Junte-se a mais de 150.000 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade!

Qual o seu melhor email?

Quando as mulheres estão se preparando para o período gestacional, são levadas em consideração também as alterações hormonais e emocionais. Porém, não podemos nos esquecer das alterações posturais que podem afetar os músculos, as articulações e a coluna vertebral.

Por essa razão, o Método Pilates é uma das atividades mais indicadas para as gestantes, já que os movimentos trazem conforto durante todo o período da gravides e também no momento do parto, proporcionando o desenvolvimento da força dos músculos abdominais, estabilidade da coluna vertebral e resistência do assoalho pélvico.

Planejar aulas de Pilates para gestantes pode ser um grande desafio, principalmente porque é necessário levar em consideração as diferentes fases da gestação, patologias, necessidades, limitações e outros aspectos que poderão ser encontrados durante a avaliação.

Para saber como fazer o planejamento adequado, continue lendo esta matéria!

Principais alterações durante a gestação

A gestação provoca diferentes alterações no organismo da mulher, sendo elas:

  • Alterações anatômicas;
  • Alterações funcionais.

No início haverá a influência dos hormônios, afetando todas as atividades do organismo. Em seguida, começarão as mudanças na estética do corpo.

Benefícios das aulas de Pilates para gestantes

As aulas de Pilates para gestantes são muito indicadas devido:

  • Atividade de baixo impacto;
  • Trabalho de respiração;
  • Trabalho de estabilidade do corpo;
  • Auxílio no fortalecimento dos músculos centrais do corpo, como abdômen, assoalho pélvico e músculos das costas;
  • Desenvolvimento da resistência durante o período de gestação até o trabalho de parto;
  • Melhora da consciência corporal;
  • Diminuição de dores comuns durante o período gestacional;
  • Trabalho com exercícios em diferentes decúbitos, proporcionando mais qualidade de sono durante a gestação;
  • Recuperação do corpo após o parto.

Como escolher os exercícios para as aulas de Pilates para gestantes?

Os exercícios de Pilates durante a gestação devem ser escolhidos e pensados para cada gestante com exclusividade, já que cada uma tem necessidades e limitações específicas. É muito importante que, ao escolher os movimentos, o instrutor leve em consideração as fases trimestrais da gravidez.

Primeiro trimestre

A ênfase deverá ser no trabalho de fortalecimento da pelve e dos estabilizadores de tronco, podendo continuar com exercícios de flexão de tronco ou rolamentos. É muito importante que esses exercícios sejam feitos com a ativação correta do Power House.

Considere o uso de acessórios e equipamentos do Método Pilates.

Segundo trimestre

Nesta fase é muito importante tomar cuidado com a intensidade dos exercícios. Aqui, o trabalho deverá ser para manter a ativação do abdômen, ajudando nas atividades de vida diária e protegendo sua coluna, além de manter o alinhamento postural já que, com o crescimento da barriga, a tendência é perder o alinhamento, o que gera dores e desconfortos.

Exercícios que fazem extensão de ombro com mola, em pé ou ajoelhada ou sentada na bola são ótimos para ativação do transverso abdominal.

Terceiro trimestre

A fase final da gestação deve continuar fortalecendo o corpo de forma global. Porém, é o momento para trabalhar o alongamento da musculatura pélvica com intenção de relaxar o assoalho pélvico, ganhando mobilidade e preparando ele para o parto.

O piriforme está diretamente envolvido no assoalho, portanto é importante que o alongamento seja feito de maneira correta.

Como elaborar as melhores aulas de Pilates para as gestantes?

O primeiro passo é saber quais serão todas as mudanças que vão ocorrer no corpo da gestante desde o início das aulas até o momento próximo ao parto, além de orientar também sobre o pós parto.

Essas alterações no corpo vão implicar diretamente na escolha do repertório de exercícios que vamos utilizar.

Lembre-se que existem dois tipos de gestantes:

  • As que já praticavam o Pilates antes, o que facilita o planejamento devido o instrutor já saber o nível da aluna;
  • As que procuram o Método já no período de gestação, o que demanda cuidados na hora de escolher os melhores exercícios para as aulas.

A aplicação dos movimentos deve ser correta, seguindo os princípios do Método e, assim, possibilitando a obtenção de resultados satisfatórios.

O instrutor deverá se atentar às avaliações médicas da gestante, como por exemplo o que foi autorizado ou não realizar.

Conclusão

As gestantes são um público muito delicado. Por isso, é necessário que o instrutor esteja sempre atento ao que está acontecendo com o corpo dessa mulher, o que faz com que seja fundamental ter uma percepção de como a aluna está antes de iniciar uma aula.

Durante o planejamento das aulas de Pilates para gestantes, pense sempre na saúde da mulher e do bebê, coloque movimentos especialmente para elas, considerando sempre o período gestacional daquele momento, proporcionando diversos benefícios e qualidade de vida.