Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Quando falamos em trabalhar a capacidade cardiorrespiratória, o aluno logo pensa em ficar alguns minutos correndo. Talvez ele pense em pular corda (algo que muitos odeiam, mas é ótimo) ou fazer uns polichinelos. Porém, se você disser que ele não precisa fazer nada disso na aula, ele vai ficar extremamente feliz. Agora complete dizendo que enquanto trabalha com cardio ele também vai conseguir trabalhar força.

Existem vários acessórios no Treinamento Funcional que te ajudam a fazer esse tipo de trabalho. Mas hoje quero falar de um deles em especial: a Kettlebell.

Exercícios realizados com Kettlebell te ajudam a trabalhar o corpo inteiro em um trabalho dinâmico e eficiente. Já te convenci a aprender alguns deles para usar nas suas aulas?

Logo você aprenderá 17 exercícios com Kettlebell para usar no Treinamento Funcional. Mas antes disso precisamos discutir um pouco sobre o acessório e porque os exercícios são tão eficientes.

Vantagens dos exercícios realizados com Kettlebell

O acessório não é moderno como parece. Na verdade, os exercícios realizados Kettlebells são usados há muito tempo, sendo que sua primeira menção apareceu em 1704. Os militares e atletas russos treinaram usando esse acessório por anos, mostrando sua eficiência.

Atualmente qualquer um pode treinar usando uma Kettlebell. Elas estão à venda em praticamente todas as lojas dedicadas ao esporte e quase todas as academias utilizam. Nós, como profissionais do Treinamento Funcional, não podemos deixar que um acessório tão útil seja desperdiçado.

É válido colocar ênfase no uso da Kettlebell para auxiliar o Treinamento Funcional porque podemos fazer movimentos multiarticulares com ela. Isso é uma das características que todos bons exercícios funcionais devem possuir.

Boa parte dos exercícios realizados com Kettlebell utilizados numa rotina de Treinamento Funcional começam com a carga no chão sendo levantada. Esses exercícios também costumam ser caracterizados por exigirem que o praticante eleve a carga até acima de sua cabeça.

Podemos perceber que esses movimentos proporcionam todas as vantagens do Treinamento Funcional, como:

  • Melhora na força;
  • Flexibilidade;
  • Estabilidade.

Também conseguimos utilizar os movimentos com esse acessório para melhorar as capacidades cardiorrespiratórias do aluno através da intensidade dos exercícios.

Outra vantagem dos exercícios realizados com Kettlebell no Treinamento Funcional é: eles trabalham o fortalecimento de Core. Sabemos que esse tipo de exercício é essencial para nossos alunos porque o Core ajuda a estabilizar o tronco e evitar lesões.

Como os exercícios com Kettlebell te ajudam a trabalhar aeróbico?

Antes de falar qualquer um dos outros motivos, é muito importante lembrar que os exercícios realizados com Kettlebell podem ser intensos, muito intensos. Tudo depende de alguns fatores como:

  • Habilidade do aluno;
  • Coordenação motora do aluno;
  • Aptidão física do aluno;
  • Carga utilizada;
  • Como o exercício foi realizado.

Um estudo com alunos universitários nos EUA identificou um aumento de 13,8% na capacidade aeróbica dos alunos após um programa de treinamento com Kettlebells de 8 semanas.

Um dos fatores que proporcionaram esse aumento na capacidade aeróbica foi a intensidade dos exercícios. Conforme os alunos ganham experiência em trabalhar com Kettlebells eles conseguem se mover de maneira cada vez mais intensa.

Assim seu sistema cardiorrespiratório é incentivado, melhorando seu aeróbico e aptidão física.

Claro que trabalhando só com Kettlebells não conseguimos aumentar tanto a capacidade aeróbica quanto com outros exercícios tipicamente aeróbicos.  Mas conseguimos combinar o trabalho aeróbico com força, mobilidade, flexibilidade e estabilidade.

E é exatamente isso que queremos no Treinamento Funcional. Se você precisa de um exercício aeróbico para sua aula, mas também queira trabalhar mais esses movimentos talvez te ajudem.

Por fim, conseguimos trabalhar Core de uma maneira bastante eficiente usando Kettlebells. Se você está trabalhando com Treinamento Funcional e quer alunos com bom rendimento e sem lesões deve prestar atenção a esses exercícios.

Cuidados com alunos sem preparação

Precisamos tomar muito cuidado com alunos despreparados.

Um corpo sedentário que começou a fazer exercícios na semana passada não está pronto para realizar movimentos com carga. Ao forçar esse corpo a se movimentar com uma carga adicional você só está ajudando a lesionar esse aluno.

Apesar das Kettlebells terem uma graduação de peso, o ideal é começar com exercícios livres sem carga.

Você só deve autorizar o uso de Kettlebells para esses alunos quando ele deve facilitar o movimento. Um exemplo é no agachamento.

Ao realizarmos o Goblet Squat, onde a Kettlebell é segurada em frente ao corpo, conseguimos ganhar mais estabilidade no movimento. Esse é um exercício perfeito para iniciantes que estão sentindo dificuldades para o agachamento profundo.

Já em outros movimentos a Kettlebell realmente serve de carga que dificulta o exercício. Mesmo depois que o aluno acertou a versão livre e está se movimentando sem problemas, tome cuidado com a carga.

Ela deve ser adicionada de forma gradual para que seu aluno evite se lesionar. Os exercícios com Kettlebell são maravilhosos, mas devem ser usados com cautela.

17 exercícios realizados com Kettlebell

Chegou a hora que você tanto esperava. Conheça esses 17 exercícios com Kettlebell abaixo para aumentar seu repertório de Treinamento Funcional e usar nas suas aulas. Eles foram realizados pelo meu colega Keyner Luiz. Tenho certeza que os alunos vão adorar!

Conclusão

O Treinamento Funcional é conhecido por seus muitos acessórios. Realmente, existe uma infinidade de acessórios de equipamentos de Treinamento Funcional para usar em aula. Não posso te dizer que um é melhor que o outro, tudo depende do seu propósito.

No caso da Kettlebell podemos afirmar que é um acessório extremamente útil em aula e que nos ajuda a deixar os exercícios mais dinâmicos. Ao usar a Kettlebell conseguimos adicionar carga ou facilitar e também intensificar os movimentos.

Uma das grandes vantagens é a variação de peso, que te ajuda a trabalhar com alunos mais iniciantes e também com aqueles mais avançados. Conforme o aluno progride com o exercício ele poderá ir adicionando mais carga e deixar sua atividade mais intensa.

É claro que devemos prestar atenção extrema ao nível dos alunos com os quais trabalhamos. Alguém que mal consegue fazer um afundo terá muita dificuldade em fazer um exercício com a adição de carga. Portanto, o ideal é esperar que a forma do exercício fique perfeita sem carga, a não ser que seu objetivo seja facilitar o movimento com a carga.

Os exercícios realizados com Kettlebell registrados aqui neste artigo são uma recomendação para deixar suas aulas ainda mais animadas.