Posted in:

O Método Pilates visto como Exercício Físico

O Método Pilates visto como Exercício Físico
Gostou? Avalie!

Antes de começarmos a falar do Método Pilates e seus benefícios, primeiramente devemos entender duas coisas. O método pode ser classificado como exercício físico? Ele pode ser um auxiliar na melhora do condicionamento físico e de qualidade de vida em geral?

O Pilates pode ser utilizado com diferentes focos dentro do método, alguns deles são:

Isso para citar alguns dos muitos benefícios comprovados cientificamente. Continue lendo para saber mais sobre o assunto!

Diferenças entre Exercício e Atividade Física

Quando se trata do Pilates, ao ser visto como exercício físico precisamos entender primeiramente as classificações dentre as atividades físicas e suas diferentes definições:

Atividade Física

“Todas as formas de movimentação, com gasto energético acima dos níveis de repouso”.(CASPERSEN et al., 1985)

A atividade física então é qualquer movimento, sem necessidade de ser organizado e estruturado, sem objetivo específico. Muitas vezes a atividade física é confundida com exercício, abaixo a definição que identifica essas diferenças.

Exercício Físico

“Representa uma das formas de atividade física, planejada, sistemática e repetitiva, que tem por objetivo a manutenção, desenvolvimento ou recuperação de um ou mais componentes da aptidão física”. (NAHAS, 2001).

É caracterizado pela prática de alguma atividade física que tem por objetivo aumentar ou manter o estado de bem estar, saúde e aptidão física do indivíduo.

Pode ter como objetivos fortalecer a musculatura, aprimorar habilidades, manutenção ou perda de peso. Assim como fortalecer o sistema cardiovascular e ou apenas como meio de diversão ou hobby.

O exercício é programado de forma organizada, tendo uma estruturação com começo, meio e fim. Além de estruturado, deve-se ter 1 objetivo ou mais em relação aos resultados esperados.

Conceitos dos Exercícios Físicos

Condicionamento físico

É a capacidade que tem um indivíduo de se afastar do sedentarismo. Refere-se também, a capacidade de aumentar a resistência física do praticante ou de um atleta e aumento de tônus muscular.

Assim como, aumento da capacidade das contrações musculares – tanto isotônicas quanto isométricas -, diminuição de dores e fadiga. Além de agir no aumento da capacidade aeróbica e anaeróbica.

Preparação física

Através do exercício físico, o indivíduo pode através não somente do treino mas também de um conjunto de outras estratégias – refinar, melhorar ou aprimorar tanto o físico quanto o movimento ou gesto esportivo.

Aptidão física

É a capacidade em realizar tanto as atividades cotidianas quanto em alguns casos como as relacionadas a saúde. Pode-se também ter foco na melhoria do desempenho esportivo.

Alongamento

Técnica utilizada para estirar musculaturas através de exercícios físicos. Utiliza-se em grande parte para diferentes práticas esportivas, largamente utilizadas no início e no final do treinamento e, em alguns casos nos dois momentos.

Tem como principal função a preparação e aquecimento do músculo bem como ao final da rotina de exercício, para alongar os músculos evitando tanto lesões, quanto encurtamentos.

Aquecimento

Técnica utilizada no início do exercício ou treinamento para aumentar tanto a temperatura corporal quanto aumentar gradativamente a intensidade da atividade física. Ele pode ser subdividido em geral e específico.

No aquecimento geral, um dos objetivos principais é o de aumentar a temperatura corporal, aumentando assim a temperatura dos músculos e preparar o sistema cardiovascular e pulmonar para o esforço que o corpo será submetido durante o exercício.

Já no aquecimento específico, logo após o aquecimento geral, faz-se exercícios que se assemelham tecnicamente aos que serão utilizados por exemplo em atividades esportivas, dança ou mesmo em exercícios em geral.

O Pilates visto como Exercício Físico

Dentro do Método Pilates podemos – além das finalidades terapêuticas -, utilizar sua rotina de movimentos com o objetivo voltado exclusivamente para o exercício físico e condicionamento de seu cliente.

Esses são alguns dos motivos do aumento da procura do Pilates pela população interessada em melhorar seu desempenho – tanto esportivo, quanto especificamente por escolha como seu exercício físico diário.

Com isso, o método vem atraindo cada vez mais praticantes. Mesmo sendo um método de origem em meados dos anos 20, é ainda encarada como recente para a maioria dos praticantes.

Mesmo após o boom expressivo do Pilates no Brasil – principalmente nos anos 90 aos anos 2000 -, bem como o aumento das pesquisas científicas, ainda temos um grande número de pessoas que não conhecem ou não praticam o método.

Hoje encontramos o Pilates disseminado em estúdios, clínicas, academias, clube… Ajudando a divulgar os inúmeros benefícios do método.

Dentre estes benefícios, podemos destacar:

  • Fortalecimento muscular
  • Flexibilidade
  • Melhora na capacidade e extensão respiratória
  • Melhora da postura
  • Aumento da consciência corporal
  • Diminuição de dores lombares e de cervical

Inclusão do Pilates nas Atividades Diárias

Sabendo-se que a prática diária de exercícios físicos é atualmente uma das grandes preocupações – tanto do público em geral, como também dos profissionais da área de saúde -, incluir o Pilates na rotina semanal torna-se cada vez mais procurado pelas pessoas.

Mesmo visto por muitos como um exercício de alto custo financeiro, já encontra-se mais popularizado. Inclusive é fácil encontrar aulas com valores mais acessíveis, atingindo assim praticamente todas as camadas da sociedade.

Busca-se uma vida mais longa e junto com ela uma maior preocupação com a manutenção de uma boa aptidão física. Assim como, melhor mobilidade para principalmente ter boas condições de saúde para manter em bom estado, a capacidade de fazer as atividades de vida diárias.

Ser apto fisicamente auxilia o indivíduo a ter mais energia, vitalidade e condições de saúde para executar tarefas diárias e participar de atividades físicas regulares, prevenindo assim um grande número de doenças.

O método Pilates – através de seus vários exercícios funcionais, alongamentos, exercícios de força e equilíbrio -, podem trazer inúmeros benefícios e resultados surpreendentes.

O bom do método é que podemos iniciar em qualquer momento, sem preocupação com a faixa etária em que se encontra nosso cliente. O Pilates atinge desde crianças a partir dos 7 anos de idade até idosos.

Estruturação das aulas de Pilates

Joseph Pilates (1880-1967), criou o método com o objetivo de que seus clientes entendessem a interação corpo-mente através de seus princípios. Ensinou seus praticantes a respeitarem e conhecerem seus corpos.

Através destes princípios, Joe ensinou a importância das contrações musculares do Power House, a execução correta dos exercícios.

Assim como o foco na fluidez, a respiração controlada – em que cada movimento é executado ao ritmo da inspiração e expiração, com movimentos precisos e controlados.

Usam-se pra isso, aparelhos específicos criados por ele e também exercícios executados no solo.

Podemos estruturar as aulas tanto de solo quanto a de aparelhos. A preparação das aulas deve respeitar a necessidade de cada cliente e nas aulas coletivas deve-se respeitar a turma como um todo e individualizar quando necessário.

Ao estruturar, devemos ter sempre em mente uma estrutura base e a partir dela fazer adaptações e modificações se assim for necessário. Devemos lembrar sempre de criar uma aula bem estruturada e organizada. Seus clientes agradecerão!

Vantagens de aplicar o Método Pilates

Através das capacidades físicas, que são atributos treináveis, o cliente ao iniciar suas aulas de Pilates, poderá se beneficiar de melhoras em diversos componentes de sua condição física.

O Método Pilates visto como exercício regular, poderá trazer muitos efeitos benéficos, tais como diminuir o risco de doenças de coluna vertebral, melhora na capacidade funcional e também de qualidade de vida.

Como atualmente ainda encontramos uma grande parte da população em estado de sedentarismo, melhorar o estilo de vida destes indivíduos através do exercício físico, será fundamental.

Diminuiremos assim, vários problemas metabólicos e vasculares, sabendo que exercitar-se regulamente pode ser capaz de diminuir os níveis de risco para estes problemas.

Sendo assim, nós como instrutores de Pilates e agentes diretos de disseminação do método, devemos conscientizar o maior número de pessoas possíveis sobre a importância do exercício físico e promover uma mudança de hábitos. E para que isso aconteça, ele deve ser prazeroso e trazer resultados.

Exercícios que trazem

Buscar um instrutor de Pilates qualificado para a prática do exercício físico será muito importante para um resultado mais efetivo.

Segundo Lima (2006), o Pilates possui um programa de exercícios que estimula a circulação e oxigenação do sangue, melhora o condicionamento físico geral, a flexibilidade, a amplitude muscular e o alinhamento postural adequado.

Assim como, promove melhora nos níveis de consciência corporal, da coordenação motora e do controle muscular.

Outra informação bastante importante é que o…

“Pilates é um método de condicionamento físico que integra o corpo e a mente, restaura o corpo, elimina as dores musculares, amplia a capacidade de executar movimentos, aumentando o controle, a força, o equilíbrio muscular e a consciência corporal.

Trabalha o corpo como um todo, corrige a postura e realinha a musculatura, desenvolvendo a estabilidade corporal necessária para uma vida mais saudável”. (CAMARÃO, 2004 apud LIMA, 2006)

O papel do Educador Físico no Método Pilates

O Educador Físico possui um papel muito importante dentro do método quando se trata de conduzir as suas aulas voltadas ao exercício físico.

Em sua formação, o contato com diversos tipos de aulas, treinamentos e vivências desde o ingresso ao curso, bem como pós formado, acaba por facilitar seu entendimento no tocante a estruturação das aulas de Pilates.

Terá muitas vezes também facilidade em preparar suas aulas, visto que em sua própria formação teve matérias e conteúdo direcionado a montagem dentro da organização do exercício físico.

Será muito importante também que o instrutor tenha amplo conhecimento do repertório do método Pilates, para poder organizar que tipos de aulas serão necessárias tanto em suas turmas de Pilates solo, quanto as aulas de Pilates em aparelhos.

Estar sempre participando de novos cursos e aperfeiçoamentos, lhe trarão também cada vez mais aulas de excelência para seus alunos. Estes cursos poderão ser tanto presenciais quanto online.

A escolha pelo Pilates como exercício regular

Cabe ao instrutor, no momento que seu aluno chega na aula experimental, deixar bem claro que esta poderá ser uma escolha dentro da grande infinidade de tipos de exercícios físicos existentes, pela qual ele poderá praticar para o resto de sua vida.

Sabendo-se que, haverá poucas limitações para impedimento da prática do método, temos uma grande quantidade de adeptos ao Pilates que o fazem anos a fio.

Também devemos deixar claro que pode-se iniciar a prática em qualquer momento que o cliente quiser. Muitos ainda são sedentários e podem achar que o Pilates não foi feito pra ele!

Orienta-se sempre a este tipo de aluno que haverá uma adaptação pelo mesmo ao método e que nunca é tarde demais pra começar a se mexer.

Devemos sempre lembrar que a escolha do número de sessões semanais irá influenciar nos resultados esperados. Um aluno sedentário que pratique somente o método em sessões únicas na semana terá um resultado mais demorado para aparecer.

Geralmente recomenda-se a sessão única para alunos que praticam outros exercícios físicos semanais e querem complementar seus treinos praticando também o Pilates.

Precisamos então, orientar que para alunos sedentários e os que optam por somente praticar Pilates, que o façam num mínimo de duas sessões ou três semanais. Assim os resultados serão mais satisfatórios.

Pilates é um ótimo aliado das Atividades Físicas

Podemos também encaminhar os alunos para atividades aeróbicas complementares para melhores resultados. Devemos sempre lembrar que somos educadores do corpo e sempre trazer soluções e informações motivadoras para nossos alunos.

Tem se amplamente divulgado, e amplamente reconhecido que um estilo de vida sedentário poderá desencadear vários problemas tanto vasculares como metabólicos.

O exercício físico terá influência direta no combate tanto no início, quanto no desenvolvimento, atuando como agente de prevenção e recuperação da forma física de cada indivíduo.

Desta forma, tem-se conhecimento que a prática regular de exercícios poderá ser uma medida capaz de diminuir o risco de doenças recorrentes por exemplo do envelhecimento.

Logo, é importante a conscientização de todos e ação no sentido de obter uma melhor qualidade de vida. Para que uma mudança de hábito ocorra com eficiência deve-se buscar um exercício físico prazeroso e que apresente bons resultados.

Pesquisas comprovam!

Becker em 2003, coloca o Pilates como um método de condicionamento corporal que promove harmonia e balanço muscular em todas as idades, tem a vantagem de haver poucas contraindicações, possibilitando assim o condicionamento e mais energia através dos movimentos.

Segundo Lima em 2006, o método oferece um programa de exercícios que estimulam a circulação e oxigenação do sangue, melhora o condicionamento físico geral, a flexibilidade, a amplitude muscular e o alinhamento postural adequado.

Promove também melhora nos níveis de consciência corporal, da coordenação motora e controle muscular.

“Pilates é um método de condicionamento físico que integra o corpo e a mente, restaura o corpo, elimina as dores musculares, amplia a capacidade de executar movimentos, aumentando o controle, a força, o equilíbrio muscular e a consciência corporal.

Trabalha o corpo como um todo, corrige a postura e realinha a musculatura, desenvolvendo a estabilidade corporal necessária para uma vida mais saudável”. (CAMARÃO, 2004)

Sendo assim, independentemente de que faixa etária se encontrem, todos podem ser beneficiados pela prática do Pilates, trazendo muitos benefícios!

Atendimento personalizado

Um dos principais diferenciais dos atendimentos de Pilates em equipamentos, por exemplo, é o atendimento personalizado!

O instrutor pode atender às necessidades específicas para cada praticante. A rotina de exercícios são adaptadas conforme as condições físicas, buscando um atendimento de excelência.

Sendo assim, cada aluno será visto particularmente e o programa de exercícios será determinado para cada caso. Lembrando sempre que não haverá um programa rígido e sim adaptado a qualquer mudança ou necessidade durante cada sessão.

As aulas serão sempre adaptadas ao biótipo, idade, sexo, estado de condicionamento e também a capacidade de cada praticante. Ainda bem que o Pilates é bem democrático, assim podemos atender uma grande variedade de pessoas e necessidades!

A vantagem do método Pilates que poderemos então atender desde pessoas que tem pouco ou quase nenhum contato com o método. Eles poderão ser desde donas de casa a atletas profissionais, como auxiliar na recuperação de lesões, por exemplo.

O Pilates tem como principal objetivo o de nos fazer ter uma profunda compreensão de nossos corpos e de que necessitamos de uma interação de mente e corpo para podermos usá-los de forma cada vez mais eficiente.

Aprimorando desde o nosso desempenho nas atividades mais cotidianas, profissionais e esportivas e nos trazendo uma qualidade de vida cada vez melhor.

Educação Física e o Método Pilates

Segundo Segal (2004), o Pilates foi desenvolvido para interesses relativos à saúde, e foi divulgado em seu início, quase que exclusivamente entre atletas e dançarinos.

O profissional de Educação Física pode enriquecer e desenvolver aulas direcionadas a todo público com o método Pilates.

“O método é utilizado por educadores físicos, focalizando a adaptação do indivíduo a um novo estilo de vida através da prática de exercícios.

O método tem o objetivo de proporcionar a melhoria na qualidade de vida do ser humano, e isso é possível uma vez que ele proporciona maior aptidão física”. (CRAIG, 2003)

Um dos principais papeis do educador físico é a orientação tanto no esporte como em programas de condicionamento físico, para isso deve preferencialmente estar certificado para aplicar a técnica escolhida.

Com isso, o profissional deverá entender os fundamentos da técnica, fisiologia, a base e até mesmo em alguns casos a filosofia para adequar seu atendimento.

Para o Pilates por exemplo entender a integração de mente e corpo, trabalho respiratório associado aos outros componentes em total concentração, controlando movimentos com qualidade.

Concluindo…

Vários estudos comprovam que o Método Pilates foi desenvolvido com foco em saúde e bem estar e nós profissionais de Educação Física poderemos trabalhar com atletas.

Assim como com pessoas que praticam esporte ou exercícios físico por vontade ou necessidade e até com pessoas inativas fisicamente, visando melhorar seus desempenhos físicos associados a prática do Pilates.

Cada vez mais somos procurados para recuperação de lesões, orientação, correções posturais, condicionamento físico, escolha de exercício de manutenção de saúde e prática regular, entre outros.

Nos colocando juntamente com os fisioterapeutas, profissionais bastante procurados quando o assunto é Pilates.

Nossa função é trazer ao praticante o aprofundamento da importância da harmonia e balanço muscular seja qual for seu sexo, idade ou profissão. Alguns objetivos que podemos destacar do método Pilates:

  • Consciência corporal
  • Autoconhecimento relacionado a seus corpos
  • Utilização de seus corpos de forma eficiente
  • Aprimoramento de seus corpos nas atividades cotidianas e laborais   
  • Maior consciência corporal
  • Melhor funcionalidade
  • Um corpo mais alongado, forte e equilibrado
  • Diminuição de aparecimento de dores relacionadas ao trabalho
  • Diminuição de lesões

Melhorar a aptidão física de nossos alunos será uma condição básica para a manutenção de boas condições de saúde, e demonstraremos através também do Pilates.

Com essas e outras vantagens, fica cada vez mais atrativo e convidativo ao profissional de Educação Física, novas experiências e contato com o Método.

Buscar e estar atento às novas tendências na área será um diferencial importante para todos nós e o Pilates poderá trazer novas descobertas profissionais. Pratique essa ideia!

 

Bibliografia
  • CASPERSEN, Carl J. et al. Physical Activity, Exercise, and Physical Fitness: Definitions and
  • Distinctions for Health-Related Research. Public Health Reports. March-April 1985, Vol. 100, n. 2
  • NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. 5. ed. rev. atual. Londrina: Midiograf, 2010. 318p.
  • LIMA, A. P. P. Os efeitos do método pilates em mulheres na faixa etária de 25 a 30 anos com lombalgia crônica; 2006, (monografia) Trabalho de Conclusão de Curso; Universidade Federal de Mato Grosso. Faculdade de Educação Física, do Campus de Cuiabá; ago. 2006.
  • CAMARÃO, T. Pilates no Brasil: corpo e movimento. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004.
  • BECKER, A. Uma revolução do fitness que começou há 80 anos. http://www.physiopilates.com/modules.php?name=Conteudo&pa=showpage&pid=4. 2003.
  • SEGAL, NA. The effects of Pilates training on flexibility and body composition: an observational study. Arch Phys Med Rehabil. 2004 Dec;85(12):1977-81
  • CRAIG, C. Pilates com a bola. São Paulo: Phorte Editora, 2003.

Written by Paulo Márcio Fucci

Paulo Márcio Fucci

Formação- Educação Física UFPR. Pós-Graduado em Massoterapia Sócio-proprietário do Líder Studio Pilates.
Curso de Mat Pilates Phisycalmind Institute. Pilates de Aparelhos. Metacorpus. Espaço Vida Pilates. Pilates na Gestação – Silvia Gomes e VOLL. Pilates Avançado VOLL. Treinamento Funcional Aplicado ao Pilates –VOLL. Entre outros Contato – [email protected] Facebook: Paulo Márcio Fucci Pilates

23 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *