Durante o tempo em que a gente cumpria o isolamento social, a qualidade do ar em São Paulo melhorou e o Himalaia pôde ser avistado do Norte da Índia, já que as nuvens de poluição deram uma trégua.  

Desta forma, fica ainda mais evidente os impactos ambientais causados pelas ações humanas e quanto o meio ambiente fica bem melhor sem nossas interferências..

4. Ter planejamento financeiro é fundamental

O desemprego foi um dos efeitos da pandemia sentido na pele por milhares de brasileiros. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil encerrou setembro com um contingente de 13,5 milhões de desempregados, cerca de 3,4 milhões a mais que o registrado em maio. Isso representa uma alta de 33,1% no período, batendo recorde no país.

Assim, quem não tinha reservas financeiras se viu diante de um desafio muito grande. A lição que fica é que é necessário contar com uma reserva de emergência.

5. É preciso valorizar o comércio local

Quantas vezes aquela pequena mercearia do seu bairro te salvou durante o isolamento social? Colaborar com a economia local é uma das lições da quarentena que devem se manter nessa nova configuração da nossa rotina.

6. Higienizar as mãos é um ato de amor coletivo

Apesar de ser um hábito básico de higiene, lavar as mãos passou a ser um símbolo da preservação da vida.  Certamente, essa atividade simples continuará sendo realizada com ainda mais consciência e frequência.

E o álcool gel, que foi muito requisitado no pico da pandemia, virou um item básico e essencial. Manter o produto sempre por perto, além de manter as mãos limpas, ajuda a desinfetar talheres, copos, entre outros objetos.

7. Respeitar os profissionais que atuaram na linha de frente

Profissionais da saúde e movimento (como nós), garis, agentes de limpeza, seguranças, bombeiros, motoristas de ônibus, entre outros trabalhadores, se arriscam diariamente para garantir a nossa proteção.

Isso nos ensinou e fez perceber o quanto essas atividades são realmente importantes e essenciais em nosso dia a dia, e que portanto, devem ser valorizadas e respeitadas.

8. Trabalhar remotamente é o novo normal

Graças à internet e a tecnologia digital, as empresas entraram no universo do home office. Ao que tudo indica, essa nova forma de trabalho, que já era uma tendência, veio com tudo e fará parte das novas configurações corporativas.

Além disso, a Telemedicina, Teleconsulta, Teleconsultoria e Telemonitoramento tornaram-se nosso importante aliado e foram essenciais para levar atendimento à população e assegurar o bem-estar dos profissionais.

A Lei 13.989, de abril de 2020, regulamenta o exercício de profissionais nesse novo formato que é “medicina mediada por tecnologias para fins de assistência, pesquisa, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde”.

E o COFFITO autorizou em caráter de excepcionalidade os serviços, permitindo que os instrutores de Pilates dessem aulas à distância!

9. O Home Care é uma opção segura de abordagem terapêutica

De acordo com um levantamento realizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), as atividades de home care aumentaram 20% em 2020. Esses dados revelam que esse serviço fez toda diferença no enfrentamento à pandemia.

Graças à abordagem transdisciplinar de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, nutricionistas, entre outros, esse tipo de atendimento ajudou a aumentar a capacidade de leitos. Tudo isso com o apoio da telemedicina.

Para os pacientes, o home care implicou em mais segurança, conforto e comodidade. Até mesmo os casos complexos, com a devida autorização médica, puderam receber os cuidados em casa.

Esse é um dos aprendizados que marcaram o início de uma nova era pós-pandemia. Afinal, receber o tratamento adequado ao lado de familiares e na própria residência é fundamental para o sucesso da reabilitação.

10. A importância das atividades físicas para a imunidade

Um assunto que foi bastante frisado é o quanto praticar atividade física é essencial para aumentar a imunidade do nosso corpo. E o Pilates ganhou muitos créditos, principalmente por trabalhar com o equilíbrio entre a saúde física e mental (que também foi muito afetada pelo isolamento social). 

O sistema imunológico é responsável pela defesa do nosso corpo contra o ataque de invasores externos (vírus, bactérias, fungos ou protozoários). Existem diversas formas de aumentar esse sistema, e uma delas é com a prática de exercícios físicos.

O movimento muscular e o aumento da frequência cardíaca fazem com que as células imunes saiam de seus pontos de espera. Assim, o nosso corpo fica com mais células imunes circulando, preparadas e prontas para procurar e destruir patógenos. 

Esse efeito não dura para sempre, mas aumenta o tempo para fortalecer as defesas do organismo. Dessa forma, exercitar-se de 30 a 60 minutos por dia, uma aula de Pilates por exemplo, é suficiente para desencadear essa resposta imune.

Conclusão

A pandemia do novo coronavírus causou grande impacto em nossa sociedade de modo geral e fez com que todos nós repensássemos e criássemos novos estilos de vida.

Contudo, é inegável que todos esses impactos provocados por esse momento de calamidade foi fundamental para nos ensinar uma série de valores e lições importantes para humanidade, a saúde e cuidados com o próximo. 

 

Artigo desenvolvido em parceria com S.O.S Vida