Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

O envelhecimento é um processo dinâmico e progressivo, e que vai acontecer com todos nós. Mas você sabia que é possível aplicar o Método Pilates na Terceira Idade para trazer benefícios ao corpo, como agilidade, mobilidade e mais energia durante essa fase da vida?

O Brasil tem cerca de 37,7 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2030 estima-se que as pessoas com essas idades serão maiores que as crianças de zero a 14 anos.

O envelhecimento, no entanto, precisa de cuidados específicos quando se observa condições de estresse emocional, doenças e acidentes. Esses efeitos podem ser minimizados quando ajustados a um estilo de vida mais ativo, porém o maior desafio para a pessoa idosa é se redescobrir para viver sua própria vida com a máxima qualidade possível, já que nesse processo as limitações podem ocorrer. 

Você quer saber quais as vantagens da prática do Pilates na Terceira idade, além dos exercícios mais indicados para os idosos? Então continue a leitura!

Como envelhecer com saúde?

Ao longo dos anos é normal ocorrer uma rápida perda muscular, chegando a 30%, por década. Esse número te assustou? Pode ficar tranquilo(a)! Essa redução acontece tanto em número quanto no volume das fibras, especialmente no músculo esquelético. 

A atividade física, independentemente da idade, aumenta a força e a velocidade muscular, além de prevenir a perda óssea, hospitalizações, quedas e melhorar a função articular. 

Após os 60 anos de idade, é comum uma certa dificuldade no andar, menor balanço dos braços e passos menores, além da redução na amplitude dos movimentos. 

O centro de gravidade corporal tende a se adiantar, já que a base de sustentação é ampliada em busca de maior equilíbrio. Para vencer as dificuldades, o idoso diminui o tamanho dos passos e anda mais devagar. O grande problema nesse caso são as quedas e suas complicações. (Clarke e Sokoloff, 1999) 

A portaria 687/GM Política Nacional de Promoção da Saúde, de 30 de março de 2006, norteia as estratégias de implementação à Promoção da Saúde da população idosa, tais como:

  • Divulgação e implementação da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS);
  • Alimentação saudável;
  • Prática corporal/atividade física;
  • Prevenção e controle do tabagismo;
  • Redução da morbimortalidade em decorrência do uso abusivo de álcool e outras drogas;
  • Redução da morbimortalidade por acidente de trânsito;
  • Prevenção de violência e estímulo à cultura de paz;
  • Promoção do desenvolvimento sustentável.  

Cadernos de atenção básica, n°19, série A. Normas e Manuais técnicos, Brasília DF- ministério da saúde, páginas 11 e 12.

Benefícios do Método Pilates na Terceira Idade

O Pilates é indicado para todas as faixas etárias, mas possui benefícios vantajosos quando a prática acontece na terceira idade, permitindo que os idosos vivam a melhor fase de suas vidas, melhorando a disposição e a saúde corporal.

Conforme nosso corpo envelhece, temos necessidades e cuidados diferentes em relação ao exercício.

O Método na terceira idade é indicado para o idoso saudável, que deseja realizar atividade física ou que tenha alguma patologia específica.

A prática causa baixo impacto nas articulações, além de fortalecer a musculatura profunda do corpo e ajudar a manter a mobilidade, fundamental para o equilíbrio.

Os exercícios trabalham o corpo como um todo, no seu ritmo, sem forçar ou ir além dos limites de cada paciente.

Hoje os idosos estão buscando mais qualidade de vida, e o Método Pilates na terceira idade tem se destacado para esse público, com benefícios como:

  • Melhora o equilíbrio;
  • Promove bem-estar;
  • Diminui o risco de queda;
  • Melhora a flexibilidade e o ganho de força;
  • Diminui a dor;
  • Aumenta a socialização. 

Exercícios mais indicados do Pilates para a Terceira Idade

Dissociação Pélvica sentado na bola

método-pilates-na-terceira-idade1

Execução: Sentado na bola suíça, flexão de quadril e joelhos a 90°, coluna alongada. Realizar movimentos látero-flexão, anteversão e retroversão de quadril.

Arco de Fêmur 

método-pilates-na-terceira-idade2

Execução: Em decúbito dorsal, joelhos flexionados, realizar flexão do quadril com o joelho fletido, alternar direito e esquerdo.

Ponte (excelente exercício do Pilates para a Terceira Idade)

método-pilates-na-terceira-idade3

Execução: Em decúbito dorsal, joelhos flexionados, braços ao longo do corpo e coluna apoiada. Inspira, expira e eleva pelve. Inspira, expira e desce a pelve.

Ostra

ostra

Execução: Em decúbito lateral, joelhos flexionados em 90°, calcanhares alinhados com os glúteos e coluna alongada. Realizar abdução da perna sem perder o contato dos pés. 

Conclusão

O Método Pilates na terceira idade traz uma nova visão de vida ao idoso, aumentando o conforto e dinamismo, além de retirar, aos poucos, a dependência de seus filhos e responsáveis na realização de tarefas cotidianas.

Também é importante reforçar que as contraindicações do vão depender dos limites de cada aluno, mas a maioria são relativas e não absolutas.

Cada exercício desafia a superação, evolução e autoconhecimento, mas não podemos deixar de respeitar as limitações do corpo para não causar frustrações ou baixa autoestima.

E claro, o convívio social com o instrutor e outros alunos dentro dos studios de Pilates também traz benefícios, evitando o isolamento, depressão e ansiedade, muito presentes nessa fase da vida.

Referências Bibliográficas

Pereira SRM In: Freitas EV, Py L (Org). Tratado de geriatria e gerontologia. Cap14 – Fisiologia do Envelhecimento. 4 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017