Posted in:

Como Adaptar o Seu Studio de Pilates com Exercícios Funcionais

Como já sabemos a aula de Pilates é realizada em equipamentos e solo, com utilização de vários acessórios em ambos os casos. Mas é possível montar uma aula de Pilates com Exercícios Funcionais?

Neste artigo você vai encontrar:

  • Como Montar Uma Aula Funcional no Seu Studio de Pilates;
  • As 3 Bases do Treinamento Funcional;
  • Funcional: uma metodologia universal;
  • 10 Exercícios do Treinamento Funcional na Sua Aula de Pilates.

Então está esperando o que pra aprender a adaptar seu studio de Pilates com Exercícios Funcionais? Continue lendo esse texto e entenda como isso é possível.

Como Montar Uma Aula Funcional no Seu Studio de Pilates

Sabemos que o método Pilates oferece muitos benefícios! É um mercado cada vez mais em alta, procurado por pessoas que querem desenvolver equilíbrio corporal e necessitam de reabilitação, por exemplo.

Mas você já utilizou o Pilates com Exercícios Funcionais para seus alunos? Saiba que isso pode ser uma maneira de se diferenciar no mercado!

A técnica é utilizada para favorecer e melhorar a funcionalidade do aluno, buscando sempre proporcionar o condicionamento postural.

Por meio de um trabalho neuromuscular, além do equilíbrio e a consciência corporal. E como o treinamento funcional pode ajudar?

As aulas de Treinamento Funcional tem aproximadamente 1 hora de duração. Em alguns exercícios a carga de trabalho é exercida pelo peso do próprio corpo, em outros, com acessórios ou alguns equipamentos específicos.

As aulas visam o equilíbrio das estruturas musculares, prevenção de lesões e a melhora na performance de atletas e não atletas. São bastante intensas, também podem ser intercaladas com exercícios puramente aeróbicos.

É nessa hora que são utilizadas a esteira, a bicicleta, a transport e o simulador de escada.

Assim como equipamentos alternativos, por exemplo, elásticos, plataformas de desequilíbrio, bolas de todos os tamanhos, cama elástica, etc.

As 3 Bases do Treinamento Funcional

O princípio do Treinamento Funcional é recrutar a musculatura estabilizadora do corpo (CORE), trabalhando a propriocepção e não somente a musculatura superficial.

A aula de Treinamento Funcional pode ser classificada em três bases.

  • Transferência de exercícios convencionais para funcionais: fazer uma troca gradativa de exercícios em máquinas, para exercícios com o próprio corpo.
  • Treinamento do CORE: concentrar o trabalho do centro do corpo para as extremidades, facilitando o aprendizado e a melhoria da consciência corporal.
  • Propriocepção ou bases instáveis: realizar trabalhos seguros em superfícies instáveis para melhorar a reação do nosso corpo com relação a uma adversidade.

O Treino Funcional pode ser praticado por pessoas de qualquer faixa etária. A única condição é que os exercícios escolhidos e as cargas estejam de acordo com a idade do aluno e as limitações do corpo.

Funcional: uma metodologia universal

A possibilidade de combinar exercícios e usar somente o peso do corpo – ou adicionar diferentes pesos -, faz com que o funcional possa ser praticado por todas as pessoas.

Os idosos, por exemplo, podem utilizar os exercícios para manter a frequência cardíaca em dia e fortalecer a musculatura do corpo. 

As crianças, além de gastar energia acumulada, ainda podem aprender desde cedo a utilizar o corpo da melhor maneira possível e desenvolver todo seu potencial físico.

Já os adultos podem focar nos seus objetivos individuais de emagrecer, manter a forma física, aumentar os músculos ou, simplesmente, evitar o estresse da vida corrida e praticar uma atividade agradável. 

Idosos, crianças, gestantes, homens e mulheres: tem espaço para todos no funcional.

Muitas academias, inclusive, estão criando lugares específicos para as crianças se movimentarem. São exercícios que despertam o interesse delas, como escalada, pular corda e atividades com bola.

Para os pais, que vivem uma vida atarefada, essa é uma ótima alternativa para deixar os filhos distraídos e se exercitando enquanto praticam exercícios.

10 Exercícios do Treinamento Funcional na Sua Aula de Pilates

Após entender os benefícios que o Treinamento Funcional pode proporcionar aos seus alunos, agora é hora de saber como aplicar.

É importante que o instrutor esteja ciente dos objetivos e necessidades de cada um. Isso será feito por meio da avaliação física. Sendo assim cabe a você, professor, saber como direcionar suas aulas.

Os exercícios podem ser feitos de várias maneiras, com equipamentos ou solo.

Exemplos de exercícios

  1. Acanhamento em cima da bola suíça e podendo evoluir com acessórios nas pernas e nas mãos;
  2. Utilização do core skate ou orbital 360, realizando movimento de abdução adução, flexão e extensão de membros inferiores;
  3. Utilização do core skate ou orbital 360, realizando movimento de abdução e rotação do ombro;
  4. Utilização da Fita de Suspensão sendo esta realização em pé, realização movimentos de avanços, fazendo movimentos e também parado;
  5. Prancha abdominal na Fita de Suspensão parado e com abdução e adução de membros inferiores;
  6. Prancha abdominal na Fita de Suspensão e com junção de flexão e extensão de membros inferiores, este pode ser feito movimentando e parado;
  7. Bosu ou meia bola. Em pé juntamente com o aparelho Cadilac, realinhado movimentos com a barra do aparelho (molas). Podendo associar com movimentos inferiores também;
  8. Treino de circuito sendo este utilizado em dois ou mais equipamentos ou acessórios realizando movimentos de coxas, glúteos e abdominal, sendo cada um em um aparelho ou até mesmo utilizando em todos os aparelhos as mesmas musculaturas;
  9. Utilização da bola suíça com movimentos e subir e descer;
  10. Abdominal em dupla.

Concluindo…

O Treinamento Funcional é um tema bem amplo, onde exploraremos outras questões específicas, além de detalhar o desenvolvimento de capacidades físicas e melhorando o desempenho e o corpo dos nossos alunos.

Portanto as duas modalidades trabalham o corpo de um modo geral, cada uma delas trazendo uma especificidade maior em algum ponto do treinamento.

A escolha vai variar de acordo com cada indivíduo podendo ser utilizado em comum acordo trazendo um benefício e qualidade maior na realização das aulas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *