Posted in:

Pilates para Adolescentes: Saiba tudo sobre! (+ dicas de exercícios)

Pilates para Adolescentes: Saiba tudo sobre! (+ dicas de exercícios)
Gostou? Avalie!

Na passagem da infância para a fase adulta, período compreendido pela adolescência, o crescimento é acelerado e o desenvolvimento é constante.

Ocorrem transformações físicas, psicológicas, afetivas, sociais e hormonais. Adolescentes precisam ter acompanhamento profissional para praticarem exercícios corretamente. O Método Pilates pode ser utilizado nessa fase da vida pois confere inúmeros benefícios aos praticantes.

Neste artigo, irei mostrar para vocês qual a melhor forma de utilizar o método em adolescentes e como trazê-los para seu Studio. Além disso, coloquei aqui algumas dicas de exercícios recomendados para essa faixa etária! Continue lendo!

Desvios posturais em adolescentes

Diversos fatores influenciam o desenvolvimento de um desvio postural – como a hereditariedade e carga genética. Isso tudo somado com uma má postura, horas de uso de computadores e celulares, excesso de peso do material escolar, uso de mobiliário inadequado e sedentarismo, podem ocasionar diversos problemas de saúde!

As alterações posturais são consideradas um problema de saúde pública. Principalmente aquelas que atingem a coluna vertebral, pois podem ser um fator de predisposição às condições degenerativas da coluna vertebral do adulto.

Além disso, dependendo da sua magnitude, elas são capazes de gerar algum tipo de incapacidade para as atividades diárias.

Considerando as alterações posturais na infância como um fator de predisposição a condições degenerativas da coluna na vida adulta, torna-se necessário estabelecer mecanismos de intervenção preventiva já nessa fase da vida.

Quando o corpo do jovem está se moldando é muito importante que vários cuidados sejam tomados. Diante disso o Pilates se torna uma excelente escolha pois é um método que trabalha todo o corpo com ênfase na função para a saúde em geral. Uma maneira perfeita durante a fase de crescimento!

Por que o Pilates é bom para os adolescentes?

A prática regular de Pilates trás inúmeros benefícios, como:

  • Melhora da Consciência Corporal;
  • Melhora da Concentração;
  • Aumenta a Coordenação Motora;
  • Previne Lesões;
  • Aumento da Força e Flexibilidade;
  • Auxilia no Controle de Peso;
  • Eleva a Autoestima;
  • Melhora da Coordenação e Equilíbrio;
  • Melhora da postura.

O Pilates é um recurso maravilhoso para lidar com problemas posturais de crianças e adolescentes. O Pilates é ótimo, por exemplo, para escoliose, hipercifose, hipotonia e fraqueza muscular geral.

O Método Pilates corrige desequilíbrios e padrões neuromusculares e pode ajudar a restaurar toda a amplitude de movimento, força e controle.

Ao contrário de alguns programas que se concentram apenas em força ou resistência, os exercícios de Pilates também desenvolvem flexibilidade, alinhamento e coordenação. Desenvolvendo, em cada aula, um programa individualizado e especifico para cada aluno.

Crianças e adolescentes que praticam Pilates, experimentam uma melhora na autoestima, começam a conhecer melhor o corpo e desenvolvem hábitos posturais corretos.

Quando atingem a idade adulta, estes ensinamentos causando um impacto positivo na saúde. Pode, ainda, levar a um melhor desempenho acadêmico, maior atenção e melhor comportamento.

Quem pode fazer Pilates?

Tanto adolescentes sedentários, como os que já fazem outra atividade física podem praticar o método.

O público nas aulas é bem diversificado, alguns adolescentes iniciam a prática visando perda de peso, outros por alterações posturais ou dores e ainda alguns garotos e garotas que querem apenas estar em forma, como algumas de suas celebridades favoritas.

O Pilates também é ótimo para os adolescentes que estão entrando em esportes competitivos. Alguns dos alunos são encaminhados por treinadores para melhorar seu desempenho no esporte, como ginástica, patinação artística, dança, natação, futebol, tênis, equitação, hóquei, remo e basquete.

Um programa de Pilates pode preencher a lacuna para atletas adolescentes, introduzindo-os aos princípios básicos do Pilates, mantendo o corpo e mente condicionados, ajudando a proteger contra lesões, melhorando o alinhamento, desenvolvendo a estabilidade do centro e aumentando o controle neuromuscular.

Então, vamos aos exercícios!

Sit Up

Posição inicial: Em decúbito dorsal sobre o Barrel, deixe os cotovelos estendidos com as mãos atrás da cabeça. Os pés ficam apoiados no espaldar e os joelhos fletidos aproximadamente a 80°.

Em seguida enrole a coluna até retirar as escápulas do Barrel. Com o passar do tempo comece a aumentar a amplitude do movimento. Depois, retorne a posição inicial e tenha cuidado com a região cervical.

Objetivo: Fortalecer os músculos reto abdominal e oblíquos interno e externo.

Hamstring Stretch

Posição inicial: Em pé de frente para a Chair, deixe os pés paralelos alinhados com os ombros e as mãos apoiadas sobre o step. Em seguida, flexione o tronco empurrando o step para baixo. Retorne a posição inicial.

Objetivo: Alongar a cadeia posterior e mobilizar a coluna vertebral.

Knee Stretches Round

Posição inicial: Ajoelhado, sobre o Reformer, apoie as mãos na barra de pés e encoste os pés sobre os apoios de ombro. Em seguida mobilize apenas a coluna, empurrando o carrinho para trás até o alinhamento com o quadril. Depois, retorne à posição inicial.

Objetivo: Mobilizar a coluna vertebral, fortalecer os músculos transversos abdominal e paravertebrais.

Swan

Posição inicial: Em decúbito ventral no Cadillac, deixe os cotovelos fletidos segurando a barra torre. Em seguida, estenda primeiramente os cotovelos e depois o tronco. Retorne a posição inicial.

Objetivo: Alongar os músculos da cadeia anterior do tronco e mobilizar a coluna vertebral em extensão.

Tower

Posição inicial: Em decúbito dorsal no Cadillac, flexione o quadril a 90° e apoie o ante pé na barra torre. Em seguida, eleve o quadril empurrando a barra torre para cima. Retorne a posição inicial.

Objetivo: Fortalecer os músculos glúteo médio, glúteo mínimo, glúteo máximo, reto abdominal, oblíquo externo, mobilizar a coluna vertebral e alongar os músculos da cadeia posterior.

Hundred

Posição inicial: Em decúbito dorsal, braços ao longo do corpo com as palmas das mãos voltadas para baixo, pernas flexionadas em 90°, na altura do peito com os pés relaxados.

Estender as pernas em direção ao teto num ângulo de 45°, em primeira posição de Pilates, elevar a cabeça (olhar para o umbigo), elevar os braços à altura do quadril, as escápulas devem permanecer em contato com o solo.

Realizar movimentos oscilatórios dos braços para cima e para baixo na linha do quadril, inspirando em cinco movimentos e expirando em cinco movimentos dos braços.

Objetivos: aumentar a circulação sanguínea e capacidade pulmonar; promover aquecimento muscular, fortalecer a musculatura abdominal.

Spine Twist

Posição inicial: Sentado, pernas estendidas, coluna ereta, braços abertos e estendidos na altura dos ombros. Em seguida, realizar a rotação e flexão do tronco em direção aos membros inferiores direito e esquerdo começando pela cabeça, coluna cervical, dorsal e lombar, forçando a expiração no movimento de flexão, esvaziando completamente os pulmões.

Depois, voltar à posição inicial pela inspiração, iniciando a subida do movimento pelo aprofundamento da musculatura abdominal, desenrolando a coluna vertebral desde a lombar, dorsal até coluna cervical.

Objetivo: Flexibilizar a coluna vertebral e musculatura de cadeia posterior, auxiliar no alongamento axial da coluna vertebral, fortalecer musculatura abdominal, paravertebral e dorsal, trabalhar a sustentação da caixa torácica e cintura escapular.

O adolescente pode sentir resistir e achar difícil no começo realizar todos os exercícios. Incentive-o a continuar tentando e não desistir!

Mantenha as aulas divertidas e interessantes. Ajude-o a se concentrar e aproveitar a atividade. Se achar que ele está perdendo o interesse, você pode procurar por exercícios que combinem melhor com o aluno ou então perguntar qual exercício ele mais gosta de fazer.

O adolescente deve usar roupas confortáveis para que ele possa realizar facilmente os exercícios e se sentir bem. Certifique-se dos hábitos alimentares do seu aluno adolescente para corresponder às suas necessidades de treino.

Concluindo…

Acredita-se que, após a prática do método Pilates, a percepção da imagem corporal possa ser beneficiada, uma vez que o método aborda a consciência e conhecimento do próprio corpo. Além de reduzir as dores, corrigir e manter uma postura adequada.

O Pilates realmente faz com que eles se sintam melhor consigo mesmos, tornando uma ferramenta para construir confiança e autoestima, ajudando os mesmos a manter a concentração nos trabalhos escolares e relaxar quando estão estressados.

É tão importante lembrar que as crianças e os adolescentes saudáveis ​​tornam-se adultos saudáveis, de modo que os benefícios físicos, sociais e emocionais de ser ativo na infância e adolescência, irão prepará-los para um futuro com mais qualidade de vida.

 

Referências

Raja. D. Pilates For Teens – Everything You Need To Know. Disponível em: <http://www.momjunction.com/articles/pilates-for-teens_00330076/#gref >. Acesso em: 25/04/2018.

Pilates for Teens, Lets get our kids up and active! Disponível em: < https://corekensington.co.uk/pilates-for-teens/>. Acesso em:

Pilates for Teen Girls? This is smart and fun form of fitness that keeps the teenagers focused. Disponível em: <http://interfitstudio.com/pilates-for-teen-girls-article.html>. Acesso em:  25/04/2018.

Correção de postura para adolescentes cm o Pilates. Disponível em: <http://fluidita.com.br/2017/10/14/correcao-de-postura-para-adolescentes-com-o-pilates/>. Acesso em: 25/04/2018.

Braccialli LMP, Vilarta R. Aspectos a Serem Considerados na Elaboração de Programas de Prevenção e Orientação de Problemas Posturais. Rev Paul Educ Fís 2000,14(2):159-71.

A. De Vitta, M.G. Martinez, N.T. Piza, S.F. Simeão, N.P. Ferreira Prevalence of lower back pain and associated factors in students. Cad Saude Publica, 27 (2011), pp. 1520-1528.

Detsch, C.T. CandottiA incidência de desvios posturais em meninas de 6 a 17 anos da cidade de Novo Hamburgo. Revista Movimento, 7 (2001), pp. 43-56

Alves, G. B. , Medeiros , C. S.S. , Araujo, L. S. , Correa, P. M. T. , Graup, S., A imagem corporal de estudantes praticantes do método Pilates. UNIPAMPA. 2014.

Written by Návyla Farias

Návyla Farias

Fisioterapeuta, Pós Graduada em Saúde do Idoso e em Fisioterapia Traumato-Ortopédica, com Formação em Pilates Clínico, MAT Pilates, Pilates Kids, Pilates para Gestantes, Pilates nas Patologias da Coluna Vertebral, Treinamento Funcional, Atividade Física e Envelhecimento, Terapia Manual, Terapias Corporais Relaxante e Bandagem Neuromuscular Funcional.

4 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *