Posted in:

Pilates no Esporte: Entenda os benefícios para as modalidades esportivas

Pilates no Esporte: Entenda os benefícios para as modalidades esportivas
Gostou? Avalie!

O Pilates no Esporte é um método de condicionamento físico, que trabalha o corpo como um todo. Através dos seus 6 princípios conseguimos chegar em uma excelência de movimento.

Onde o ocorre recrutamento apenas dos músculos necessários, na intensidade e velocidade correta, evitando sobrecarga articular e muscular e menor desperdício de energia. Continue lendo para saber mais!

História do Método Pilates

O método foi criado pelo alemão, Joseph Humberth Pilates, nascido em Dusseldorf na Alemanha, de acordo com a literatura Joseph foi uma criança doente, sofria de asma, raquitismo, e por esse motivo dedicou a sua vida para melhorar seu condicionamento físico.

Na adolescência ele tornou-se autodidata e aprofundou seus conhecimentos em anatomia, fisiologia e atividade física, nessa época ele já possuía um corpo tão desenvolvido que chegou a pousar para atlas de anatomia.

Portanto essa história de ser uma criança doente é altamente improvável, considerando que na já na adolescência ele tornou-se um atleta.

A história do método inciou-se na época da primeira guerra mundial, quando Joseph trabalhou em um campo de concentração, onde criou o método chamado por ele de “Contrologia”.

Princípios da Contrologia

Foi nesse período que ele descobriu o poder das molas (resistência elástica) e lá ele não deixou nenhum dos seus companheiros parado, todos praticavam seu método, fazendo que sobrevivessem a grande pandemia de gripe , que matou milhares em campos de batalhas dessa época.

A Contrologia tinha como base a reeducação dos movimentos , a arte de controlar cada movimento do seu corpo. Porém foi nos EUA, que Joseph fez história e realmente ficou conhecido entre um grupo restrito constituído por dançarinos, atores e clientes ricos.

Faleceu em 1967, após um grande incêndio em seu studio, o que levou a ter complicações respiratórias por conta da sua asma outros falam que após o incêndio e por ter perdido muitos materiais ele se entregou aos cigarros, charutos, Whisky e que ele morreu por conta desses vícios, mais nada foi confirmado, sua morte ainda é uma incógnita.

Benefícios do Método Pilates no Esporte

Podemos listar diversos benefícios já comprovados pela metodologia abordada pelo Pilates, quando bem aplicado pode gerar melhorias na aptidão do movimento do atleta, ajudando na performance e no condicionamento do atleta,  bem como na prevenção de lesões.

Podendo ser direcionado para uma modalidade específica, o Pilates no Esporte possibilita também um treinamento mais funcional, beneficiando esses atletas com uma melhora da consciência corporal, corrigindo desequilíbrios musculares, aumentando a capacidade respiratória, reequilíbrio muscular, prevenindo e recuperando lesões.

Pilates no Esporte, tem como objetivo contribuir no aperfeiçoamento de gestos esportivos, condicionamento físico do atleta e prevenindo lesões decorrentes do esporte, de acordo com a necessidade de cada modalidade, através do uso dos princípios do método e do uso dos aparelhos e acessórios criados pelo Joseph Pilates.

Sendo assim,  quero me concentrar nos benefício  gerados através de cada princípio específico do Pilates, o que torna o método tão especial, e um grande aliado para diversos treinamentos esportivos específicos.

Concentração

Em uma aula de Pilates buscamos a junção do corpo e mente, e como dizia nosso mentor “é estar presente, concentrado e não distraído, é a mente que esculpe o corpo”.

É a interação entre mente e corpo que fará atingirmos o controle do nosso corpo e dos movimentos por ele gerado, ele também dizia “concentre-se no movimentos certos cada vez que você faz um exercício. Caso contrário, você os executará de forma inadequada e eles perderão seus valor.”

Hoje nós sabemos o quanto a concentração é importante no mundo dos esportes, principalmente em atletas de alto rendimento, o Pilates não só atuaria na melhora do gesto esportivo, através do contínuo feedback de respostas motoras proporcionados pelo método.

Como um aumento da propriocepção desse atleta em relação ao seu corpo no espaço e ao seu gesto esportivo, como também na concentração necessária em um momento de competição.

Centralização

Hoje um dos princípios mais conhecidos e também muito explorado em outras modalidades de exercício como no treinamento funcional, a centralização, também chamada de  “Power House”, “Core” e centro de força, é um importante aliado no tratamento e prevenção de lombalgias.

Sendo assim, vale ressaltar que centralização nada mais é que o treinamento da região abdominal e lombo-pélvica a fim de gerar estabilidade no tronco e diminuir riscos de lesões e/ou diminuir sobrecarga na coluna.

Para que essa região trabalhe como estabilizadora em todos os exercícios executados é necessário uma contração isométrica dos músculos da parede abdominal anterior e posterior.

Assim como extensores e flexores do quadril e uma co-ativação do assoalho pélvico, criando um verdadeiro cinturão de força no tronco, gerando estabilidade e menor risco de lesões.

Segundo Feijó (2005) , o músculo transverso do abdômen é o primeiro músculo a ser ativado durante qualquer movimento realizado pelo nosso tronco, durante movimentos rápidos  e multidirecionais de membros inferiores ou superiores e por isso, tanta importância é dada a este músculo.

Em contrapartida o assoalho pélvico possui um papel importante , pois hoje sabemos que os músculos abdominais (transverso do abdômen, oblíquo interno e externo) se contraem em resposta ao comando de contração isométrica do assoalho pélvico,  e vice-versa, portanto um auxilia o outro nessa ativação.

Sendo assim, a contração isométrica desse conjunto de músculos contribuem para uma estabilização lombo-pélvica desses indivíduos, proporcionando um controle corporal (movimento) necessário a todos indivíduos.

Respiração

Na realização do método Pilates no Esporte, todos os exercícios são realizados associados a respiração, dando ritmo ao exercício e ajudando no princípio da centralização.

Como regra geral deve-se inspirar (costolateralmente) expandindo sua caixa torácica quando se prepara para a realização do movimento e expirar (fechando as costelas) esvaziando quando realiza todo o arco de movimento, com a centralização ativa.

Fluidez

Joseph dizia que um movimento fluido a partir do centro de força para fora. Os movimentos não podem ser rápidos e nem muito lento, a respiração ajuda muito a dar ritmo e fluidez ao movimento.

Esse princípio tem com maior objetivo proporcionar movimentos coordenados e graciosos, evitando sobrecarga da articulação e gasto de energia desnecessário.

Precisão e controle

Para gerarmos movimentos precisos e controlados, todos os princípios anteriores devem ser mantidos, deve existir essa conexão entre corpo e mente, evitando qualquer tipo de compensação muscular, mantendo o alinhamento corporal e o alongamento axial (principal responsável pela contração da musculatura eretora da coluna).

Esse princípio é o maior responsável pela qualidade do movimento e o sucesso do método.

Ou seja, podemos perceber que todos os princípios são interligados entre si, como uma grande roda, se um deles se perder no caminho ocorrerá a perda dos demais princípios, gerando movimentos incorretos podendo levar a compensações musculares e/ou lesões musculares e articulares.

Ao usar o Pilates no Esporte como recurso terapêutico no esporte, sempre devemos pensar nos seguintes tópicos: biomecânica do esporte, treino do gesto motor, principais lesões, melhora da performance e prevenção de lesões.

Sendo assim, é necessário que se entenda do esporte e que conheça os padrões de movimento realizados por esse atleta, a fim de elaborar uma sessão individualizada de acordo com a necessidade do cliente.

Uma avaliação prévia detalhada que possua não apenas avaliações estáticas e sim uma boa avaliação dinâmicas a fim de detectar possíveis desequilíbrios musculares se torna primordial bem como uma avaliação do gesto esportivo.

Caso o cliente seja uma atleta profissional, vale a pena um trabalho multidisciplinar, com o seu preparador físico, fisioterapeuta e/ou fisiatra da equipe técnica do esporte.

Modalidades Esportivas e o Pilates

Não existe um protocolo a seguir de acordo com cada modalidade esportiva, o que existe na verdade são sugestões de alguns exercícios, pois cada sessão deve ser montada com base na avaliação prévia realizada.

Para trabalhar o corpo como um todo em busca de um reequilíbrio muscular e prevenindo sobrecargas e lesões decorrentes do esporte.

Sugere-se que após 3 meses aproximadamente reavalia-se esse cliente, para verificar evolução e traçar novos planos de tratamento.

Ballet

Desde os tempos de Joseph Pilates, o Pilates já foi aderido em massa por esse público e muito se deve aos princípios do método, que muito se enquadra nessa modalidade esportiva.

O Pilates no Esporte promove para esse público um equilíbrio entre força e alongamento, movimentos precisos e fluidos, melhorando a eficiência do movimento.

Um dos principais objetivos que devemos ter com esse profissional é trabalhar exercícios que promovam estabilidade articular, visto que esses profissionais usualmente possuem uma grande amplitude de movimento, e desequilíbrios musculares que podem ocasionar lesões.

Usar exercícios sequenciais torna a aula agradável para esse publico pois  muito assemelha-se com a atividade executada, mais lembre-se de não perder o foco com os exercícios escolhidos e montar sua sessão através do objetivo traçado na avaliação.

Corrida

Hoje o Pilates esta sendo um grande aliado nesse público, muitos estudos vem demonstrando benefícios do uso do Pilates no Esporte, na melhora não só do padrão corporal e postural desse público, bem como na prevenção de lesões.

O foco no fortalecimento da musculatura estabilizadora do tronco e da pelve, realinhamento postural, e ganho de flexibilidade são os principais benefícios encontrados.

Futebol

Atualmente muitos clubes já possuem studios de Pilates, e usam desse método como parte da preparação física e da reabilitação de atletas. Sabemos o quanto o futebol exige dos seus praticantes e o método pode ser uma ótima ferramenta para prevenção de lesões e reabilitação.

O foco no fortalecimento do Power House, reequilíbrio muscular, melhora da capacidade vital e cardiorrespiratória  e ganho de mobilidade e alongamento são alguns dos motivos que muitos atletas profissionais e amadores buscam no método.

Trazer para o ambiente do studio todos os princípios do método, se torna primordial  bem como elaborar aulas criativas e que exijam muita estabilização lombo pélvica, coordenação e equilíbrio pode ser primordial.

Concluindo…

Independente do esporte, todo atleta que procura o método Pilates no Esporte, vem em busca do reequilíbrio muscular que o método proporciona, músculos fortes e alongados, coordenação, melhora do gesto esportivo e prevenção de lesões.

Em contrapartida temos pessoas que possuem uma grande chance de lesão por stress, porém muito comprometidos e com uma boa consciência corporal conquistada através da prática esportiva, proporcionalizando uma evolução muito rápido e ótimos resultados.

Written by Greice Trevisan

Greice Trevisan

- Fisioterapeuta Graduada pelo Centro Universitário Central Paulista - UNICEP (2008)
- Especialista em Clínica Médica pela Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (2009)
- Residente do Hospital São Paulo/UNIFESP (2009)
- Pós-Graduanda do Curso de Fisiologia do Exercício da Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR (2014)
- Instrutora de Pilates desde de 2010 com Studio próprio em Brotas/SP
- Instrutora do Curso de Formação em Pilates EVP - Grupo VOLL
- Formação em Pilates Clínico (2010)
- Formação em Pilates Completo EVP - VOLL
- RPG/RPM - Reeducação Postural Global pelo Reequilíbrio Proprioceptivo e Neuromuscular pelo Centro Científico e Cultural Brasileiro de Fisioterapia-CBF (2011)
- Pilates Training - Treinamento em Suspensão (2012)
- Treinamento Funcional - Core 360 (2013)
- Pilates Suspenso e Treinamento Funcional e Circo (2014)
- MIT - Movimento Inteligente (2018)

2 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *