Posted in:

Dia do Profissional da Dança: Saiba qual a relação com o Método Pilates

Dia do Profissional da Dança: Saiba qual a relação com o Método Pilates
Gostou? Avalie!

O Método Pilates tem uma relação intrínseca com a dança. Isso, porque 7 “Elders” de Joseph Pilates – seus pupilos, pessoas que Joseph tratou e ensinou as técnicas de seu método para que fossem replicados posterior à sua morte -, são Profissionais da Dança!

Pensando nisso, nós do Blog Pilates decidimos unir o útil ao agradável. Para homenagear esses profissionais incríveis e, ainda, celebrar o Dia do Profissional da Dança, criamos essa matéria que mostra a relação do Pilates com a dança!

Ficou curioso para saber qual é a relação? Então continue lendo esse texto que iremos sanar suas curiosidades sobre o assunto!

Origem da Dança

Estudos que tentam encontrar o momento em que surgiu a dança, afirmam que ela nasceu da necessidade do ser humano se expressar.

Antes mesmo da linguagem oral, da fala, os seres humanos começaram a se comunicar através da linguagem gestual.

A linguagem da dança está atrelada às marcações de ritmo presentes na música. Ribas (1959) afirma que o homem estabeleceu posteriormente todo um código de sinais, gestos e expressões fisionômicas ao qual imprimiu vários ritmos.

Relação entre Pilates e o Profissional da Dança

Talvez você já tenha ouvido falar, mas vamos recordar para que o assunto fixe em sua mente! Joseph Pilates, quando criou seu método, começou a reabilitar bailarinos que se injuriavam durante suas extensas e exaustante apresentações.

Tudo indica que Joseph conhecia grandes artistas da época, como Rudolf Laban e Mary Wigman, e mesmo que ele não seja um Profissional da Dança, essa proximidade pode ter contribuído para o seu interesse pelo mundo da dança.

Com o crescimento do método em New York, alguns professores de dança – que tinham passado por Joseph – passaram a integrar o Método em suas aulas de dança.

Comprovando, assim, o efeito positivo que se conseguia nos corpos dos bailarinos, tanto na reabilitação quanto no desempenho artístico.

A prática do método surtiu um efeito tão positivo na reabilitação dos profissionais de dança, que 7 deles quiseram aprender com Joseph a reproduzir as técnicas para reabilitarem outras pessoas também.

Foi aí que os Elders apareceram! E, se hoje o método Pilates foi disseminado no mundo todo e ganha novos adeptos todos os dias, foi por causa deles!

O que são os Elders do Método Pilates?

Como dito, os Elders são os profissionais da dança responsáveis por disseminar o Método Pilates ao redor do mundo. Ao todo, são sete bailarinos que aprenderam diretamente com Joseph a execução de seus exercícios.

Eles se tornaram instrutores de Pilates, e começaram a montar seus próprios estúdios para reabilitar novos alunos.

A maioria deles modificaram algumas técnicas de Joseph combinando-as com novas formas de praticar o Pilates.

Somente a Profissional da Dança, Romana Kryzanowska manteve os ensinamentos de Joseph intactos e os repassou da forma mais fiel possível.

Por isso foi criada a denominação “Pilates Contemporâneo”, para diferenciar todo e qualquer exercício que se distancia dos criados por Joseph.

Que tal conhecer todos os Elders e qual a sua importância para o Método Pilates? Vamos lá!

Quem são os Elders de Joseph?aula-de-pilates

Os Elders eram profissionais de dança que buscaram o Método Pilates para tratar de alguma lesão corporal e acabaram se encantando pelo Método. Vamos conhecê-los melhor?

Bruce King

Crédito: Classical Pilates BR

 Bruce King era dançarino da Merce Cunningham Dance Company e da Almyn Nikolais Company. Ele também teve sua própria companhia, a Bruce King Dance Company. Ele começou o tratamento com Joseph Pilates na década de 1950.

Segundo historiadores do método, o estado do profissional da dança era tão delicado que nos primeiros 6 meses de tratamento, ele apenas fez o footwork no Reformer.

Depois de se encantar com o método, Bruce decidiu abriu seu próprio estúdio de Pilates, na Avenida 73 em New York.

Carola Trier

Crédito: Pilates Anytime

 A história de Carola Trier começa durante a 2ª Guerra Mundial. Ela se refugiou na França enquanto seus pais deixaram a Europa com a chegada do 3º Reich.

Pouco tempo depois, Carola foi mandada para um campo de concentração e pouco tempo depois teve sua documentação para os EUA aprovada.

Já na América do Norte, ela passou a ganhar a vida nos palcos com seu show de patinação, até sofrer uma grave lesão no joelho em 1950.

O Dr. Henry Jordan, especialista em ortopedia que a tratou no Hospital Lenox Hill, sugeriu que ela fosse ao estúdio de Joseph Pilates para reabilitação.

A Profissional da Dança ficou extremamente fascinada com a eficiência do Método Pilates. Tempos depois ela foi convidada, pelo próprio Joseph, a se tornar aluna de seu método.

Eve Gentry

Créditos: Pilates.com

 Natural de San Bernardino, na Califórnia, Eve Gentry começou a estudar ballet, folk e dança de salão em 1917. Dez anos depois, ela se mudou para São Francisco para começar a estudar Dança Moderna.

Em 1944 conheceu o Método Pilates devido à problemas persistentes na coluna e no joelho. Seu contato com Joseph se intensificou quando Eve foi diagnosticada com Câncer de Mama e precisou passar por uma mastectomia radical.

A operação foi tão agressiva que grande parte dos músculos peitorais foi retirada fazendo com a profissional da dança perdesse o movimento dos membros superiores.

Joseph, então, realizou um tratamento individualizado para restaurar os movimentos superiores de Eve. Para mostrar que o método gerava resultado, os dois passaram a gravar todas as sessões em vídeo.

Com isso, foi possível mostrar para a comunidade médica que o Pilates pode sim ser utilizado para reabilitação pós operatória do câncer de mama. Eve passou a ministrar o método e, em 1991, co-fundou a organização Pilates Method Alliance.

Kathy Grant

Crédito: Mogo Pilates

 Kathleen Stanford nasceu no dia 1 de agosto de 1921, em Boston, Massachusetts. Aos 9 anos ela começou a ter aulas de ballet no Conservatório de Música de Boston.

Mudou-se para New York após conseguir um emprego como corista e capitã de dança em um clube. Ela se injuriou durante este período e passou por cirurgia.

Foi recomendada a procurar por Joseph, para que pudesse se reabilitar durante o pós cirúrgico. Ela ficou extremamente encantada com o método e passou a trabalhar no estúdio de Carola Trier.

Ao lado de Lolita San Miguel, ela é uma das únicas pessoas do mundo a ser certificada como instrutora de Pilates pelas próprias mãos de Joseph.

Lolita San Miguel

Crédito: Pilates4you Journal

Novaiorquina de sangue, Lolita nasceu no dia 9 de outubro de 1934, mas apenas três anos depois, ela e sua família se mudaram para Porto Rico. Foi em terras porto riquenhas que Lolita começou, ainda criança, a se interessar pela dança.

De 1954 a 1964, Lolita San Miguel se une ao Metropolitan Opera Ballet, trabalhando com grandes nomes da dança na época. Foi, trabalhando no Met, em 1958 que Lolita sofreu uma lesão no joelho.

Lolita foi levada até o cirurgião-chefe de ortopedia Dr. Henry Jordan. Ela esperava ser operada, porém foi recomendada por Jordan a fortalecer o quadríceps para proteger a articulação do joelho. Foi aí que tudo começou: ela foi aconselhada a procurar por Carola Trier.

Lolita San Miguel se apaixonou pelo Método Pilates e decidiu repassar os conhecimentos de Carola para outras pessoas. Com Carola, Lolita dedicou 520 horas, (26 semanas, 20 horas por semana) de sua vida para aprender sobre o método.

Após um tempo, Lolita San Miguel e Kathy Grant decidiram procurarem pelo próprio Joseph Pilates, para que ele as treinasse. Foi assim que começaram as aulas com o mestre que duraram cerca de um ano.

Pouco tempo depois, após a morte de Joseph, Lolita San Miguel e Kathy Grant se tornaram as duas únicas pessoas da história a serem certificadas pelo próprio Pilates.

Romana Kryzanowska

Crédito: Pilates.com,br

 O primeiro contato de Romana com o Pilates veio quando a profissional da dança sofreu uma lesão no tornozelo. Seu encantamento pelo método foi a primeira vista, levando-a a já se tornar instrutora logo no início.

Ela foi responsável por dar continuidade ao estúdio de Joseph depois de sua morte. Além de começar a treinar novos instrutores para levar adiante seu conhecimento. Após problemas financeiros ela foi obrigada a fechar o estúdio original de Joseph.

Ron Fletcher

Crédito: Lauren Herrera

 Ron Fletcher se mudou para New York buscando se aprimorar e iniciar sua carreira na área de marketing. Algum tempo depois conheceu Martha Graham, que o acolheu em seu teatro e o ensinou as técnicas artísticas.

Em 1948, sofreu uma lesão crônica no joelho, que o levou ao estúdio de Joseph Pilates. A reabilitação com o método deu tão certo, que Ron tornou-se coreógrafo de alta demanda na cidade, prestando trabalhos inclusive em Las Vegas e Paris.

A dedicação ao Método Pilates veio logo depois e o levou a abrir um estúdio na Costa Oeste dos EUA. Seu estúdio abriu portas para que, pela primeira vez, o Pilates fosse apresentado em rede nacional em um programa de TV.

Concluindo…

Como podemos ver, o Método Pilates está diretamente ligado à prática de dança. Todos os grandes Elders de Joseph eram profissionais de dança que começaram a instruir o método após sofrerem lesões por conta da dança.

Os profissionais de dança devem ser reconhecidos por sua contribuição na propagação do Método Pilates ao redor do mundo. Sua importância é tamanha que decidimos homenagear todos esses profissionais incríveis! Feliz Dia do Profissional de Dança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *