Posted in:

Pilates para obesos: a eficácia do Método comprovado cientificamente

O aumento do sedentarismo associado aos maus hábitos alimentares, ao stress e a privação de sono, são características da sociedade moderna e que ajudam a promover um balanço energético positivo, causando o sobrepeso e a obesidade (Siervo et al, 2009).

A obesidade é um problema de saúde pública e disfunções como hipertensão, o diabetes tipo II, as dislipidemias, a apneia obstrutiva do sono e as doenças cardiovasculares são frequentemente observados nesta população (Lavie et al, 2009).

Programas de atividade física são indicados como forma de tratamento para a obesidade e sobrepeso, porém os programas de terapia existentes apresentam diversas dificuldades, tais como a sobrecarga articular, monotonia do processo e o baixo nível de adesão. No entanto, o Pilates para obesos é muito indicado por não contar com essas dificuldades.

Indicação: Pilates para obesos

Pilates-para-obesos-(4)O Pilates, criado por Joseph Hubertus Pilates é um método que apresenta grande diversidade de movimentos, com exercícios que respeitam a mobilidade articular, sendo vários deles em posição deitada e sentada, minimizando assim sobrecargas articulares, além de apresentar a característica de não chegar à exaustão.

A partir daí veio o meu interesse em aplicar o Método Pilates para obesos e para todo o público que estava acima do peso, com o intuito de emagrecimento ou busca de melhor qualidade de vida, e que apresentava problemas em se engajar em atividades físicas por queixas tais como: dor nas articulações como joelho, tornozelo e quadril; modalidade de exercício monótono como a caminhada e a bicicleta ou exercícios extenuantes.

Após realizar uma profunda busca em artigos científicos, relacionados à composição corporal e Pilates, verifiquei que havia poucos artigos publicados com o assunto e com algumas falhas metodológicas nos estudos analisados, como por exemplo: padronização limitada em técnicas de medição, informação deficiente dos exercícios aplicados, insuficientes ou nenhum controle do estado nutricional, e as qualificações do instrutor inconsistentes (Aladro Gonzalvo, 2011).

Pilates-para-obesos
Grupo de voluntários que realizou o treinamento

Procurei apoio da UNIFESP, onde conheci a Profa. Dra. Marilia Andrade do Departamento de Fisiologia da Disciplina de Neurofisiologia e Fisiologia do Exercício que, me orientou na realização da pesquisa, e assim nasceu o projeto de pesquisa piloto, para aplicar o Pilates para obesos sendo que o treinamento foi realizado no Studio CGAPILATES.

Exercícios de Pilates para obesos

Pilates-para-obesos-7Foram selecionados 34 voluntários com sobrepeso ou obesidade (IMC acima de 25) e divididos em dois grupos: Controle – que não praticou nenhum tipo de atividade, e outro grupo experimental que praticou Pilates durante 8 semanas, fazendo 3 aulas na semana com duração de 1 hora cada sessão.  Antes e após as 8 semanas, os dois grupos de voluntários passaram por avaliações no laboratório de Fisiologia do Exercício do COTP de São Paulo (Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa,) assim como preencheram um recordatório alimentar de três dias.

Avaliações

  • Composição Corporal: DXA (padrão ouro para avaliar massa magra, massa gorda e massa óssea); circunferência de cintura e quadril; relação cintura-quadril.
  • Força: Força isométrica para Extensores de tronco (teste de Sorensen); Força de preensão manual (dinamômetro) e Resistência Abdominal .
  • Testes Funcionais: Sentar e Levantar, Subir e Descer escadas (tempo para realizar marcado em segundos).

Dados preliminares do projeto com o título: “Pilates Training Improves Body Composition, Muscular Endurance and Functional Tests Performance of Overweight/Obese Adults” já foram apresentados no Congresso Anual da ACSM (American College of Sports Medicine) em maio de 2015.

Esta conferência científica é a mais abrangente do mundo, onde participantes de mais de 70 disciplinas se reúnem para compartilhar novas técnicas clínicas, pesquisas de ponta em medicina esportiva, ciência do exercício, atividade física e saúde pública.

 

poster
Poster Presentation Notification

We are pleased to inform you that your abstract entitled “Pilates Training Improves Body Composition, Muscular Endurance and Functional Tests Performance of Overweight/Obese Adults” has been accepted for presentation in a poster session at the 2015 Annual Meeting, World Congress on Exercise is Medicine, and World Congress on the Basic Science of Exercise Fatigue of the American College of Sports Medicine being held at the San Diego Convention Center in San Diego, California, May 26- 30, 2015.  Your abstract will be published in Medicine and Science in Sports and Exercise, Volume 47:5 Supplement.

 

Resultados da Pesquisa

Pilates-para-obesos-(2)Houve redução expressiva de massa gorda, circunferência da cintura e do quadril, e aumento de massa magra no grupo Pilates após as 8 semanas de treinamento.

A relação cintura / quadril não se alterou em nenhum dos grupos. Nos testes de preensão manual, extensores do tronco, e resistência abdominal houve aumento significativo em relação aos valores basais no grupo Pilates. O grupo que praticou o Pilates para obesos também gastou menos tempo para completar ambos os testes funcionais após o protocolo de estudo. Não houve variação das medidas avaliadas antes e após as 8 semanas no grupo Controle.

 

Conclusão..

Pilates-para-obesos-(5)O treinamento de Pilates pode ser considerado um método alternativo para melhorar a composição corporal, resistência muscular e tarefas funcionais.

Com os resultados deste estudo voltados à contribuição da pesquisa científica, podemos oferecer aos profissionais e praticantes do método Piates uma nova visão quanto aos benefícios do Pilates para obesos.

Esse foi só um trabalho Piloto com resultados positivos e já publicados. A pesquisa toda consistiu em comparar dois tipos de treinamento – Pilates X Caminhada e com um Grupo Controle sem treinamento. Ela está em processo de análise para publicação em revistas científicas internacionais. Logo que for aceito, o Blog Pilates terá acesso.

 

Referências Bibliográficas:
  1. Siervo M, Wells JC, Cizza G. The contribution of psychosocial stress to the obesity epidemic: an evolutionary approach. Horm Metab Res 2009; 41: 261-270.
  2. Lavie CJ, Milani RV, Ventura HQ. Obesity and cardiovascular disease: risk factor, paradox, and impact of weight loss. J Am Coll Cardiol 2009; 53:1925-1932.
  3. Aladro-Gonzalvo AR, Machado Díaz M, Moncada-Jiménez J, Hernández-ElizondoJ, ArayaVargas G. The effect of Pilates exercises on body composition: a systematic review. J Bodyw Mov Ther. 2012;16(1):109-14.

Written by Angeles Rayes

Angeles Rayes

Angeles Bonal Rosell Rayes –Aprumo. Licenciada em Educação Física pela UDESC-CEFID, Pós graduada em Atividade Física Adaptada e Saúde - FMU, Instrutora de Pilates com certificação pelo CGPAPilates. Responsável pelo trabalho de Pilates para pessoas acima do peso ou obesas, ministrando aulas e workshops pela Aprumo.
contato@aprumoequilibriocorporal.com.br
www.aprumoequilibriocorporal.com.br

6 posts

6 Comentários

Deixe um Comentário
  1. Parabéns pelo excelente texto com embasamento científico e com todo cuidado que um instrutor de pilates deve ter com seus alunos!!!

    • Obrigada Adriana Coldebella, foi um trabalho exaustivo, mas muito bonito. O mais importante foi saber que a maioria dos voluntários que participaram do projeto permanecem engajados em algum tipo de atividade física , sendo que alguns deles fazem aula de Pilates até hoje no CGPAPilates.

    • Obrigada Jacqueline, você foi uma ótima voluntária que enriqueceu muito a pesquisa. Abraços.

  2. Seu trabalho é muito bom e enriquece a nossa área com todas essas informações, ficamos muito mais seguros e capacitados ao ler um artigo assim. Parabéns.

    • Obrigada Camila Rodrigues por acreditar que é possível levar o Pilates para uma população tão necessitada. Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *