Junte-se a mais de 200.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

O dia dos pais está chegando e, nessa data especial, não podemos deixar de lembrar dos paizões. Essas figuras tão importantes em nossas vidas, também merecem atenção com a saúde. Por isso, hoje queremos falar a respeito do treino para homens de meia idade.

Se você quer incentivar o seu pai ou atrair os pais dos alunos para o seu Studio, recomendamos que continue lendo esse artigo!

Aqui aprenderemos a respeito das alterações físicas e metabólicas que atingem quem está nessa faixa etária e como conter seus efeitos com a atividade física, principalmente, o Pilates. 

Vamos lá?

Importância do treino para homens de meia idade

No tópico abaixo falaremos um pouco mais a respeito das mudanças fisiológicas que acontecem no corpo após os 30 anos de idade. Mas agora precisamos falar de um agravante para essas mudanças que é muito comum em homens de meia idade: o sedentarismo.

Na verdade, esse problema está presente em todas as idades. Nosso estilo de vida está se tornando cada vez mais estático. Mesmo crianças e jovens, que tendem a ser mais ativos e ter mais tempo livre para atividades físicas, já sofrem com esses problemas. 

Então, qual será a situação de homens de meia idade com inúmeros afazeres, trabalho e cuidados com a família? Bem pior.

Um estudo no Rio Grande do Sul avaliou 4.296 indivíduos de meia idade para descobrir como estava sua prática de atividades físicas. Os resultados foram alarmantes, tanto homens quanto mulheres apresentaram uma tendência ao sedentarismo. 

Cerca de 28% dos homens simplesmente não praticavam atividades físicas em toda sua semana. Outros 58,4% não praticavam atividades em intensidade suficiente para manter sua qualidade de vida.

Portanto, o sedentarismo é um problema grave nessa faixa etária. Considerando que a atividade física é um fator essencial para o envelhecimento saudável, devemos estar ainda mais preocupados com esses indivíduos.

Muitos justificam a falta de exercício como falta de tempo para praticá-lo. Portanto, chegou a hora de mostrarmos a esse público que nem sempre é preciso tirar uma grande quantidade de tempo da rotina para se exercitar. Ou será que 50 minutos a 1 hora algumas vezes na semana é demais para garantir a saúde?

O que muda nessa fase da vida?

Até os 30 anos de idade o sistema muscular humano está em pleno desenvolvimento. Porém, passando dessa idade muitos homens começam a perceber mudanças no seu corpo que, a princípio, são bastante sutis. É o processo de envelhecimento que inicia, juntamente com a perda de massa muscular.

Ou seja, quem passou dos 30 anos e já está na casa dos 40 anos começa a perder músculos ao invés de desenvolvê-los. Isso acontece a uma velocidade de 3% e 5% a cada 10 anos, pelo menos para sedentários. Quem pratica atividades físicas é outro caso, como veremos logo.

Homens nessa idade também sofrem com alterações metabólicas que também são parte do envelhecimento. Eles passam a produzir uma quantidade menor de certos hormônios, como o GH (hormônio do crescimento), testosterona e insulina. Até a capacidade de sintetizar proteínas fica diminuída.

É claro que isso não acontece do dia para a noite. Tais alterações vão afetando a vida masculina aos poucos, um pouco de falta de coordenação motora aqui, uma dificuldade a mais para carregar cargas. Quando o homem percebe, ele está se tornando um idoso com inúmeras dificuldades, perda das suas funções corporais e pouca independência.

Esse é o processo de envelhecimento e não existe como escapar dele. Mas não precisa ficar desesperado pelos seus alunos com mais de 40 anos. Existem formas de melhorar a qualidade de vida nessa faixa etária e se preparar para um envelhecimento saudável!

Por isso recomendamos o treino para homens de meia idade. Através dele é possível conter os efeitos do envelhecimento, garantir qualidade de vida nessa idade e nos anos futuros. 

Podemos ajudar os paizões que nos procuram no Pilates a manterem-se ativos sem grandes perdas.

Cuidados com os treinos para homens +40

Os treinos para homens de meia idade precisam de algumas adaptações. Já sabemos que esse público está começando a passar pelos efeitos do envelhecimento e que precisam garantir suas habilidades funcionais. 

Primeiramente, precisamos saber qual é o perfil deste indivíduo para determinar o treino mais adequado. 

Já vamos avisando, a maior parte dos nossos alunos inicia como sedentários. Só é considerado ativo quem treina sistematizadamente há mais de 6 meses. Jogar futebol de fim de semana com os amigos de vez em quando não conta!

Ainda mais que em qualquer outra idade, o treino global será essencial para homens acima dos 40 anos. Eles precisam treinar todo o corpo de forma integrada, seja para manter os movimentos funcionais ou para evitar a perda de massa muscular.

Muitos homens querem treinar grupos musculares específicos, como fariam na musculação, por motivos estéticos. Esse é um erro que deve ser evitado!

O treino localizado é pouco eficiente para melhorar o metabolismo e a produção hormonal em homens de meia idade. Lembram-se que esses são alguns dos fatores característicos do processo de envelhecimento? Não podemos deixar que isso aconteça. Portanto, o treino globalizado é a ferramenta mais adequada.

Também devemos dar um foco especial aos treinos de mobilidade, flexibilidade e propriocepção. Com o passar dos anos essas são algumas das habilidades funcionais mais prejudicadas. 

Através do treino para homens de meia idade, eles conseguem evitar a perda de amplitude de movimento, que mais tarde na vida levaria a patologias, lesões e perda de independência.

Pilates como treino para homens de meia idade

Muitos dos nossos alunos homens acabam optando por praticar o Pilates devido aos benefícios proporcionados ao tratamento de lesões, alívio de dores e melhora no alongamento. 

Contudo, vale ressaltar que o Pilates não é apenas um método de reabilitação, ele também é um ótimo treino para homens de meia idade, pois além estimular novas habilidades, promove o desenvolvimento integral de todo o corpo, equilibrando físico e mente.  

Para eles não se sentirem desmotivados, as aulas de Pilates como treino para homens de meia idade devem ser elaboradas de acordo com o que cada aluno busca e às vezes, é interessante lançar desafios, exercícios mais avançados ou até uma sequência de exercícios com variações. 

Conclusão

São tantas alternativas de atividades físicas hoje em dia, então por que seu aluno deveria escolher o Pilates? Gostamos de indicar essa modalidade por ser tão completa. 

A musculação é ótima se for bem praticada, mas ela dificilmente conseguirá trabalhar em todos os planos de movimento e com todas as habilidades funcionais encontradas no Pilates.

Ao trabalhar com o Método, conseguimos utilizar equipamentos, acessórios e outros tipos de complemento para proporcionar tudo que um homem nessa idade precisa. 

Ele pode fortalecer suas musculaturas ao mesmo tempo que trabalha propriocepção. Até é possível melhorar as habilidades para praticar outros esportes e ainda garantir a saúde articular, evitando dores e lesões.


























Banner Circuito TF