Posted in:

Contrologia – Conheça a História do Pilates

HISTÓRIA PILATES

Que o método Pilates é uma verdadeira tendência, uma possibilidade incrível de profissão com ilimitados benefícios, você já sabe, não é? Mas você já parou para pensar em qual é a história do Pilates? Como ele surgiu e como se difundiu pelo mundo todo?

Afinal, atualmente o método é indicado para diversas patologias e casos, não tem nenhum tipo de contraindicação, e pode ser praticado por pessoas de diferentes idades.

Você, como profissional da área, pode já conhecer todos os benefícios da prática do método, mas e se alguém interessado no assunto te perguntar sobre a história do Pilates, você saberá como responder?

Neste artigo vamos explicar todos os detalhes para você. Confira!

O IdealizadorHISTORIA-PILATES01

Todo método nasce da criação de um idealizador. No caso do Pilates não foi diferente. A modalidade foi criada por Joseph Hibertus Pilates, inventor do método que leva seu nome. Ele nasceu na cidade de Mönchengladbach, na Alemanha, há mais de 100 anos — mais precisamente em  9 de dezembro de 1883.

Quando era adolescente, Pilates cortava a grama de um vizinho em troca de utilizar sua biblioteca. Como tinha uma saúde muito debilitada, sofria com o asma, febre reumática e raquitismo, passava muito tempo estudando anatomia procurando uma forma de evitar que usasse cadeira de rodas.

Sua dedicação era tão grande que através de exercícios respiratórios ele conseguiu melhorar e vencer sua condição fr;ágil e acabou se tornando um autodidata: estudou a biologia  e fisiologia humana, aliando aos conhecimentos da medicina oriental.

Com apenas 14 anos o corpo de Pilates já era tão desenvolvido, que até mesmo pra um atlas de anatomia ele pousou.

Nesse período,  também começou a praticar muitos esportes, como esqui, mergulho, ginástica e boxe, tudo para evitar sua debilidade e desenvolver-se de forma saudável.

Para tratar do raquitismo, se exercitava diariamente com técnicas respiratórias, muitas de suas fotos tiradas de calção no ar livre foram tiradas durante os exercícios de respiração.

Ainda na adolescência, inventou aparelhos rústicos e uma série de exercícios que podiam desenvolvidos neles.

Com isso, foi ficando cada mais obcecado com a necessidade de superar suas limitações físicas, medidas que foram aplicadas na técnica de Pilates e que conferem uma vida mais longa e saudável a seus praticantes!

Em 1912, quando tinha 32 anos,  se tornou um boxeador profissional, começou a ensinar autodefesa para os detetives de Scotland Yard.

Durante a Primeira Guerra Mundial (1914), Joseph Pilates e seu irmão iniciaram suas carreiras  como artistas de um circo.

Enquanto estavam em turnê por Londres, foram presos no campo de concentração de Lancaster por serem alemães, e por isso, considerados inimigos estrangeiros.

Como todos os companheiros de trupe foram reclusos na Ilha de Man, Joseph atuou como enfermeiro e treinador para manter seus amigos e a si mesmo saudável durante o tempo de exílio. Foi a partir de sua prisão que a história do Pilates foi construída.

Da Prisão à História do Pilates
HISTORIA-PILATES-2

Como vimos, a história do Pilates começou em 1914. Embasado em seus conhecimentos, Joseph desenvolveu Método Pilates na Ilha de Man enquanto treinava seus companheiros de prisão.

É claro que o método naquela época era diferente do que você provavelmente já conhece.

A condição de vida  na Ilha Man era muito precária, e decidido a manter todos em forma e saudáveis, menos propensos à infecções, Pilates insistia que os companheiros deveriam se exercitar, para manter corpo e mente ativos.

Entretanto, uma parte dos prisioneiros estavam muito debilitados, sem força para ao menos levantar de suas camas. Insatisfeito com a situação, Joseph tirou as molas das camas e prendeu nas cabeceiras e nos pés de ferro.

Dessa forma, utilizava as molas como resistência para realização de exercícios mesmo nas camas. Transformando tudo em uma espécie de equipamento que aumentava a resistência dos presos doentes.

Segundo Pilates,  todos prisioneiros que se exercitavam sobreviveram a uma epidemia do vírus Influenza que em 1969 matou milhares de pessoas do continente Europeu.

O Poder das Molas

A partir da descoberta do poder das molas do formato das camas, que Joseph improvisou os primeiros equipamentos do Pilates como o Cadillac e o Reformer,  baseado neles também sugiram os exercícios do Método, que foi batizado por ele de Contrologia.

Pilates possuía uma filosofia que dizia “hábitos incorretos são responsáveis pela maioria de nossas doenças, se não por todas elas”.

Convicto da técnica que havia desenvolvido, ele procurou colégios nos Estados Unidos para incentivar seu programa de condicionamento.

Anos mais tarde, entre 1927 e 1951, garantiu as patentes dos equipamentos que tinha elaborado, desenvolvendo exercícios mais objetivos.

A Expansão do MétodoHISTORIA-PILATES-3

A técnica ganhou possibilidade de expansão em 1923, quando o jovem alemão se mudou para Nova York e decidiu abrir o primeiro Studio de Pilates.

A Contrologia era uma promessa, mas o trabalho começou a  se expandir na década de 40, quando dançarinos famosos da época aderiram à modalidade e viram seus inúmeros benefícios.

Joseph atendeu bailarinos em busca de performance, alguns com necessidade de reabilitação de lesões e também pessoas comuns em busca de um estilo de vida mais saudável e uma postura correta.

Depois de firmar a técnica e repassar seus conhecimentos, Pilates faleceu em 1967, aos 83 anos. Sua mulher, Clara Pilates, assumiu a direção do studio, mas morreu poucos anos mais tarde.

Depois disso, muitos dos alunos do casal decidiram abrir seus próprios studios. Eles continuaram desenvolvendo e aprimorando a técnica por anos.

O legado que Pilates nos deixou foi tão grande, que anos depois  a modalidade e o nome se difundiram e ganharam adeptos no mundo inteiro!

No caso do Brasil, o método chegou por meio de Alice Becker Denovaro, primeira brasileira a se certificar na instrução de Pilates. Hoje em dia podemos encontrar estúdios de Pilates por todo o país, quase em todas as quadras das cidades, como sonhava o seu criador.

Concluindo…

Agora que você já sabe o Pilates, pode ver que a técnica tem muitos benefícios, inclusive em casos de reabilitação e tratamento. A própria história de vida do seu próprio idealizador,  é um grande exemplo de superação, não é?

Motivo de sobra para saber mais sobre Joseph e a criação do Pilates.  E quem sabe até começar a ensinar seus alunos mais da expansão do método, o que acha?

Ainda tem dúvidas sobre o assunto ou experiências do Pilates para compartilhar? Conte para nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *