Posted in:

Baby Pilates: Conheça todos os Benefícios, Dicas e os Principais Exercícios

Baby-Pilates

Você conhece o Baby Pilates?

É um método novo, adaptado por mim, Danielle Kühni, que tem como objetivo englobar todos os benefícios do Pilates no puerpério sem a mãe precisar ficar longe do seu bebê.

Desta forma a mãe consegue retomar suas atividades físicas mais cedo. Com cerca de 45 dias após o parto, se cuidando e proporcionando ao seu corpo exercícios saudáveis.

Além disso ela começa a inserir seu bebê nas atividades dela, adaptando sua rotina a nossa realidade atual das mamães modernas.

Durante os exercícios ela fica livre para amamentar e acalentar sua cria, podendo interromper e adaptar os exercícios a qualquer momento.

Bom, agora que você já sabe o que é, vou te apresentar tudo o que você precisa saber sobre esse método. Seus benefícios, exercícios indicados e tirar todas suas dúvidas.

Mostrar mais detalhes para vocês, para vocês entenderem sobre o assunto, tirarem suas dúvidas e conclusões, para depois poderem ministrar a aula mais gostosa da história.

Benefícios do Baby PilatesBaby-Pilates-15

  • Todos os benefícios do Pilates para o puerpério;
  • Retomar uma atividade física mais cedo;
  • Fortalecer a musculatura para facilitar amamentação;
  • Usar o peso do bebê como parte do exercício;
  • Inserir seu bebê em sua rotina;
  • Maior vínculo Mãe-bebê;
  • Promover estímulo sensório-motor ao bebê quando o insere no ambiente do Pilates (Novas texturas, novas formas, novas explorações), estimulando o desenvolvimento motor normal (DMN) do bebê;

Como aplicar Baby Pilates em seu Studio?

Vocês podem estar se perguntando: Mas quais são as adaptações necessárias na estrutura física para um estúdio, e na estrutura profissional para um instrutor, atenderem com conforto e segurança o público do Baby Pilates, vocês sabem?

Vamos pensar em 2 pontos: O primeiro é o que eu preciso saber sobre a estrutura física do Studio, e o segundo vai ser sobre a capacitação profissional.

Primeiro ponto: Estrutura física do Studio

Vamos pensar em um bebê de 0-18 meses, quando ele chega até 5 meses de idade. Ele fica colado com a mãe a aula toda, e não precisamos modificar absolutamente nada do nosso estúdio habitual, apenas indicar um carregador ergonômico para a mãe colocar o bebê.

Baby-Pilates-12
Exemplo de carregador ergonômico

Mas a partir do momento que ele vai crescendo precisamos oferecer alguns atrativos, como: tapete de atividades, cubos de encaixe.

Quando ele começar a engatinhar/andar precisamos focar bem na segurança do ambiente. Tendo bastante atenção com as quinas, tomadas, materiais cortantes, halteres… E claro, muita higiene na sala! Precisamos manter ela sempre limpa e agradável para os nossos Mini Pilateiros.

Segundo ponto: Capacitação profissional

Vamos lá, agora temos que pensar no nosso público especial para começarmos a montar os exercícios.

Pois de um lado preciso oferecer tudo que uma mulher no puerpério precisa, então o instrutor tem que saber detalhadamente suas alterações corporais e psicológicas.

De outro preciso lembrar que ela não está sozinha nesta atividade. O nosso Mini Pilateiro está lá, então precisamos entender bem sobre ele, além de focar ainda mais na segurança e conforto de cada exercício. Não é mesmo? Então vamos ver o que você precisa saber sobre seu público para se capacitar mais!

Conhecendo meu público: A mãe e o bebêBaby-Pilates-14

Para iniciarmos precisamos entender bem a nossa aluna maior: A mãe, nossa puérpera. Estudar bem sobre todas as alterações que acontecem no corpo de uma mulher nesse ciclo pós-gravídico.

Preciso saber também como foi que o corpo dela aceitou as alterações corporais durante a gestação. Se houve dores, incontinências, sobrecargas ou compensações, inchaços, dentre outros pontos.

Baseado nessas alterações e juntamente com a via de parto que foi optada, vamos conseguir saber quais prioridades devo adotar para esta população.

Afinal meus objetivos podem mudar a depender do que aconteceu previamente no corpo da nossa puérpera. Lembrando que também pode mudar a depender se foi parto Normal ou Cesáreo.

Vamos começar pensando…. Quais partes de corpo mudam em uma mulher durante o ciclo gravídico-puerperal?

  1. O Abdômen
  2. O Assoalho Pélvico;
  3. A Pelve;
  4. A Coluna;
  5. Todas as opções acima;

Sem dúvidas a letra E.

Todas essas opções acima sofrem diversas alterações durante o ciclo, e vocês como instrutores precisam entender bem todas elas. Como também precisam estar a par das outras alterações corporais e sistêmicas que acontecem.

Mas quando vocês passarem para a prática, vão ver que uma queixa muito comum para as mães é a questão da Diástase Abdominal.

Então além de vocês trabalharem todas as alterações corporais ditas previamente, vão dar um foco especial para o Abdômen, já que provavelmente vai ser um dos objetivos principal delas.

Sendo assim é importante pensar: Será que eu sei que diferenças são essas?

 O Bebê

Baby-Pilates-13

Outro assunto bem importante é a respeito do segundo membro do dueto, o Bebê. Afinal, quais serão os benefícios do Baby Pilates para o bebê, será que existe algum?

Para vocês responderem essa pergunta precisam entender bem sobre esta população, estudar detalhadamente sobre o Desenvolvimento Motor Normal (DMN) de um bebê, conhecer cada etapas e marcos motores do desenvolvimento e assim poder estimular esses movimentos e proporcionar ainda mais benefício para eles.

Preciso entender também seus limites físicos e psíquicos, até quando eu posso trabalhar com ele.

Entender também seu choro, desconforto, e irritações, para assim ir moldando o meu ambiente e o meu exercício de acordo com esses pontos do nosso público.

Depois de ir conhecendo tudo isso, já consigo entender quais são os benefícios deste método para mãe e para o bebê, quais atenções particulares eu preciso ter com esta população além das contraindicações existentes.

 Principais exercícios de Baby Pilates

Juntando tudo que vimos até agora, desde os saberes sobre o nosso público, aos saberes profissionais e estruturais do estúdio podemos finalmente falar um pouco sobre os exercícios. Ah os exercícios… Vocês vão ver, cada um mais prazeroso que o outro.

Vejam Alguns Exercícios:

  • Rolling Like a Ball

Baby-Pilates-6

  • Alongamento de Adutores no BarrelBaby-Pilates-10
  • Fortalecimento de Bíceps Sentada na Bola com HaltereBaby-Pilates-8
  • Fortalecimento de Quadríceps no Combo ChairBaby-Pilates-7
  • Alongamento de Glúteo no Reformer com a caixaBaby-Pilates-9

Para a região Abdominal

  • Abdominal Isométrico – Prancha Ventral no BozuBaby-Pilates-3

  • Abdominal Isométrico Sentada Na Bola SuiçaBaby-Pilates-1
  • Abdominal Isométrico Com Extensão Dinâmica De MMII;Baby-Pilates-11
  • Abdominal Isométrico No Reforme Sentada Na CaixaBaby-Pilates-2
  • Abdominal Dinâmico No Reforme Sentada Na Caixa Com CargaBaby-Pilates-5

Concluindo…

Vocês estão prontos para ministrarem as aulas mais gostosas da sua vida?

Sem dúvida o Baby Pilates deixa um ar diferente nos estúdios, um clima leve que cada dueto mãe-bebê traz para o nosso espaço.

Além do nosso mini aluno transformar tudo em magia com o seu “sorriso banguelo”,também estamos falando de um público que exala ocitocina, o hormônio do amor. Uma nova mamãe, que está ali dividindo conosco uma das fases mais importantes da sua vida!

Então, se Pilates já é bom, o Baby Pilates consegue ser ainda melhor.

Quer saber mais? Em breve lançaremos o nosso curso Online! Para ficar por dentro e ser avisado assim que começar o lançamento, se cadastre na página: materiais.vollpilates.com.br/curso-baby-pilates

 

 

Written by Danielle Kühni

Danielle Kühni

Instrutora de Pilates pelo Pilates Zone – Centro Especializado em Pilates (2013)
Fisioterapeuta graduada pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); (2015.2)
Pós-graduanda em Fisioterapia Aplicada a Obstetrícia e Uroginecologia pela Faculdade Redentor (Instituto de Desenvolvimento e Ensino - IDE); (2015.2-2017.1)
Especializada no ciclo Gravídico-Puerperal – Preparação para o Parto, Biomecânica para o Parto e Reeducação Perineal no Pós-parto pelo Instituto Bernadete de Gasguet Paris – França; (2015.1)
Formação em como Inserir o Pai no parto e Exercícios no ciclo Gravídico-Puerperal pelo Instituto Bernadete de Gasguet Paris – França;
(2015.1)
Curso de acompanhante para o parto e Formação em Doula – pelo Grupo de Apoio a Maternidade Ativa – GAMA – SP; (2016.2)
Especialista em Pilates para Gestante pelo Voll Pilates – SP (2015.2)
Especialista em Pilates para Gestante Silvia Gomes – SP; (2016.1)
Formada pela Baracho Educação Continuada em Fisioterapia Aplicada a Saúde da Mulher – Uroginecologia e Obstetrícia. (2016.1)
Estágio na Faculdade Boris Dolto – Paris, França; (2012)
Estágio no Hospital de Plaisir –Gringnon, França; (2015.1)

3 posts

1 Comentário

Deixe um Comentário
  1. Amo trabalhar com as mamães e seus bebês. As crianças crescem interagindo com o pilates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *