Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Praticar atividade física durante o período menstrual pode trazer grandes benefícios, especialmente para quem sofre com as dores menstruais.

Um estudo realizado pela Universidade Politécnica de Hong Kong apontou que os exercícios físicos podem ajudar no alívio das dores durante a fase menstrual. 

Neste estudo foram testadas 70 mulheres, com idade entre 18 a 43 anos, onde ambas sofriam de fortes cólicas durante a menstruação. Essas mulheres foram divididas em dois grupos e, enquanto um seguiu tranquilamente a vida sem a prática de exercícios, o outro realizou por quatro semanas treinamentos aeróbicos.

A rotina de exercícios do segundo grupo durou cerca de sete meses e as mulheres apresentaram relatos de diminuição das dores menstruais em 20%, considerando a rotina de treinamentos que tiveram.

Assim como um dos efeitos da pílula anticoncepcional é a diminuição das cólicas, os exercícios físicos são métodos naturais que também ajudam o organismo feminino na diminuição das dores e contribuem para o corpo liberar substâncias que geram prazer, combatendo o estresse da TPM.

Para conhecer os benefícios da atividade física durante o período menstrual, continue lendo esta matéria.

Por que praticar atividade física durante o período menstrual?

A prática de atividade física ajuda na qualidade de vida e isso não é diferente durante o período enfrentado pelas mulheres. Por isso, os exercícios são um ótimo aliado no combate às dores indesejáveis como a cólica, por exemplo, já que o corpo recebe uma carga de substâncias que trazem bem-estar e também ajudam a elevar a temperatura do corpo.

É muito importante que as mulheres que não queiram abrir mão da atividade física durante o período menstrual, assim como seus instrutores, conheçam quais são os exercícios físicos para fazer em cada fase.

Quais as melhores atividades para praticar durante o período menstrual?

Exercícios leves: caminhada, corrida e ciclismo

Na fase pré-menstrual (TPM) a mulher sofre uma queda de hormônios, por isso, é bem comum sentir fadiga, fraqueza, dores de cabeça, falta de concentração e impaciência. 

Além disso, com a baixa produção de progesterona, a mulher pode se sentir mais inchada, como, por exemplo, a retenção hídrica e o aumento de peso. É por causa desses fatores que a realização de exercícios se torna tão importante.

Sendo assim, as caminhadas leves, corridas e o ciclismo são opções que regulam o humor e ajudam na diminuição das dores.

Treinos aeróbicos moderados: Pilates, Yoga e alongamentos

Durante o período de menstruação é importante evitar a realização de treinos pesados. Portanto, o ideal é optar por treinos aeróbicos moderados como Pilates, Yoga e alongamentos pelo menos por 15 minutos.

É preciso saber também que um dos benefícios do Pilates é a prevenção da endometriose, já que ao praticar o Pilates o corpo libera o hormônio do bem-estar, ou seja, a endorfina alivia o estresse que pode ser um fator de agravamento para os sintomas da doença.

Exercícios intensos: musculação, dança e Treinamento Funcional

Já na fase pós-menstruação, o organismo da mulher libera estrogênio e secreção de noradrenalina, fazendo com que haja a criação de picos de energia e essa energia precisa ser gasta.

Por isso, é importante realizar treinos mais intensos como musculação, dança e treinamentos funcionais com acessórios.

Conclusão

Antes de realizar qualquer atividade física durante o período menstrual, é muito importante que cada fase seja respeitada e que os limites do corpo de cada mulher sejam respeitados.

Dessa forma, é possível que as atividades físicas sejam prazerosas, sem riscos e com muitos benefícios para o bem-estar, trazendo qualidade de vida e melhorando os diversos incômodos causados pela menstruação.